Canário: conheça tudo sobre esta ave

Compartilhar:


Canario da terra sentado em um galho

O Canário é um dos passarinhos preferidos dos brasileiros. De tão querido, o simpático bichinho foi o responsável por dar origem ao apelido da seleção tupiniquim: a famosa seleção canarinho!

Mas não é apenas por isso que ele é tão conhecido, o Canário é um dos passarinhos mais graciosos da natureza. O canto desta ave é único e tão bonito quanto suas penas de cores vibrantes.

Que tal conhecer esta pequena ave que faz tanto sucesso?!

Tipos de Canários

Você sabe qual é a diferença entre o Canário da Terra, o Canário Belga, o Canário do Reino, o Canário Vermelho e o Canário do Império? Não? Pode deixar que agora você descobrirá. São cerca de 400 espécies deste simpático passarinho e cada uma tem características e peculiaridades muito especiais.

O Canário da Terra, pertencente à família Thraupidae, tem o nome científico é Sicalis flaveola. Um dos mais queridos pelos entusiastas das aves, possui uma exuberante coloração alaranjada na cabeça e amarelada no corpo. Esse pequeno passarinho também recebe outros nomes, como Canário-da-Terra-Verdadeiro, Canário-da-Horta e Canário-do-Campo.

Outro tipo muito conhecido é o Canário Belga. Ele também pertence à família dos Fringillidae e possui outros apelidos, como Canário do Império, Canário do Reino ou ainda Canário Doméstico. Seu nome científico é Serinus canaria domestica.

Dentre tantas espécies existentes, este é o mais comum em solo – ou céu – brasileiro. No entanto, sua origem é outra. Como o próprio nome denuncia, esse tipo de Canário surgiu na Bélgica, mas seus ascendentes são comuns, as Ilhas Canárias. Esses pets predominantemente amarelos vieram para terras tupiniquins com os marinheiros europeus durante a época das grandes navegações.

Outra espécie muito apreciada é o Canário Vermelho. A coloração passou a aparecer nas penas da bela ave a partir do cruzamento com o Pintassilgo-da-Venezuela. Chegando aos 12,5 centímetros de comprimento, esse passarinho está entre os preferidos dos amantes da ornitologia.

Canário da Terra: como identificar este passarinho

Canario da terra na gaiola

Nativa do Brasil, a ave precisa de autorização ambiental do IBAMA para criação em cativeiro e comercialização por ser um animal silvestre. Por isso, verifique as credenciais do criador antes de realizar a compra do animal.

Existem 5 subespécies do Canário da Terra que estão espalhadas pela América Latina, sendo que duas são brasileiras, a Sicalis flaveola brasiliensis e a Sicalis flaveola pelzelni.

As principais características deste passarinho são suas penas amarelas e pequenas manchas vermelhas na cabeça, mas a plumagem varia de acordo com a região. Esta ave tem corpo pequeno e costuma pesar cerca de 20 gramas.

Alimentação dos Canários

A ração é a base da alimentação desses simpáticos animais, já que oferecem todos os nutrientes necessários de forma balanceada e saudável. No entanto, sementes, grãos e frutas frescas também podem entrar no dia a dia como um agrado.

Se você optar por dar alimentos frescos, como frutas, deve redobrar os cuidados com a higiene da gaiola. Elas devem ser retiradas todos os dias do comedouro, sem deixar sobras dentro do viveiro.

Vale lembrar que por ser um animal silvestre, o passarinho precisa de uma dieta regrada para ter todos os nutrientes à disposição. Tenha um veterinário de confiança sempre presente para garantir a saúde da ave.

Como cuidar da espécie?

Esta espécie precisa de espaço e o ideal é que machos e fêmeas não fiquem juntos durante todo o tempo, visto que podem ocorrer brigas. O viveiro deve ser amplo e limpo diariamente, principalmente o comedouro e o bebedouro. Coloque brinquedos de madeira específicos para pássaros para o seu Canário se divertir durante o dia. Os poleiros são fundamentais para o viveiro, e se quiser, coloque banheiras. As aves adoram!

Além dos cuidados na hora de montar a gaiola do passarinho e realizar a manutenção, também é necessário escolher o local certo para deixá-la. Não instale a estrutura em um local que tenha corrente de vento, priorize espaços que oferecem sol pela manhã para que os pássaros possam se aquecer.

Durante a noite é importante que a gaiola fique em um local escuro, assim os Canários poderão descansar.

O que eu posso fazer para meu Canário cantar?

O canto do Canário é o que faz desse passarinho um dos prediletos. Cada espécie possui suas particularidades, mas todas cantam muito bem! Por isso, seu canto faz tanto sucesso e atrai a atenção dos apaixonados por pássaros.

Apesar das fêmeas de Canário também cantarem, os Canários machos são os que mais cantam! Alguns emitem os agradáveis sons sozinhos e outros precisam de uma ajudinha a mais.

Para fazer seu Canário cantar, coloque vídeos de aves cantando e aproveite!

Reprodução de aves criadas em cativeiro

A reprodução do Canário da Terra costuma ser entre os meses de junho e dezembro, e o criador precisa oferecer ninhos dentro do viveiro para os pássaros. O mesmo cuidado deve ser feito com as outras espécies desse passarinho.

Para um acasalamento eficiente, as fêmeas devem ser mantidas longe dos machos, com grades divisórias, antes do momento certo nas chamadas gaiolas de acasalamento ou gaiola para reprodução.

As aves, assim como qualquer outro animal, precisam de cuidados diários e específicos para sua espécie. Se for criar passarinhos, conheça bem suas características para oferecer qualidade de vida para os bichinhos. E lembre-se de ter um contato próximo com um veterinário.

Temos mais conteúdos para você! Saiba tudo sobre pássaros e dicas de cuidados para o seu pet:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Luiz Peixoto disse:

    Bom resumo sobre o canário da terra. Se tiver mais informações eu agradeço. Obrigado

Deixe o seu comentário