Perfume para cachorro: seu pet cheiroso com segurança

Compartilhar:


perfume para cachorro

Para deixar a pelagem no seu pet cheirosa por mais tempo, muitos tutores escolhem um perfume para cachorro. Mas será que essa prática faz bem aos animais de estimação? Descubra neste texto!

Perfume para cachorro faz mal?

Esta é uma dúvida que passa na cabeça dos tutores antes de comprar um perfume para cachorro. E a resposta é: se usado corretamente, não faz mal.

Mas vale lembrar que ele deve ser usado com moderação, pois assim como para humanos, o perfume para cachorros não é um produto essencial. Portanto, ele serve para prolongar o cheirinho gostoso que fica no pet após o banho.

Então antes de borrifar as fragrâncias no seu animal de estimação, consulte um médico-veterinário. Confira mais dicas abaixo!

Como escolher um perfume para cachorro?

O primeiro passo é verificar se o produto é seguro para os cães. Para isso, uma dica é: evite perfumes à base de álcool, pois costumam causar reações. 

Também use sempre perfumes específicos para pets, que sejam hipoalergênicos e comprados em petshops ou clínicas de confiança.

Lembre-se de nunca usar perfumes para humanos no animal, pois o olfato dos cachorros é muito mais apurado do que o nosso. Por isso, um perfume que você considera agradável pode ser extremamente irritante para o seu pet.

Por esse mesmo motivo, não use perfumes caseiros. Embora sejam feitos com produtos naturais, como não há uma dosagem precisa das fragrâncias, as chances de eles causarem reações alérgicas e irritações são bem maiores.

Cuidados ao aplicar perfume no cachorro

perfume para cachorro

O primeiro passo é respeitar as preferências do seu pet. Mesmo que você use um perfume para cachorro, não significa que o seu animal de estimação vai gostar da fragrância.

Por isso, se ao colocar o perfume o cão tentar tirá-lo rolando na grama ou se esfregando nos móveis, é sinal de que ou ele não gosta do cheiro, ou você passou demais.

Então sempre aplique com moderação, de preferência após o banho, quando os pelos ainda estão úmidos. O uso frequente de perfume pode causar irritabilidade e prejudicar o olfato do pet.

Cuidados com cachorros filhotes e idosos devem ser redobrados, pois a pele e o olfato nessas fases são mais sensíveis. Por isso, procure fragrâncias mais delicadas.

Além disso, use perfume de cachorro somente nos pelos. Não borrife o produto nos olhos, nariz, barriga ou genitálias. Também não aplique sobre a pele com feridas ou irritações.

Caso apareçam sinais de coceira, vermelhidão ou queda dos pelos, suspenda o uso e procure um médico-veterinário.

Vale lembrar que nada substitui um bom banho, por isso, até para evitar o uso excessivo do perfume para cachorro, mantenha uma frequência regular de banho e tosa, de acordo com as necessidades do seu pet.

E se o seu animal de estimação exala um odor forte e desagradável mesmo após poucos dias do banho, esse odor pode vir de um problema de saúde, como infecções, doenças de pele ou doenças bucais. Então, nesses casos, consulte um médico-veterinário.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário