PIF: prevenção da Peritonite Infecciosa Felina

27 de janeiro de 2020

Gatos
pif-em-gatos-blog-cobasi

PIF ou Peritonite Infecciosa Felina, é uma doença causada por um vírus. Ela afeta gatos no mundo inteiro e pode levar à morte. Quer saber como prevenir esta doença no seu gatinho? Continue a leitura.

O que é a PIF?

A PIF é uma doença causada pelo coronavírus felino. Como a maioria das doenças virais, ela é altamente contagiosa. No entanto, esse vírus é bastante comum. O curioso é que apenas uma pequena porcentagem de gatos que entram em contato com ele desenvolvem a doença. Nesses casos, a PIF age de maneira progressiva e pode até matar. Por isso, é importante prevenir e identificar a doença cedo.

A Peritonite Infecciosa Felina ataca o sistema digestivo dos gatos. Ela possui duas variações: PIF seca e PIF úmida.

Enquanto na Peritonite Infecciosa úmida acontece o acúmulo de líquido no peritônio, na Peritonite Infecciosa seca se desenvolve através de nódulos.

Como a Peritonite Infecciosa Felina é transmitida?

O coronavírus felino pode infectar gatos de qualquer idade, mas animais mais jovens, que tenham FeLV ou idosos têm mais chances de desenvolver a doença. Ela não afeta cães e nem humanos.

Essa doença grave é transmitida através de saliva, secreção nasal, urina e das fezes de gatos contaminados. Isso que dizer, que gatos contaminados não podem dividir a caixa de areia, o comedouro ou bebedouro. O mais indicado é não ter um gato com PIF e um sem no mesmo ambiente.

A PIF é mais comum em locais com muitos animais, como abrigos e na rua. Além disso, a PIF pode ser transmitida pela mãe infectada para filhote durante a gestação ou amamentação.

Quais o sintomas da PIF?

Gatos que desenvolvem a PIF podem apresentar falta de apetite, depressão, diarreia e febre persistente. Alguns animais apresentam acúmulo de líquidos na barriga, que pode chegar a causar dificuldades na respiração. Outros podem ter insuficiência hepática e renal, paralisia, vômitos e infecções oculares.

Os sintomas são variados e o diagnóstico difícil, mas feito através de exames de sangue e observação dos sintomas por um veterinário. Uma biópsia e análise de líquidos acumulados também pode ajudar no diagnóstico.

O processo inflamatório causado pela doença eventualmente pode levar à morte do animal. Fazer o acompanhamento veterinário do seu pet, pode salvar a sua vida!

Qual é o tratamento da PIF?

Infelizmente, não há cura para a doença, que pode ser fatal. O tratamento, então, costuma ser indicado para tornar a vida do gato infectado mais confortável e inclui antibióticos, antiinflamatórios, entre outros medicamentos.

Além disso, podem ser recomendados procedimentos para retirar líquidos da região do tórax e da barriga.

Com a medicina veterinária cada vez mais avançada, é possível que um gato com PIF tenha saúde e bem-estar. No entanto, o mais indicado é cuidar do seu pet para que ele não contraia a doença.

Prevenção contra Peritonite Infecciosa Felina

A PIF é uma doença muito agressiva e a melhor forma de cuidar do seu gato é prevenir a doença. A vacina para PIF é pouco recomendada por veterinários, pois, apesar de não ser arriscada, não previne 100% o desenvolvimento dela.

Uma atitude que pode colaborar para prevenção da PIF é manter o espaço dos seus gatos higienizado e deixar a comida e água distantes da caixa de areia. Além disso, a caixa da areia do seu pet precisa ser limpa e desinfectada com frequência.

A melhor forma de prevenir a PIF é restringir o acesso do seu gato à rua. Ao sair para dar uma voltinha, ele pode interagir com outros gatos ou objetos infectados e contrair a doença. Além da Peritonite Infecciosa Felina, gatos que tem acesso à rua ficam suscetíveis às doenças transmissíveis, brigas com outros animais, atropelamento e até maus-tratos.

Gato dentro de casa é gato saudável e feliz!

Quer mais dicas para cuidar do seu gatinho? Confira os posts abaixo: