Cio da cadela: Principais fases e duração.

4 de março de 2021

Cachorros, Saúde e Cuidados
cio da cadela dura quanto tempo

O cio da cadela é uma preocupação constante de tutores que possuem uma fêmea em casa, principalmente para aqueles que não pretendem colocar o pet para cruzar. Entre as dúvidas, a principal é em relação ao tempo de duração, já que o sangramento pode sujar a casa inteira.

Saiba tudo sobre os cuidados com esta fase do animal, período fértil e como evitar que a cadela entre no cio.

O que é o cio da cadela e quanto tempo dura?

O primeiro cio da cadela costuma variar de acordo com o porte do bichinho, sendo porte pequeno, de 6 a 1 ano, porte médio, 7 e 13 meses, porte grande ou gigante, 16 meses a dois anos.

O período, que acontece duas vezes ao ano, é dividido em:

Proestro, momento que a cadela não é considerada fértil e surge o sangramento; 

Estro, a etapa que ela está pronta para a reprodução e dura de 3 a 17 dias;

Diestro, que caso não tenha acontecido fecundação, é passivo, mas hora delicada para o animal que pode desenvolver gravidez psicológica;

Anestro, finalização com parto ou indiferente para fêmeas que não cruzaram.

Produtos de higiene que você vai precisar

A principal preocupação é como estancar o sangue e diminuir a sujeira pela casa, e para esta finalidade, você pode investir em uma fralda higiênica para cachorros.

No mais, existe a possibilidade de deixar o pet na parte externa, se houver, ou limitar o acesso dele nos cômodos. 

Qual o momento certo para cruzar a cadela?

comportamento do cio da cadela

Se você está pensando em colocar o seu cachorro para cruzar, é no período do Estro do cio da cadela que as chances são favoráveis. Nesta hora, a fêmea procura por machos e está propensa a engravidar.

Sintomas que mostram que a cadela vai entrar no cio

É durante o período do Estro que o bichinho sofre mudanças de comportamento e tende a ficar mais estressado e apático, e talvez até se irrite com outros animais presentes na casa.

Após o ciclo, as chances de uma gravidez psicológica aumentam, visto que a falta de fecundação é frustrante para o animal. Em certos casos o acúmulo de leite no peito da cadela causa até doenças. Por isso a castração é altamente recomendada. Lembrando que ela também interrompe o cio e o sangramento que é um constante incômodo.

Castração para evitar o cio da cadela

Infelizmente ainda existem mitos sobre a castração, e um deles é que o animal fica triste e desenvolve obesidade. Na verdade, o procedimento é benéfico pois pode até prevenir doenças, como o câncer, e ajudar no comportamento do animal, que tende a ficar menos territorialista.

Outra vantagem da castração é que os tutores correm menos risco de uma gravidez indesejada acontecer, principalmente se machos estão no mesmo ambiente.

O cio da cadela é um assunto procurado e que precisa ser discutido pelos tutores, principalmente nas consultas veterinárias. A disseminação do conhecimento pode ajudar a diminuir o número de animais abandonados e melhorar a qualidade de vida das fêmeas.

Por fim, seu pet é mais feliz com os cuidados certos! Quer ler mais sobre saúde canina? Veja os conteúdos que selecionamos para você: