Jardinagem e paisagismo: qual é a diferença?

Compartilhar:


jardinagem e paisagismo

É muito comum as pessoas colocarem jardinagem e paisagismo como sinônimos, mas será que eles são realmente a mesma coisa? Na verdade, embora frequentemente atuem em conjunto, o objeto de cada um é bem específico. Neste artigo, falaremos um pouco sobre isso. Vamos lá?

O que é um jardim? 

Antes de mais nada, vamos entender um pouco sobre cada um dos termos, começando com os jardins. Os jardins fazem parte da história humana há milhares de anos. Quem não conhece a história do famoso jardim suspenso da Babilônia, uma das setes maravilhas do mundo antigo?

Mas o que é um jardim? Ele nada mais é que um espaço planejado e preparado a fim de cultivar elementos da natureza, como árvores, flores e até animais. É um espaço de produção.

Na Idade Moderna, os grandes jardins urbanos passaram a se diferenciar por sua função de catálogo. O que se cultiva em um jardim zoológico? Diferentes animais. E em um jardim botânico? Diferentes plantas e flores. Por extensão, o que se cultiva em um jardim de infância? Ora, diferentes infâncias. E assim por diante.

O que é o paisagismo?

Bem, se a jardinagem é o ofício que cultiva elementos da natureza, então sobre o que trata o paisagismo? De paisagens, é claro. A questão é que os jardins podem até compor uma paisagem, mas não obrigatoriamente. Existe paisagismo sem jardins, da mesma forma que existem jardins sem paisagismo.

O paisagismo se ocupa do planejamento do espaço. Ou seja, o que ele cultiva não são elementos físicos, como plantas, animais, pedras e águas, mas sim a forma de ocupação do espaço por esses elementos.

O que interessa ao paisagismo é a disposição dos elementos e de que forma eles conduzem a ocupação e o fluxo do espaço

Diferenças fundamentais entre jardinagem e paisagismo

Uma forma de entender qual a diferença entre paisagismo e jardinagem é pensar como cada uma das áreas se desenvolveu. Já sabemos que um cultiva os elementos da natureza e o outro os organiza e relaciona. Em outras palavras, a jardinagem cria matéria, o paisagismo cria efeito.

jardinagem e paisagismo

Por esse motivo, a jardinagem está relacionada às ciências agronômicas, afinal, um jardim saudável e produtivo só é possível a partir do conhecimento sobre quais são as melhores condições de cultivo e manutenção de seus elementos. Já o paisagismo é uma área da arquitetura – não por acaso sua função é planejar a ocupação do espaço e sua organização estética.

Jardinagem e paisagismo em casa

Agora que entendemos as diferenças e as funções de cada um, que tal combinar os dois em casa? Como jardinagem e paisagismo são conhecimentos complexos que demandam bastante estudo de diferentes áreas, o ideal é começar aos poucos.

Para ter um jardim em casa, primeiro escolha o espaço que você quer transformar em uma paisagem com uso de plantas. Estude bem a iluminação, a ventilação, o clima, o acesso de animais e crianças, etc.

Com essas informações em mãos, pesquise as plantas que melhor se adaptam a essas condições. O segundo passo é desenhar como você imagina as plantas instaladas e como elas se relacionam com o restante do espaço.

Pense sempre nos espaços vazios! Afinal, o paisagismo é como a música, ele precisa do silêncio para fazer sentido. Os espaços vazios é que vão permitir a ocupação do ambiente por pessoas ou mesmo o descanso do olhar. 

Por fim, combine as plantas com diferentes iluminações e objetos de decoração. Caso more em apartamento, a dica é combinar vasos de chão com jardins verticais. Para isso utilize vasos de parede ou suspensos. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário