Nunca ofereça chocolate para cachorro

1 de abril de 2019

Saúde e Cuidados
cachorro com caixa de chocolate

Doces e chocolates não são muito bons para os pets. Além de problemas como obesidade, eles podem ser tóxicos e levar o bichinho à óbito.

Continue a leitura e saiba mais sobre os perigos do chocolate para cachorro.

Por que o chocolate para cachorro faz mal?

Os chocolates em particular ou derivados do cacau contêm substâncias que para cães são altamente tóxicas. Os efeitos colaterais causados muitas vezes são irreversíveis e causam danos graves a eles culminando muitas vezes em óbito.

As sementes do cacau, matéria prima do chocolate, são repletas de metilxantinas que, por sua vez, são compostas por cafeína e teobromina. Todas as substâncias são responsáveis por grande parte dos casos de intoxicação em cães e gatos.

Em especial, a teobromina é a mais tóxica delas. Essas substâncias são rapidamente absorvidas pelo organismo do animal e tem ação estimulante, contribuindo com aumento da frequência cardíaca, agitação, tremores e convulsões. Quanto maior a concentração de metilxantinas no chocolate para cachorro, maior a toxicidade.

Portanto, chocolates com alta porcentagem de cacau oferecem maior risco. Os doces meio amargos e amargo)

O que pode prejudicar a intoxicação dos animais?

O porte do animal terá influência no grau da intoxicação, quanto menor o pet, menor será a quantidade necessária de chocolate para intoxicá-lo.

A dose tóxica de teobromina para cães é de 100 a 175 mg/kg, enquanto no gato é de 80 a 150 mg/kg. Alguns sinais da toxicidade já são aparentes com doses menores que essas.

A meia vida da teobromina no organismo do cão é de 17,5 horas, permanecendo por até 6 dias. Os sinais clínicos ocorrem dentro de 6 a 12h do consumo.

Em cães, a dose de aproximadamente 60g de chocolate ao leite por quilograma de peso corporal é potencialmente letal. Doses menores podem não ser fatais, mas já são suficientes para uma intoxicação.

Isso significa que um ovo de Páscoa de chocolate ao leite (ou barra de chocolate comum) pesando cerca de 150g  já terá um efeito tóxico no organismo de um animal de porte pequeno. Se for um chocolate amargo com mais de 50% de cacau, bastam aproximadamente 20g para intoxicar gravemente um animal pequeno. Ou seja, basta uma pequena fileira de “quadradinhos” de chocolate para cachorro.

Sintomas de intoxicação por chocolate em pets

Já sabemos que chocolate para cachorro são altamente perigosos, mas como saber se o animal está intoxicado?

Os sintomas de intoxicação podem ser:

  • vômitos
  • salivação
  • tremores
  • diarreia
  • hipertensão
  • arritmias
  • excitação
  • incontinência urinária
  • convulsões.

Se desconfiar que seu animal de estimação ingeriu chocolate, procure vestígios da embalagem ou dos restos para conferir a possível quantidade ingerida. Leve imediatamente ao médico veterinário.

Tratamento de pets com intoxicação por chocolate em animais

O tratamento é sintomático e cada caso será avaliado conforme a gravidade. O suporte básico para o paciente consiste em fluidoterapia, medicações para controlar sintomas gastrointestinais e neurológicos.

O melhor é sempre a prevenção! Para evitar qualquer caso de intoxicação, mantenha o chocolate para cachorro e outros alimentos contra indicados fora do alcance dos animais.

Chocolate para cachorro e outros petiscos

Não ofereça alimentos humanos para seu pet. Você pode encontrar uma grande variedade de petiscos para agradar seu bichinho e até chocolate para cachorro.

O chocolate para cachorro é um delicioso petisco com sabor semelhante ao chocolate, mas não contém o cacau e toda as substâncias tóxicas. Você pode agrada seu cãozinho sem medo!

Este conteúdo foi desenvolvido pelas Dra. Carla Sadocco e Dra. Karla Vicentim, veterinárias da Clínica SPet Santos.

Quer saber mais sobre alimentação de cães e gatos? Separamos alguns posts para ajudar você a oferecer sempre o melhor para seu pet.