Gato sente frio? Aprenda cuidar dos felinos no inverno!

Compartilhar:


Gato sente grio

Ficar em dúvida se gato sente frio é mais comum do que se imagina. Por serem animais peludinhos, é muito comum que os tutores achem que esses animais se aquecem com mais facilidade.

No entanto, assim como nós e como os cachorros, os gatos também são capazes de sentir os efeitos da temperatura, por isso, é comum que eles se sintam incomodados tanto em temperaturas altas ou baixas. 

Além disso, algumas raças de gato possuem a pelagem mais curta, ou simplesmente não possuem pelos, como é o caso dos gatos das raças Siamês e Sphynx.

E estes felinos, com certeza sentem ainda mais as baixas temperaturas e necessitam de cuidados especiais durante o frio. Entretanto, nem sempre os tutores sabem quais ações tomar nessas ocasiões, por isso, vamos te dar algumas dicas de como cuidar do seu gato no inverno. 

Afinal, gatos sentem frio?

Sim, gatos sentem frio!

Provavelmente, essa dúvida surgiu porque você notou que o seu pet está apresentando algum desconforto na época do inverno. Esses podem ser sinais de que o gato está com frio e precisa ser aquecido.

Cabe ao tutor observar o comportamento do seu filho de quatro patas, bem como ficar atento a possíveis atitudes, como: 

  • O bichano nos dias mais frios, fica buscando abrigos confortáveis e locais mais quentinhos para se aquecer. Por isso é comum ver o gato próximo do motor da geladeira, por exemplo. Para reduzir qualquer risco e dar mais conforto ao pet, deixe uma caminha sempre disponível.
  • Você já percebeu como seu gato fica mais próximo ao tutor quando está frio. Sim, pode ter certeza você é um dos abrigos que eles mais gostam, ainda mais se for debaixo das cobertas.
  • Normalmente, os felinos ficam com os pelos mais arrepiados e algumas partes do corpo, como patas e focinhos, acabando ficando mais geladas. 

Portanto, mesmo que surjam dúvidas sobre como aquecer os gatos nas baixas temperaturas? Quais são os cuidados que devem ser tomados com os felinos durante o inverno? Saiba, cabe ao tutor perceber se o seu pet está sofrendo com as temperaturas baixas e buscar soluções para evitar maiores problemas. 

Como é a temperatura do gato?

Diferente de nós humanos, a temperatura corporal dos gatos é um pouco mais quente, certamente você já deve ter notado isso quando ele inventa de dormir em cima de você. 

No entanto, o que poucos tutores sabem, é que a temperatura dos gatos fica entre 38°C e 39,5°C. Um pouco acima dos humanos e semelhante a dos cachorros. Mas assim como nós, eles também podem sofrer com febres ou hipotermias. E é justamente por isso que eles são mais sensíveis às temperaturas mais geladas.

Além disso, os gatos filhotes ou mais idosos, tendem a sentir ainda mais frio do que os felinos que estão na meia idade. 

Mas como saber que o gato está com frio?

Mesmo que alguns tutores compreendam que seus gatos também sentem frio, é muito comum não saber identificar quando o bichano está passando frio. 

No entanto, isso é bem simples, um gato com frio costuma ficar mais geladinho, ele pode ficar com as orelhas e as patas bem geladas, o focinho também costuma ficar mais frio que o normal.

Além disso, quando estão gelados, os animais tendem a ficar mais travados e encolhidos, buscar esconderijos, ficar mais quieto e paradinho que o habitual. 

O grande problema das mudanças de temperatura para os felinos, é que quando o gato sente muito frio, ele também fica mais suscetível a contrair doenças, como é o caso das gripes, resfriados, asma ou bronquite felina. 

Por isso, é fundamental saber proteger os felinos durante o inverno e evitar possam gerar problemas de saúde mais graves.

Gato enrolado em uma manta

O que fazer quando o gato sente frio?

Por mais que pareça assustador ver um gato com frio, os cuidados com o felino não são nenhum bicho de sete cabeças. Na realidade, devemos proteger o felino e arrumar um cantinho onde ele possa se aquecer de forma confortável. 

Para nos ajudar nessa situação, trouxemos algumas dicas da médica veterinária Tacianna Sant’Ana:

“O tutor deverá ter atenção nas épocas mais frias do ano, principalmente para aqueles gatos que têm acesso a rua e retornam no fim do dia. Apesar da pelagem densa e subpelos que possuem, um abrigo quentinho é importante. Por isso, eles precisam de caminha e manta. Alguns gatinhos aceitam roupinhas. Além de lindos, elas ajudarão a  aquecer melhor seu amigo”.

Cuidado com a temperatura ambiente

Além disso, é importante saber diferenciar quando o gato sente frio no inverno ou quando o gato sente frio no ar condicionado. E caso o frio seja devido a temperatura do ar, vale a pena desligá-lo ou ajustar para que o felino não sofra.

Mantas, caminhas e cobertores para esquentar o seu gato

Quando os gatos sentem frio, eles gostam de lugares escondidos. Oferecer a eles uma caminha ou toca para se aquecer é uma ótima recomendação. Outra opção, é transformar a caixa de transporte em uma casinha temporária com cobertor ou mantas na parte de dentro.

Se for uma boa ideia, mais do que este cantinho, seu gato vai adorar dormir na cama com você.

Existem tutores que gostam de usar roupinhas, mas alguns felinos não curtem muito acessórios
por impedirem o contato direto com seus pelos. Afinal, os gatos adoram se lamber

Evite sair de casa com seu pet em dias frios

Outra dica importante para seu gato não passar frio é manter o felino dentro de casa. Ao sair na rua ou ficar na área externa, ele está diretamente em contato com o tempo gelado, causando as doenças comuns do inverno.

Além disso, gatos que têm acesso à rua ficam suscetíveis a diversas doenças, brigas, maus-tratos e acidentes.

Gatos sem pele, filhotes e idosos precisam de uma atenção redobrada no inverno

Principalmente em período de temperatura baixa, é preciso ter cuidado especial com gatos sem pelo, como o da raça Sphynx, por não terem a pelagem protetora, neste caso, talvez uma roupinha seja uma boa opção, mas vale acostumar o pet desde filhote.

Tenha em mente que um gato com frio que já é idoso ou filhote também está propenso a desenvolver uma gripe com maior facilidade, nestas duas etapas da vida, o animal não tem imunidade o suficiente para realizar as suas defesas naturais.

Alimentação e vacinação

Já mencionamos sobre acessórios para o seu gato no inverno, dicas, pontos de atenção e cuidados. Como dica final, agora que  já sabemos que os gatos sentem frio e precisam ser aquecidos, existem outros fatores que ajudam a manter a saúde do pet nos dias mais gelados.

Oferecer alimentação adequada e as vacinas em dia são fatores fundamentais para que o gato se mantenha saudável durante o inverno. A ração de qualidade para gatos é indispensável para manter o organismo do seu bichinho, equilibrado, saudável e pronto para combater possíveis doenças.

A vacinação anual é importante para prevenir diversas doenças, como a rinotraqueíte felina, que se parece muito com uma gripe e pode ter complicações graves. Você sabe quais são as vacinas para gatos?

As vacinas são uma importante forma de prevenção de doenças, então fique atento e mantenha atualizado as vacinas do seu animal de estimação. Se os felinos podem sentir frio, eles também podem ficar resfriados? Proteja o seu amigo!

Esses são alguns cuidados básicos que vão ajudar seu gato a passar o inverno de maneira mais confortável! Gostou do artigo? Deixe nos comentários como você cuida do seu pet nos dias frios. 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Tags:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Almir Domingues de souza disse:

    Muito.instrutivo.gostei

Deixe o seu comentário