Como é a vida de um gato estrábico?

Por Cobasi

Compartilhar:
gato estrábico deitado

Uma dúvida que vira e mexe aparece por aí é sobre gato estrábico. Afinal, será que existem mesmo felinos que desenvolvem o estrabismo ou nascem vesgos? Hoje vamos responder essa pergunta e explicar melhor sobre a disfunção.

Saiba mais sobre a visão dos felinos, além dos tipos de alterações que um gatinho pode ter ao longo da sua vida ou mesmo desde o seu nascimento.

Existe gato estrábico?

Sim. O estrabismo em gatos não é tão comum, mas felinos da raça siamês podem nascer com a alteração ocular. No caso deles, é um problema genético.

São dois tipos de gato com estrabismo: o convergente, que é quando o pet tem os olhos voltados para o nariz, e o divergente, que os órgãos vão para os lados. 

“Meu gato ficou vesgo!”. Se for o caso do seu amigo, então procure imediatamente um médico veterinário para entender o que está acontecendo. É importante colocar a saúde do seu bichano em primeiro lugar e buscar ajuda de especialistas em saúde animal.

Por que meu gato é vesgo?

Bom, se o bichinho não é da raça siamês, os mais afetados pelo estrabismo, talvez a causa seja uma destas a seguir.

Para começar, vamos falar sobre a alteração congênita, que nada mais é que o estrabismo de nascença. A disfunção não costuma alterar a visão do animal, sendo apenas estético, mas sempre consulte a opinião de um veterinário.

Outra causa é a alteração no nervo óptico repentino. Se for o caso, é bom cuidar. Pode ser uma inflamação, infecção ou traumatismo. A consulta clínica deve ser imediata.

Por fim, a má formação dos músculos extraoculares é uma possibilidade. Porém, se não se trata de um gato estrábico desde o começo da vida, leve-o ao veterinário. Todas as alterações só são consideradas de baixo risco se não acontecem repentinamente.

Como enxerga um gato vesgo?

gato estrábico olhando para a câmera

Se o desalinhamento é de nascença, os gatos costumam se adaptar com a disfunção e vivem em perfeita harmonia com os seus olhinhos. Entretanto, caso seja um estrabismo adquirido, é provável que o gato sinta dificuldade para enxergar.

O ideal é sempre ter um contato próximo com o médico veterinário para entender a situação do pet. Isso porque a qualidade de vida e bem-estar do felino é prioridade. Em casos mais graves, a cirurgia de correção ocular ajuda a melhorar a visão do bichinho.

Como cuidar de um gato estrábico?

A vida de um felino que possui estrabismo não será diferente se ele nascer com a alteração ocular. Mas como já pontuamos, é importante buscar a ajuda de um veterinário se a alteração aparecer do nada.

Não é comum um gato ficar vesgo sem ter um motivo. Dessa forma, procure orientação médica veterinária para entender o que houve.

Por fim, nunca considere uma cirurgia no felino apenas por estética. A “vesguice” acaba sendo um charme a mais nos gatinhos que nascem com ela. Veja essa característica do pet como uma particularidade dele e aprecie! Existem até gatos estrábicos famosos na internet!

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário