Oftalmologia veterinária: o que é e quando procurar

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Oftalmologia veterinária: o que é e quando procurar

Assim como para nós, humanos, cuidar dos olhos dos nossos pets é algo essencial. Essa é uma área extremamente delicada e que, às vezes, mesmo tomando os cuidados necessários, pode acabar dando algum problema ao longo da vida do cachorro. Felizmente, a oftalmologia veterinária é uma das especialidades que mais cresce no Brasil atualmente. 

Nesse sentido, com investimentos em novas tecnologias e novas descobertas na área de pesquisas, os profissionais desse ramo estão sempre muito preparados para cuidar dos olhos dos cães, garantindo o bem-estar deles. 

Caso você queira saber mais sobre o assunto, o artigo de hoje irá se aprofundar um pouco no que consiste a oftalmologia veterinária. Vamos lá?

O que é a oftalmologia veterinária?

Trata-se de uma especialidade praticada por veterinários que, após terminarem a faculdade, dedicam mais alguns anos de estudos para se aprofundarem na saúde ocular e no tratamento e prevenção de doenças em animais. 

Nessa perspectiva, o veterinário oftalmologista atende principalmente pequenos animais, como cães e gatos. Parte do seu trabalho é fazer o diagnóstico e o tratamento de doenças que atingem os olhos, tecidos e anexos da área ocular dos animais. 

Nas clínicas especializadas em oftalmologia veterinária, há diversos tipos de atendimentos, como consultas de rotina, cirurgias, exames e colírio-terapia.

Esses profissionais são de extrema importância, uma vez que existem diversas raças de cachorro, como o lhasa apso, pug e buldogue, que possuem predisposição para problemas oculares e podem levar à cegueira. 

Quando devo procurar um veterinário oftalmologista?

Nos primeiros seis anos do animal, a recomendação é visitar um especialista em oftalmologia veterinária uma vez por ano. Assim, caso o seu pet tenha alguma predisposição para doenças oculares, o profissional descobrirá o problema desde cedo, facilitando o tratamento. 

Outros sinais importantes que indicam que você deve levar o seu animal ao veterinário são em caso de ele estar tendo dificuldade para enxergar em ambientes com pouca luz, esbarrando em objetos ou pessoas etc. Além disso, é importante ficar atento a sintomas visíveis, tais como excesso de remela, vermelhidão, irritação, excesso de lacrimejamento, secreção, e até sensibilidade à luz. 

As principais doenças oftalmológicas em pets

As doenças oftalmológicas em pets costumam aparecer quando ele já está na fase adulta ou quando já é idoso. Nessa última fase da vida, as doenças são um pouco difíceis de tratar e, caso não sejam bem cuidadas, podem levar o animal à cegueira. 

Ao longo dos anos da vida do pet, diversas doenças que são muito comuns em humanos podem ser bastante frequentes em animais também. Vamos conferir as mais recorrentes.

Úlceras de córnea

Essa doença é caracterizada por uma erosão na região da córnea. Ela pode ser causada por infecções ou por outras doenças secundárias. Quando atinge o olho do animal, pode deixá-lo sensível, vermelho, com secreções e lacrimejamento. O tratamento é feito através de colírios ou, em casos mais graves, com cirurgia. 

Glaucoma

O glaucoma causa uma elevação na pressão intraocular. Assim, a retina acaba ficando muito seca, podendo levar o animal à cegueira. É uma doença que pode se manifestar por conta da idade avançada, por questões genéticas ou pela predisposição da raça. 

Esse é o tipo de enfermidade que precisa ser detectada o mais cedo possível, para que o tratamento seja mais efetivo. 

Catarata

A catarata é uma doença que costuma atingir animais em idade mais avançada. Nela, o cão desenvolve uma película esbranquiçada nos olhos que impede a passagem da luz para a região da retina. Assim, ele fica sem conseguir enxergar. 

Essa doença é causada por traumas nos olhos, genética ou pela diabetes. O tratamento se dá através de cirurgia e costuma ter uma taxa de sucesso bem grande. 

Conjuntivite

Oftalmologia veterinária: o que é e quando procurar

Essa é uma enfermidade muito frequente em animais, principalmente cachorros. Ela ocorre por conta de problemas de lubrificação ocular, fazendo com que a córnea inflame. 

Os sintomas vão desde o excesso de secreções e vermelhidão, até a vascularização da córnea. O tratamento é feito com o uso de colírios. 

Além dessas, existem outras enfermidades que podem acometer a saúde ocular do seu animal de estimação. Portanto, caso você perceba qualquer anormalidade, leve-o imediatamente ao veterinário oftalmologista, para obter um diagnóstico e tratar o pet da forma mais apropriada. 

Para isso, você pode sempre contar com a SPet, que é uma rede de veterinários parceira da Cobasi. Nas nossas unidades, temos especialistas prontos para atender o seu pet com excelência, tirando todas as suas dúvidas e te ajudando com qualquer problema de saúde que ele possa vir a ter.  

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário