7 motivos para ter um gato em casa

16 de janeiro de 2019

Gatos, Sem categoria

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que 17,7% dos domicílios possuem pelo menos um gato, o equivalente a 11,5 milhões de casas. Sorte de quem tem o bichano, já que ele se tornou um aliado da saúde.

Um estudo realizado pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, concluiu que a convivência com gatos reduz em até 30% o risco de ataque cardíaco. A explicação, segundo os especialistas, é que os gatos ajudam os donos a relaxarem e a aliviarem o estresse. O estudo norte-americano, realizado com mais de 4,4 mil voluntários, é uma das poucas análises científicas que envolvem os felinos em relação à saúde, mas quem tem um em casa sabe dos benefícios dessa ‘terapia animal’.

É o caso de Margarete Afonso Medeiros, 61 anos, dona da Fofura, uma gata preta que faz jus ao nome. “Ela é carinhosa, adora ficar perto quando estou assistindo TV e me faz muito bem, é uma ótima companhia”, conta.

Para o psicólogo Arthur Gomes Rizzo, de São Paulo (SP), os animais de estimação são como um remédio natural. “A companhia e o afeto incondicional pelos donos representam, na maioria das vezes, uma fonte de conforto e segurança às pessoas”, explica. É como se fosse um efeito calmante. O profissional conta que brincar com os felinos aumenta os níveis de serotonina e dopamina, substâncias naturais que estimulam o relaxamento.

Gatos ajudam na interação social e melhora nos sintomas de Alzheimer

Alguns estudos sugerem que as pessoas respondem melhor visualmente e verbalmente a alguém que brinca com um bicho de estimação. De alguma maneira, acham o dono do pet confiável e de bom caráter. Ou seja, ter um gato em casa ajuda a “quebrar” o gelo entre duas pessoas e desperta interação, motivando a comunicação, o que é bom para a saúde emocional e cognitiva.

Sem contar que muitas pessoas adoram contar histórias sobre os pets, o que serve de ponto de partida para um diálogo. Já um estudo da Universidade de Lisboa, em Portugal, revelou que pessoas com o mal de Alzheimer ou outros tipos de perda de memória se sentem satisfeitos em interagir com gatos e outros tipos de animais de estimação. De acordo com os pesquisadores, a responsabilidade de cuidar do felino dava aos pacientes um novo senso de identidade e de propósito. “Além disso, a presença do pet ajuda a criar uma atmosfera caseira ao ambiente, podendo trazer um conforto que nem mesmo um humano pode oferecer”, analisa a psicóloga Ivani Mendes, de Porto Alegre.

Os gatos ajudam a evitar asma, alergias e o risco de AVC

A presença de gatos em casa é boa até para as crianças, informou um estudo publicado no Lancenet, jornal que publica artigos médicos. A pesquisa relatou que quem convive com gatos tem menos chances de desenvolver asma e alergias.

Isso porque a poeira do pelo dos gatos diminui o risco de asma em algumas crianças, pois altera a resposta imune, ao contrário do que acontece com os ácaros do pó, que geram alergias e irritações.

Outro benefício de ter o bichano em casa, de acordo com a Universidade de Minnesota, é que o animal ajuda a reduzir em 1/3 o risco de acidente vascular cerebral (AVC) por promover o relaxamento e ativar funções cognitivas do cérebro. “Além disso, o contato com os gatos estimula a produção de oxitocina, substância que reduz a agressividade”, explica Ivani.

Mas vale lembrar, antes de adquirir qualquer animal de estimação, tenha consciência de que você precisará de tempo e dedicação para cuidar do novo morador. Pense bem antes de adotar ou comprar um felino. A saúde do gato e a sua agradecem!

7 motivos para ter um gato em casa

adocao-gatos-blog-cobasi

Conheça alguns dos benefícios de se ter um felino em casa

1. Companheiros Ficam no colo dos donos, fazem carícias e adoram dormir na cama.
2. Divertidos, Basta um novelo de lã ou uma bolinha para que passem horas brincando.
3. Independentes, diferentemente dos cães, sabem se virar sozinhos, basta ter água e comida disponível.
4. Inteligentes sabem quando o dono está feliz ou triste. o ronronar dos felinos transmite uma sensação de paz.
5. Higiênicos com a própria língua, fazem a higiene diariamente.
6. Adaptação convivem bem em casas e apartamentos, sem a necessidade de muito espaço para se divertirem.
7. Discretos silenciosos, só miam quando querem transmitir algo para o dono.

Por Leonardo Andolini para Revista Cobasi #13