Manjericão: aroma, sabor e diversos benefícios

Compartilhar:


manjericão
O manjericão é muito usado como tempero.

O manjericão talvez seja uma das ervas mais populares e utilizadas no Brasil. Isto porque, eles podem ser destinados ao tempero de alimentos, chás e até como medicamento caseiro, graças aos seus componentes que podem colaborar contra algumas doenças. 

O que é o manjericão?

De nome cientifico “Ocimum basilicum”, o manjericão é com diversos outros nomes, por exemplo: Basilicão, Manjericão-de-folha-larga, Anfádega e Erva-rea. Isso porque o seu nome pode variar de acordo com cada região do país. 

Ele cresce em formato de arbusto e pode alcançar até um metro de altura, com bastante folhas bem largas e aromáticas. É possível sentir de longe o aroma dessa erva. Além disso, é comum que as plantas deem flores pequenas nas cores vermelho, branco ou ainda lilás. Embora essa planta seja constantemente utilizado na preparação de pratos de cultura italiana, a planta tem origem na Índia, um país rico no cultivo desse tipo de especiarias. 

Como plantar o manjericão?

É verdade que ela não é uma planta de difícil cultivo. No entanto, é preciso conhecer bem sobre a sua criação para que você veja os brotos crescendo e, claro, dando as aromáticas folhas. Essa é uma planta de sol pleno, mas não cresce bem expostos ao calor excessivo. 

Além disso, outra característica dessa planta é que ela prefere o solo fértil, bem drenado e sem o acúmulo de água. Entretanto, a sua rega deve ser regular, já que eles podem necessitar da hidratação com constância. Ou seja, além de canteiros ou terrenos bem adubados, o manjericão também está presente em vasos de plantas. Isto é, ele é uma ótima opção para as horas verticais. 

Benefícios do manjericão

manjericão
O manjericão tem um sabor inagualável.

Além do sabor inigualável que o manjericão oferece ao alimento, ele oferece também muitos benefícios para quem o consome. Isso porque, as propriedades do manjericão oferece ações 

  • adstringente;
  • cicatrizante;
  • digestiva;
  • antiespasmódica;
  • antibacteriana;
  • anti-inflamatória.
  • anti-emético.

Muita coisa, né? Além disso, o manjericão é rico em vitaminas C, A, K, ferro, cálcio, magnésio e potássio. Por isso, em contato com o nosso organismo, ele pode contribuir com a prevenção e cuidado contra doenças como: problemas de estômago, falta de apetite, dor de garganta, rouquidão, amigdalite, insônia, enxaqueca, cólica, ansiedade, tosse e náuseas. Além de machucados externos, por conta da sua ação cicatrizante. 

Onde ele pode ser utilizado?

Afinal, ao ver a quantidade de benefícios que o manjericão oferece para a nossa saúde, é comum querer utilizá-lo em tudo, né? Por isso, além de temperos e componentes em alimentos muito famosos no nosso dia a dia, a exemplo das pizzas, o manjericão também está nos:

  • Chás;
  • Saladas;
  • Molhos e patês;
  • Sopas;

Além disso, ainda vale a dica, eles combinam muito com alimentos como azeite, limão, carnes, tomates e carnes vermelhas. 

Quais cuidados é preciso no consumo dessa planta?

O manjericão deve ser evitado em casos de reações alérgicas. Mulheres grávidas e crianças podem ter o seu consumo contraindicado. Mas isso deve ser sempre confirmado com o seu médico de confiança.

Gostou desse post? Leia mais sobre em nosso blog:

Veneno para formiga
Aranha de jardim: venenosa ou inofensiva?
Como fazer uma horta vertical em casa
Herbívoros: conheça os bichinhos que só comem plantas

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário