Vaso autoirrigável: praticidade e economia nas regas

Compartilhar:


vaso autoirrigável Raiz

Regar as plantas corretamente é um dos principais fatores para ter um jardim bonito e cheio de vida. Ao mesmo tempo, a rega é uma das maiores dificuldades dos amantes da jardinagem. Por isso, nosso texto de hoje é sobre um produto que tem feito cada dia mais sucesso: o vaso autoirrigável.

Continue a leitura e saiba como simplificar a rotina de regas sem prejudicar as suas plantinhas.

O que é um vaso autoirrigável?

O vaso autoirrigável é o item perfeito para quem adora jardinagem, mas não tem muito tempo para cuidar das plantas. A grande diferença em relação aos vasos convencionais, é que esses possuem um reservatório onde você coloca água e a planta se hidrata de acordo com a necessidade.

Além de dar mais autonomia, os vasos autoirrigáveis ainda ajudam a manter as regas corretas sem encharcar ou ressecar a terra. Com isso, você evita o apodrecimento das raízes e o surgimento de fungos.

Como usar o vaso autoirrigável?

Se tem uma coisa que o vaso autoirrigável faz é facilitar a sua vida! Ele é muito fácil de usar!

Basta transplantar a sua planta ou flor do vaso convencional para o vaso irrigável. Siga os procedimentos normais com utilização de pedrinhas, areia, terra e outros substratos adequados para a sua plantinha. A planta já está acomodada? Basta adicionar água no reservatório e pronto!

Cada vaso autoirrigável possui um período de autonomia, como uma semana ou quinze dias. Verifique na embalagem e reponha a água e os nutrientes do reservatório no prazo indicado.

Pode plantar orquídea em vaso autoirrigável?

Os vasos autoirrigáveis podem ser usados para praticamente todos os tipos de plantas, inclusive, é claro, as orquídeas! O que muda mesmo no plantio de uma espécie para a outra é o uso substrato adequado. No caso das orquídeas, é indicado o uso das cascas vegetais.

Entre as plantas que não devem ser plantadas nesses vasos tão especiais estão aquelas que demandam de muito espaço para o crescimento das raízes. São elas: palmeiras, árvores e arbustos.

Cuidados individualizados

Este tipo de vaso facilita a rega das plantas e garante que elas fiquem hidratadas sem a terra encharcada. No entanto, cada plantinha precisa de cuidados específicos. As suculentas e os cactos, que precisam de poucas regas, devem ser plantados com substratos que drenem melhor a água e a reposição do reservatório leva mais tempo. Temperos e ervas podem exigir a reposição de água no reservatório de forma mais frequente.

Já se você escolher a orquídea, samambaia, avencas ou outra planta com raízes expostas, a escolha do substrato é fundamental. Ele deve ser muito leve!

Agora ficou ainda mais fácil ter um lindo jardim ou horta mesmo dentro do apartamento, não é?! Acesse o nosso site e confira todos os modelos de vasos e jardineiras autoirrigáveis para deixar seu lar mais bonito e cheio de verde.

Confira outras dicas práticas de jardinagem no nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário