Como cuidar de lavanda, a flor que adora sol

Compartilhar:


Você sabe como cuidar de lavanda? Quando se fala em lavanda, logo nos vem em mente um aroma que traz aconchego, calma e sensação de limpeza, não é mesmo? Um santo remédio para controlar insônia, estresse e ansiedade; além de ser o braço direito de quem gosta de uma casa perfumada. E que tal cultivar essa maravilha, garantir um cheirinho incrível e lindas flores em sua casa?

Como cuidar de lavanda

Proporcione luz, calor e mais alguns cuidados, que a recompensa será uma linda flor de aroma especial.   

E o curioso é que essa flor gosta tanto de sol que possui um mecanismo interno para detectar em que época do ano os dias ficam mais longos do que as noites. Por isso, floresce por todo o verão.

 Por ser uma planta rústica, a lavanda é muito resistente, seja no calor ou no frio. Depois que se acostumam ao lugar, suporta bem períodos de seca ou até mesmo de geada.

Como regar

Mesmo sendo resistente à seca, não significa que você deva deixá-la sempre assim. É importante molhar a planta abundantemente, até que a água escorra pelos furos da drenagem ou até que o solo fique úmido.

Depois, é só repetir a irrigação quando a terra estiver seca novamente. Isso pode levar de 3 a 7 dias, dependendo da região. Mas, lembre-se: as lavandas não resistem ao encharcamento. Isso é fundamental para o cultivo da espécie.

Como podar

As lavandas podem ser cultivadas no solo, direto no jardim ou em vasos. Para que fiquem ainda mais bonitas, é preciso podar as flores assim que secarem. Além disso, elas precisam de adubo a cada três meses.

A poda rende aqueles saquinhos perfumados para as roupas e, quem tem lavanda em casa também pode tirar de vez da lista de compras tanto o amaciante quanto os aromatizadores de ambiente. 

Se quiser mudas, recolha sementes ou corte estacas das pontas dos ramos mais fortes, nunca da base da planta.

Bem-vinda ao clima tropical

A lavanda é típica do sul da Europa, do norte da África, da Arábia e das Ilhas Canárias. É verdade que ela prefere o clima frio, mas hoje é possível ter variedades bem adaptadas ao clima tropical. Podemos cultivá-la em quase todo o país, nas versões clássicas (violetas e roxas) e nas versões brancas, azuladas e acinzentadas.

Tipos de lavanda

A Lavandula angustifolia é a mais famosa das lavandas, popularmente conhecida como lavanda verdadeira, lavanda inglesa (na jardinagem) e lavanda francesa (na aromaterapia e culinária).

Existem também a Lavandula stoechas, mais conhecida como alfazema; e a Lavandula hibrida, também conhecida como Lavandim.

Benefícios das lavandas

Elas possuem diversas finalidades e podem ser utilizadas de várias formas diferentes:

O óleo essencial da Lavandula angustifolia tem um aroma doce e floral, com propriedades calmantes.

O óleo essencial da Lavandula stoechas possui maior quantidade de cânfora e tem propriedades cicatrizantes.

E o óleo essencial da Lavandula hibrida, além de ter propriedades bactericidas, antifúngicas e antivirais, também possui efeitos calmantes e relaxantes. 

E aí, gostou de aprender mais sobre como cuidar de lavanda? Continue lendo nosso blog e aprenda mais sobre jardinagem.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário