Plantas tóxicas, cuidados e tipos comuns

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Plantas tóxicas

As plantas tóxicas são um perigo silencioso, pois às vezes as pessoas só percebem que essas plantas são perigosas depois de um acidente. Por isso é preciso tomar cuidado, afinal essas plantinhas não vêm com um aviso de segurança e por vezes as mais lindas e delicadas podem carregar substâncias perigosas à saúde.

Por isso, se a aparência engana, é melhor conhecer quais as plantas tóxicas mais comuns para poder evitá-las. Além disso, é importante conhecer os sinais de intoxicação em animais ou crianças e saber o que fazer em um caso desses

O que são as plantas tóxicas?

O número médio de casos por intoxicação com plantas no Brasil é de duas mil pessoas por ano, sendo que as crianças são as mais afetadas. Mas além dos humanos, é também muito comum os casos de animais intoxicados ou envenenados por plantas.

Crianças e animais são os mais afetados pelo simples motivo de serem exploradores natos. E a principal forma que eles têm de explorar o mundo é com a boca. Assim, pode acontecer de alguma folha, flor ou fruto das plantas serem comidas por crianças pequenas ou pets curiosos. E se essa for uma planta tóxica os riscos à saúde são muito sérios.

As substâncias venenosas ou irritantes ao organismo nem sempre estão igualmente distribuídas no corpo da planta. Ou seja, algumas plantas podem ter partes que são tóxicas e outras que não são. E há também as plantas que são inteiramente tóxicas, das raízes aos frutos, das sementes às folhas.

Além da ingestão, a intoxicação ou alergia por plantas tóxicas também podem ocorrer através do toque ou da inalação. Por isso, embora algumas medidas de segurança podem ser tomadas como deixar as plantas em lugares onde crianças e animais não alcancem, o ideal é evitar ter essas plantas por perto.

Plantas tóxicas mais comuns

Algumas das plantas tóxicas mais facilmente encontradas em nossas casas e jardins são as seguintes:

  • Antúrio
  • Violeta
  • Lírio
  • Azaleia
  • Copo de leite
  • Coroa de cristo
  • Comigo ninguém pode
  • Beladona
  • Espada de São Jorge
  • Hortência
  • Dama da noite.

Algumas delas apresentam toxicidade só em partes específicas, já outras são inteiramente tóxicas como Dieffenbachia picta, também conhecidas como comigo-ninguém-pode. O nome popular já indica o quão perigosa essa planta pode ser. De fato, esta espécie é a principal responsável pelos casos de internação por intoxicação por plantas no Brasil.

Animais e crianças podem comer plantas tóxicas sem querer

Sintomas de intoxicação por plantas

Se você não sabe se as plantas que estão na sua casa são tóxicas, fique atento aos sintomas de intoxicação ou irritação nas crianças ou nos pets. Os sintomas vão variar de acordo com o quanto o animal ou a criança estiveram expostos às substâncias tóxicas. 

Sinais como vômito, diarréia, apatia, convulsão, perda de coordenação motora e de apetite,  e irritação nas pele devem ser levados a sério. Se você suspeitar que está diante de um caso de intoxicação, não perca tempo e procure um médico ou veterinário o quanto antes.

Viu como é importante conhecer quais plantas temos em casa? Veja mais dicas de jardinagem e cuidados com a saúde dos pets que separamos especialmente para você:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário