Animais raros do planeta: conheça cinco deles!

Compartilhar:


animais raros

A biodiversidade do planeta Terra encanta a todos que se interessam pelo tema. De espécies famosas aos animais raros, a variedade de animais é incrível! Os cientistas já catalogaram mais de 1,5 milhão de espécies diferentes de animais. E isso pode não ser nada! Os números reais podem ser totalmente desconhecidos. A estimativa é de que ainda existam milhões de espécies a se descobrir. Entre todos os tipos de animais, os insetos são o grupo mais múltiplo, representando 90% das espécies animais. Todos os anos, os cientes descobrem 15 mil novas espécies de animais pelo mundo.

E com tantas espécies, quais são os animais mais raros? Trazemos aqui uma lista com cinco animais muito raros de se encontrar na natureza. Curioso? Pois fique com a gente e saiba quais são!

Tartaruga de casco mole

Nativa do Sudeste Asiático, é uma raríssima tartaruga de água doce. Seu casco é muito mais flexível do que o das tartarugas de outras espécies. O nariz dessa tartaruga lembra o focinho de um porco. O adulto pode ter mais de um metro comprimento e pesar mais de 100 quilos. A tartaruga de casco mole pode viver até 400 anos.

Até hoje, só se conhece dois desses animais no mundo. Um macho, que vive no Zoológico de Suzhou, na China, e uma fêmea recém-descoberta no Vietnã e que pode salvar a espécie da extinção.

Tyrannobdella rex

A Tyrannobdella rex não tem esse nome à toa. Essa sanguessuga tem como principal característica a sua única e poderosa mandíbula, com oito grandes dentes. Os dentes da espécie ficam desproporcionalmente aparentes perto do corpo do animal, e por isso ela foi chamada de rex – em alusão ao Tiranossauro dono da mordida mais potente do mundo animal.

A Tyrannobdella rex tem o corpo cilíndrico e pode medir entre três e cinco centímetros. Descoberta no Peru, ela vive em rios, lagoas ou fontes naturais de regiões tropicais. Há poucos registros dessa sanguessuga, que se alimenta de animais aquáticos e terrestres. O ser humano está na lista dela.

Morcego-orelha-de-funil

Um dos morcegos mais raros do mundo, essa espécie só encontrada em um lugar do planeta Terra: em uma caverna ao oeste de Cuba. Atualmente, existem cerca de 750 Natalus Primus, nome científico da espécie. O animal, de pelagem avermelhada, ficou famoso por suas orelhas diferentes, cujo formato parece o de um funil. Está sob ameaça de extinção e nunca sobreviveu à criação em cativeiro, pois só se adapta a ambientes úmidos.

Aie-aie

O aie-aie é um dos animais mais impressionantes e estranhos da natureza, além de raro. Exclusivo da Ilha de Madagascar, esse lêmure parece uma mistura de macaco, morcego e suricato. Faz parte do grupo dos primatas, como todos os lêmures. Suas orelhas grandes exercem funções de ecolocalização, como a dos morcegos. Ele tem olhos enormes e dedos longuíssimos. De acordo com os cientistas, os dedos são utilizados para bater em troncos de árvores e localizar larvas com o som que provocam. Até hoje, não se sabe ao certo quantos animais da população aie-aie existem.

Peixe-mãos-vermelhas

Com nome científico Thymichthys politus, é um dos peixes mais raros do mundo e habita os mares no entorno da ilha da Tasmânia, na Austrália. Também batizado de “red handfish” (peixe-mãos-vermelhas), ganhou esse apelido graças às barbatanas dianteiras, que lembram o formato de uma mão. Os peixes-mãos-vermelhas medem entre cinco e 13 centímetros de comprimento e rastejam no fundo do mar com seus membros. Sua alimentação é composta de pequenos crustáceos e vermes. Sua cor varia entre o vermelho-vivo e pequenos pontos vermelhos no corpo.  

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário