Cachorro na primavera: cuidados com o pet durante a estação das flores

16 de outubro de 2020

Cachorros, Saúde e Cuidados
cachorro na primavera

É da natureza dos animais serem exploradores, por isso um cachorro na primavera, época cheia de flores, aromas e temperatura quente, precisa de cuidados específicos que vão de encontro a essas características da estação. Veja como aproveitar o período com seu pet!

Cachorro na primavera: cuidado com a proliferação de pulgas

Existe uma propensão ao surgimento de pulgas e carrapatos nos animais por conta do calor e aumento das chuvas. Como prevenção, mantenha a carteirinha de vacinas do pet em dia, assim como o vermífugo e o remédio antipulgas.

O cachorro, ao entrar em contato com grama, presente em parques e praças, e interagir com outros cães, nestes lugares ou em creches, pode acabar pegando parasitas indesejáveis, por isso prevenir é importante.

Estas zoonoses, doenças que são transmissíveis ao ser humano, podem levar a casos graves quando diagnosticadas tardiamente, então esteja de olho nos sintomas e observe com frequência o pelo do cão.

Atenção aos horários dos passeios

Depois do inverno, a temperatura vai aumentando, as chuvas começam a aparecer, e a principal atenção é entender os melhores horários para passear com o seu pet. Estas dicas garantem que ele não vá queimar as patinhas e sofrer com o sol forte, lembrando que algumas raças não são fãs do calor.

Manhãs, antes do meio dia, e tardes, após 18h, estão liberadas para passeio. Certos períodos do dia não são indicados por conta do chão quente que pode danificar as patas do cachorro, e dependendo da situação, formar queimaduras. Aliás, sempre que for sair com o pet, verifique a temperatura colocando a mão no asfalto ou na calçada.

Flores tóxicas para o cachorro na primavera

Já falamos sobre plantas tóxicas para animais, e este é um assunto que deve ser levado a sério por todas as complicações que elas podem para o cachorro na primavera ou qualquer outra época do ano.

Folhagens venenosas, como a Costela-de-Adão, Comigo-Ninguém-Pode, Azaleias e Espada-de-São-Jorge causam irritações na pele, pinicação na boca do animal, dificuldade na respiração e em casos graves, problemas motores e cardíacos.

Água sempre à disposição

Um cachorro na primavera gosta de aproveitar o tempo bom para correr, brincar e explorar o maior número de lugares possíveis. Esta época de atividade física intensa pede por um cuidado com a ingestão de líquidos do pet.

A água, fresca e potável, deve estar disponível no potinho para o cachorro. Em dias quentes, tente colocar um gelo no potinho para estimulá-lo a consumir. Outra dica é fazer cubinhos de gelo com ração batida, um ótimo petisco por sinal.

Cachorro na primavera precisa estar em dia com o banho e tosa

O banho ajuda a manter o pet limpo, e ao usar água fresquinha, este momento da higiene fica mais refrescante para o animal. Se for dar banho em casa, prefira dias sem chuva, com a umidade baixa, para que a pelagem secar com facilidade.

Os cuidados mencionados são apenas precauções para o seu cachorro na primavera aproveitar o melhor da estação ao lado de quem ele mais ama: você! Agora é só se divertir com o pet e desfrutar desta época tão bonita.

Gostou deste conteúdo? Temos muitos outros para você no nosso blog: