Gato com dificuldade de respirar: como ajudar

Compartilhar:


gato com dificuldade de respirar

Percebeu o seu gato com dificuldade de respirar? Então, sabe que estamos falando de uma situação grave e que pode colocar a vida do animal em risco.

Porém, nem sempre é fácil descobrir qual seria o problema de saúde indicado pela respiração anormal. Por isso, vamos esclarecer as doenças e explicar como ajudar o pet nessa hora. Acompanhe!

Gato com dificuldade de respirar: como identificar?

Como notar um gato com dificuldade de respirar? Não é tão difícil detectar algum comportamento estranho, ainda mais quando falamos da respiração do felino. Listamos alguns sinais importantes para o tutor ficar atento: 

  • Respiração agitada ou alta (ofegante), mesmo quando estiver descansando; 
  • Estar respirando com a boca aberta, indicando uma tentativa de puxar mais oxigênio aos pulmões. Em geral, os gatos respiram naturalmente pelo nariz; 
  • Ficar com tosse, espirros constantes ou congestão nasal; 
  • Falta de apetite e vômito; 
  • Mal-estar e febre. 

Caso haja uma situação mais grave na respiração, é possível perceber alguns movimentos de falta de ar, como o pescoço estendido e cotovelos recolhidos. Nesta hora, o gato busca abaixar a cabeça e pescoço numa linha reta. Esta posição visa auxiliar a entrada de ar para os pulmões. 

Como dica, redobre a atenção no inverno, período de baixas temperaturas que pode causar uma congestão nasal, levando a um quadro do gato espirrando e com dificuldade de respirar.

Note, também, se o animal está tentando expelir uma bola de pelo, situação comum entre os felinos, que leva a diversos problemas de saúde se não tratada. 

O que pode significar essa dificuldade de respiração?

Como um gato com dificuldade de respirar seria um sintoma em vez de uma doença, vamos explicar o que esse sinal pode representar. Confira alguns dos problemas de saúde que prejudicam a respiração do felino.

Asma

A asma, ou também chamada de bronquite felina, gera uma inflamação nos brônquios, causando uma tosse intensa, respiração mais acelerada e dificuldade em respirar.

Normalmente, ocorre através da inalação de substâncias que levam a uma reação alérgica, como ácaros, aerossóis, perfumes e pólen. É uma doença não transmissível. 

Rinotraqueíte viral

Muito comum, a rinotraqueíte viral é conhecida como a gripe do gato. É transmitida pelo vírus da herpes, causado a partir do contato direto entre um animal contaminado com outro saudável, como ao dividir os mesmos comedouros e caminhas. Essa doença provoca infecções e apresenta sinais diversos, como espirro, febre e secreção nasal.

Semelhante à rinotraqueíte viral, existe a calicivirose felina, outra doença bastante corriqueira entre os gatos. Neste caso, a grande diferença é que a calicivirose se dá pelo calicivírus felino. Ambas as doenças representam a maioria dos problemas respiratórios por infecção nos gatos. 

Parasitas 

Provocados por alguns parasitas que atacam diretamente o sistema respiratório, como os vermes pulmonares, oriundos de caracóis. Caso o gato ingira por acidente, afeta a respiração, leva à tosse frequente e inflamação das vias aéreas, embora nem sempre a infecção manifeste sintomas no animal. 

Pneumonite felina

Infecção produzida por uma bactéria, a pneumonite felina é uma doença transmitida pelo contato direto com gatos infectados ao se lamberem. Como sinais evidentes, apresenta espirros, secreções oculares e nasais, além de conjuntivite. Pode ser evitada, assim como outras infecções, com a vacinação em dia.

Além disso, um gato com dificuldade de respirar pode representar outras doenças, como: 

  • Alergias; 
  • Imunodeficiência felina (FIV);
  • Insuficiência cardíaca congestiva; 
  • Peritonite infecciosa felina (PIF);
  • Pólipos; 
  • Problemas dentários. 
gato com dificuldade de respirar

O que fazer quando ver o gato com dificuldade de respirar?

Encontrou o seu gato com dificuldade de respirar? Leve o animal o mais rápido possível a um veterinário. Como pode ser uma situação de emergência, quanto mais esperar, maior a chance de agravar o quadro de saúde do seu bichinho. Não demore, estamos falando da vida de seu animal de estimação. 

Apenas um especialista poderá fazer a análise, exames e diagnóstico preciso do problema enfrentado pelo gato. Assim, ele indicará o tratamento e medicação adequados de acordo com a doença e características do seu animal. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

6 Comentários

  1. Maria Regina disse:

    Tenho 3gatos um começou com estes sintomas e desapareceu outro começou também Eu entrei com antibiótico sua ajuda foi muito útil pra mim obrigada

  2. Rose martinez disse:

    Meu gato está com.nariz entupido pouca tosse tipo uma vez na semana fez raiox tomou dioxiciclina 50mg por 7 dias suspeito de sinusite por causa do barulho no nariz não sei mais o que dar

  3. Lucia Lima disse:

    Tenho um gatnho de 16 anos, que apresenta muita dificuldade de respiração .Levei no veterinário e no raio X detectou, que parte do seu pulmão está calcificado e que não tem muito o que se fazer, a não ser tentar dar dilatador de brônquios para dar melhor condições do ar chegar às partes do pulmão
    que ainda resta sem calcificação.. Queria muito que tivesse outro tipo de tratamento, pois não quero vê-lo sofrendo assim.

  4. Marilda Vale disse:

    Estou com um gato com falta de ar e a barriga batendo forte . Já levei em 2 veterinarios e passaram antibioticos e disseram que tem que internar para colocar no oxigenio. Na minha cidade não tem oxigenio para gatos. um eses veterinarios é de uma cidade mais próxima 1 hora e meia de viagem, mas na volta ele não morreu pouco agravou o quadro dele com a viagem, devido ao estresse. Por favor me diga alguma coisa para essa falta de ar e batedeira passar. Não aguento mais ver ele sofrendo tanto, só tem 3 aninhos. Desde já agradeço.

    • Cobasi disse:

      Oi Marilda, como vai? Caso ocorra novamente a falta de ar deixe o seu gato em uma posição reta assim conseguira buscar ar. Mas a ajuda de um profissional nestes casos é muito importante.

Deixe o seu comentário