Saiba quanto tempo passear com cachorro

Compartilhar:


Cachorro correndo em gramado
Qual o tempo ideal para passear com o pet?

Quanto tempo passear com cachorro é uma dúvida comum dos tutores. Afinal, sabemos que os passeios são muito importantes para os pets. Mas, quanto é o ideal? Com qual idade? Qual periodicidade? Tem um horário certo? E em dias de chuva, o que fazer? Levantamos todas essas informações, para sanar qualquer dúvida em relação a um dos momentos mais especiais para os cães: a hora do passeio.

Quanto tempo passear com o cachorro?

Bom, primeiramente sabemos que os cães adoram passear. Como saber disso? Quando você está indo em direção a porta, o seu pet não fica se oferecendo para ir junto? Pois é. Os passeios são fundamentais para a saúde física e mental dos pets, além de trazer inúmeros outros benefícios que logo vamos abordar. 

Sobre o tempo que deve levar cada passeio, não existe uma resposta exata. Ou seja, isso depende diretamente do porte, peso,  saúde, resistência e, claro, do tamanho do seu animal. 

Se o seu amigão está uns quilinhos acima do peso, não é legal forçar grandes caminhadas que prejudiquem as suas articulações, certo? Isso também vale para os cães mais idosos, afinal, eles não tem mais o mesmo ritmo enérgico dos mais jovens. 

Vale considerar que o tempo de passeio também pode aumentar gradualmente. Isso porque, assim como em nós, os pets acabam ganhando mais resistência e fôlego a cada caminhada. 

Como saber o quanto meu pet aguenta?

Essa é uma resposta que o só o veterinário poderá dar. Afinal, com exames específicos e o check-up em dia, ele poderá saber o estado de saúde do animal e, portanto, orientar por quanto tempo e quantas vezes ao dia o passeio é ideal.

Já sobre o melhor horário, assim como nós, as recomendações são em períodos com o clima mais ameno, como o início da manhã e final da tarde. 

Nas caminhadas é fundamental que o tutor permaneça de olho no pet, ele pode apresentar sinais de cansaço, por exemplo:

  • Respiração ofegante;
  • Olhos avermelhados;
  • Sede intensa;
  • Lingua de fora;

Com quanto tempo e quais são as precauções?

Embora seja divertido, o passeio na rua oferece inúmeros riscos aos animais, já que eles estão expostos a todos os tipos de bactérias. Por este motivo, não é indicado que cães filhotes, ainda em fase de vacinação, tenha um contato urbano. 

Por isso, a orientação é que os cães saiam as ruas somente 30 dias após ter tomado a última dose da vacina v10. 

Além da vacina, os cuidados são:

  • Evite que os animais tenham contato com fezes de outros cães;
  • Conte com equipamentos adequados para passeio;
  • Caso seu pet seja territorialista, os mantenha longe de crianças e outros animais;
  • Leve sempre água fresca para ele;
  • Verifique se o asfalto não está muito quente a ponto de queimar as patinhas
Cachorro passeando na praia
Assim como nos humanos, a resistência do pet cresce com o tempo.

Quais são os benefícios do passeio?

As caminhadas são bem-vindas para os pets e os tutores, veja os benefícios:

  • Diminui estresse do animal;
  • Mantém o peso ideal;
  • Estreita o vínculo entre o animal e o tutor;
  • Melhora a resistência do pet.

Gostou desse post? Leia mais sobre pets em nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário