A cadelinha Hermione | Meu Pet e Eu

Compartilhar:


Hermione e sua família

A relação entre tutores e pets é repleta de amor e companheirismo. Com a Hermione e a família da Daniella não é diferente! A Dani é nossa cliente há um ano mais ou menos, quando sua filha levou a cachorrinha da raça Spitz Alemão para casa.

Com o objetivo de estimular outras pessoas a criarem esse vínculo de afeto com pets, a Daniella escreveu um lindo texto para a cadelinha Hermione. Vamos conferir?

Hermione: amor pra cachorro!

“Essa cachorrinha foi um pedido da minha filha. Um pedido que ela faz já há bastante tempo. Algumas vezes, me dava calafrio só em pensar.  Ela, há anos, usa argumentos relevantes para isso, dizia que todas as amigas têm cachorro, que as irmãs já são adultas, que ela se sente sozinha etc.

Resisti! Pensei durante muito tempo: “isso é fogo de palha!”.  Além do que,  bichinho demanda, dá despesa.  Mas confesso que nas últimas semanas antes da cachorrinha chegar eu estava com o meu coração mais amolecido.  Visitamos alguns pets e tiramos dúvidas com outras pessoas que têm cachorrinho.  Pesquisamos sites que traziam informações sobre a raça. No fim, construí um tratado psicológico por aqui. Há quase dois meses, minha filha chegou com essa cachorrinha, presente do pai.  Levou menos de uma hora para eu me apaixonar. Difícil explicar! E pelo jeito é um caminho sem volta. Sou avó, gente! Da Hermione, de uma netinha de quatro patas, dourada e bem peludinha.

Nunca paguei tão rápido minha língua, como paguei com a chegada desse animalzinho! Sempre critiquei as relações humanizadas que muitas pessoas têm com seus pets. Hoje fico atrás dela para limpar a patinha com lenço umedecido para ela subir no sofá. E quando saio fico ligando para saber como ela está, fico pedindo para me mandarem foto dela via WhatsApp.

Sem dúvida, é possível amar muito um bichinho e reconhecer que ele traz muitas alegrias. Aprendi em pouquíssimo tempo: nós até não devemos humanizar os animais, porque eles têm a natureza deles; mas sem dúvida, eles nos humanizam demais.

Na doideira do dia a dia, arrumamos mais uma responsabilidade, ficamos mais presas, mas também criamos um ambiente ainda com mais troca de afeto, e sem dúvida, com um saldo positivo. Que nós sejamos muito felizes! Você   é um membro da família, Hermione. E o meu mais novo grande amor.  Seja muito bem-vinda!”

O texto é da nossa cliente tutora da Hermione Daniella Barbosa Buttler. Ele é Dra. Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP. Docente na FATEC – Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo e no Centro Universitário SENAC. Cronista nas horas vagas. Nós adoramos o texto e mais ainda saber que a Hermione tem uma família e tanto!

Gostou do depoimento? Confira outras histórias da série Meu Pet e Eu:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário