Samoieda: branco e fofo como um floco de neve

Por Cobasi

Compartilhar:
samoieda

Presente entre as raças mais antigas do mundo, o samoieda é um cachorro dócil, inteligente, carinhoso e que ama estar com a família. 

Famosa pela pelagem densa e branca, há quem confunda a raça com Chow-Chow, principalmente por conta do formato de seus pelos, que costumam ser espetados. Mas, eles são cães completamente diferentes. 

Continue lendo para conhecer um pouco mais da história desse “ursão” de pelos claros e se apaixone!

Um cão quase primitivo

Criado por um povo seminômade chamado de Samoyede, que vivia na região da Sibéria, o samoieda é uma das raças mais antigas que existe. Responsáveis por auxiliar caçadores e pescadores, eles eram considerados ajudantes dessa tribo. E foi assim que surgiu o nome samoieda.

Por conseguir se desenvolver em temperaturas abaixo de -60°C e também se adaptar ao clima frio para trabalhar, a raça também puxava trenó, guardava propriedades e pastoreava.

Esses cachorros, que enfrentavam dias e noites frias, dormiam em tendas ao lado de seus donos para se aquecer. Os humanos aproveitavam esses momentos, pois o pelo espesso e macio também oferecia calor, amenizando assim, a baixa temperatura.

Tudo isso ajudou esses pets a consolidarem a personalidade de hoje, deixando-os cada vez mais próximos de seus tutores.

No final do século XVIII, a Rainha Alexandra promoveu a raça a cão de companhia. Época essa em que os cachorros começaram a ser apresentados a outros povos e a serem levados a Inglaterra. Diante disso, o samoieda começou a se espalhar pelos continentes, ganhando mais notoriedade e popularidade. 

Samoieda: um ursão de pelos branquinhos

O samoieda chama a atenção por sua pelagem clara e densa, com pelos ligeiramente longos e espetados. A raça é comum na cor branca, mas também é encontrada com pelagem creme.

Em meio a pelagem clara, os olhos e a trufa do focinho preta se destacam. Os samoiedas costumam medir entre 48 e 53 cm, podem atingir até 20kg e possuem orelhas inclinadas sobre a cabeça alongada, lembrando um lobo. 

Outra característica que chama a atenção é o fato desses cachorros possuírem a boca com os cantos pretos e voltados para cima, o que aparenta um sorriso.

Embora pareçam ursos, não são frágeis, pois possuem um corpo forte e musculoso, ótimo para se adaptar a ambientes frios.  Além disso, a pelagem dupla ajuda na proteção e faz com que esses pets permaneçam aquecidos.

Um cão super gentil e amigável!

Os samoiedas têm diversas características. Por isso, são considerados amigáveis, gentis, carinhosos e adoram estar próximo aos tutores. Eles podem ser uma boa companhia para as crianças, porque gostam de brincar e são adoráveis.

Essa raça não é ideal para a função de cão de guarda, pois faz amizade rapidamente. Os cães samoieda avisam quando pessoas desconhecidas estão por perto e se aproximam, porém costumam agir de forma dócil.

No entanto, se você mora em um lugar frio, lembre-se de que eles são ótimos cobertores! Brincadeiras à parte, esses cães são ótimos acompanhantes e de fácil convivência, logo podem ficar próximos de seus tutores até na hora de dormir.

Além disso, eles são muito espertos, aprendem com facilidade, são fáceis de treinar e se adaptam bem com pessoas, animais e ambientes. São muito bem humorados, latem pouco, mas podem ter o hábito de uivar

cachorro samoieda

Saudáveis, mas precisam de cuidados!

A saúde dos samoiedas é uma questão que preocupa os interessados pela raça. Eles costumam ser cães bem saudáveis, mas assim como outras raças, podem sofrer com algumas doenças genéticas

Entre elas, esta raça pode desenvolver glaucoma, displasia de quadril, atrofia da retina e cardiopatias. Portanto, eles precisam de atenção e visitas frequentes no veterinário. 

Além disso, é importante garantir ao pet uma alimentação nutritiva e saudável e atividades físicas frequentes. 

A pelagem dupla do cão também merece atenção! Precisa ser escovada pelo menos duas vezes na semana para retirada dos pelos soltos. Considerados autolimpantes, os pelos dessa raça não acumulam sujeiras e poeira. Por isso, os banhos podem acontecer a cada três meses.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário