Camila, Nick e Jade

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

História do Nick

Já faz um pouco mais de 11 anos, em 10 de maio de 2007, uma quinta-feira muito, muito fria de outono. Estava na porta do colégio, mais ou menos na hora do almoço, esperando as aulas preparatórias para o vestibular que ocorriam no período da tarde já que cursava o terceiro ano do ensino médio.

De repente, vejo uma bolinha de pelo preta, tentando correr e caindo na guia da calçada, quase sendo atropelado por um carro. O cãozinho se levantou e ao tentar novamente correr, rolou calçada abaixo. Fiquei com muita dó e acabei pegando o cachorro no colo.

Minhas amigas me questionaram o que eu ia fazer, como não tinha ideia, liguei para minha mãe e pedi para ela ir até a escola levar o pet para casa, enquanto isso coloquei-o dentro do meu casaco para protegê-lo do frio. No primeiro momento, ela não ficou muito feliz, já tínhamos duas cadelas vira-latas que resgatamos das ruas e adotamos, mesmo assim, foi até a porta da escola buscar o cachorro e ao vê-lo ficou com peninha e gostou do bichinho.

nick-e-acamila-blog-cobasi

Passei a tarde na escola e ao chegar em casa, o cachorro já veio fazer festinha para mim. Ao levar no veterinário, descobrimos que ele tinha entre dois, três meses, tivemos que vacinar, vermifugar e após um tempinho castrar.

Acabou sendo o presente que dei a minha mãe próximo ao dia das mães daquele ano, ela que escolheu o nome dele, Nick. Não só resgatar, eu escolhi adotar e hoje o Nick é um cachorro de 11 anos, de cor cinza, pesando 22kg e é uma das alegrias da casa. É um cão grande, atrapalhado, que nunca entendeu que cresceu, vive derrubando coisas e tem muito medo de barata, proporcionando belas risadas.

História da Jade

Tínhamos três cachorros, a Safiri, Cindy e Nick, todos vira-latas adotados. Em 2016 a Cindy faleceu, no início de 2018 foi a Safiri, duas senhoras. Quem tem mais de um cachorro em casa sabe a bagunça que é, casa sempre agitada.

camila-e-jade-blog-cobasi

Com somente um cachorro, a casa parecia estar vazia e com isso decidimos adotar mais um animal. Trabalhando na Cobasi, indiquei os centros de adoções da Cobasi para adotar uma cachorrinha, pois os animais são castrados e vacinados.

Meus pais visitaram alguns locais e adotaram uma cadelinha, de mais ou menos um ano, chamada Menina na Cobasi Radial Leste. Uma “filhota” fez com que a casa ficasse agitada novamente, ela não deixa o outro cachorro – que já é um senhor – em paz, rouba meia, mastiga chinelos, pega sapato e destrói quase tudo que passa pela sua boquinha.

A Menina agora é Jade e é um agito só, divertindo todo mundo que vai em casa.

Camila é colaboradora da Cobasi desde 2016

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Tania disse:

    Que história mais linda, a Camila está de parabéns pelo canaizinhos resgatados

Deixe o seu comentário