Ração para gato castrado: como evitar a obesidade do pet

Marcelo Tacconi de Siqueira Marcos

| Atualizada em

Colaboração de Marcelo Tacconi de Siqueira Marcos

Compartilhar:
pet comendo ração para gato castrado

A ração para gato castrado é um cuidado que pode fazer a diferença na vida do seu amigo após a castração. Conhecido por ser um processo cheio de vantagens para o pet, como melhora na sua qualidade de vida e prevenção de doenças, o ato de castrar também é uma linda prova de amor.

E depois de realizar o procedimento, algumas mudanças precisam acontecer, incluindo a alimentação. Para falar sobre o assunto, convidamos o médico veterinário da Cobasi, Marcelo Tacconi, que explica melhor as alterações hormonais no organismo do animal.

Qual a diferença da ração para gato castrado?

Segundo Marcelo, a principal diferença é na quantidade de energia oferecida na dieta, que é menor. “Dessa forma, na ração para gato castrado, os níveis de carboidrato e gordura tendem a ser menores”, comenta o veterinário.

Além disso, há outras alterações que transformam a fórmula no melhor alimento para gatos castrados. “Outra diferença que reparamos são os níveis de fibra mais elevados, pois a fibra além de regular o trânsito intestinal, também acaba retardando a sensação de fome”, explica Tacconi.

Por fim, de acordo com Marcelo, existem substâncias na ração que agem no metabolismo da gordura e contribui para a queima dela, como a L-carnitina.

Quanto de ração dar para gato castrado?

pet esperando a ração para gato castrado

Você já deve ter percebido ao procurar por uma ração para gato castrado que opção é o que não falta. Entretanto, o tutor precisa levar em conta o estágio de vida do animal, se ele ainda é filhote, já está na fase adulta ou sênior.

Outra ótima dica para incluir na dieta do felino é a ração úmida, pois sua formulação possui mais água, o que ajuda a diminuir os riscos de cálculos renais. Contudo, lembre-se que este alimento é completo, ou seja, não é petisco e deve ser oferecido no lugar da ração seca. Para tirar as dúvidas, o ideal é conversar com o médico veterinário do bichinho.

Então é só mudar a dieta para uma ração para gato castrado?

Na verdade não, isso porque a castração altera o metabolismo do bichinho, assim como seu comportamento e energia no dia a dia. 

Os animais castrados são mais calmos, dessa forma não fazem tanto exercício como antes, se tornando sedentários, o que pode causar obesidade se o tutor não tomar cuidado. A “sobra de calorias” é um perigo para o seu amigo.

É por isso que tutores apostam na gatificação para estimular o pet a se locomover pela casa, por exemplo. A técnica consiste em transformar o ambiente em um “habitat natural” para o bichinho através de nichos, prateleiras e redes para gatos. Inclusive temos um conteúdo que vai te ajudar a “gatificar” os cômodos do seu lar.

Viu só como é importante prestar atenção na dieta do seu amigo e trocar o alimento para uma ração para gato castrado? A obesidade infelizmente é um problema que afeta um grande número de animais de estimação, então esteja em dia com as consultas veterinárias para evitar problemas futuros como displasia e artrite.

Leia mais sobre felinos no blog da Cobasi! Confira os conteúdos que selecionamos pra você:

Compartilhar:

Tags:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário