Akita Americano: amigável e corajoso

Por Cobasi

Compartilhar:

Super peludo, o Akita Americano lembra aqueles bichinhos de pelúcia quando filhote. Na realidade, ele não perde o aspecto carinhoso, mas ganha outro componente relevante, a coragem.

A proteção e a vigilância são estados comuns desta raça que vem desde os primórdios de sua origem. Venha conhecer mais sobre o Akita Americano na leitura abaixo! 

​Qual a origem do Akita Americano?

A origem do Akita Americano está ligada ao Akita Japonês. No século 17, havia uma província no Japão chamada Akita onde os “Akitas Matagis” eram utilizados como cães de briga. 

A história começa a mudar a partir da Segunda Guerra Mundial. Neste período, a polícia japonesa capturou e confiscou todos os cães, à exceção do Pastor Alemão, usado com propósitos militares.

Isto causou uma redução nos Akitas e alguns acabaram cruzando com os Pastores Alemão. Após a Guerra, alguns americanos levaram os cães com eles, caracterizando uma nova raça, diferente da japonesa.  

​Características do Akita Americano?

De grande porte, o Akita Americano tem uma estrutura sólida e bem equilibrada. É peludo, com uma pelagem sendo considerada dupla. Ou seja, tem um subpelo mais grosso e macio, além de uma pelagem externa mais áspera e reta. 

As cores dos pelos variam entre os cães. Pode ser vermelho, branco, fulvo ou malhado e tigrado. Em todas, não deixam de ser brilhantes e claras, com manchas moderadas com ou sem faixas brancas (chamadas de máscaras). 

Fisicamente, o Akita Americano chama a atenção pela cabeça larga e avantajada em formato triangular, os olhos levemente pequenos e o focinho profundo.

As orelhas triangulares são marcantes na raça e ficam levantadas em linha com o pescoço. Tem uma cauda grande, muita peluda e enrolada, que costuma ficar nas costas do pet, equilibrada com a cabeça. 

akita-americano

​Comportamento do Akita Americano?

Já imaginou um cão receptivo e, ao mesmo tempo, teimoso? Este é o Akita Americano, que é amigável e dócil, mas também exerce um lado dominante e desconfiado perante a outros cães e também de desconhecidos. Neste caso, é importante a socialização do animal desde cedo, ainda filhote, o que ajuda a diminuir a possível resistência a outros pets. 

É corajoso, digno e protetor, em virtude de ser um cachorro em estado frequente de alerta. Tem muita energia para gastar, necessitando uma maior atenção de seus tutores. Porém, não apaga o fato de ser um ótimo cão de companhia para a família

Não tem como característica o latido constante, geralmente sendo mais reservado e paciente, sobretudo as fêmeas. 

​Como cuidar do Akita Americano?

Como o Akita Americano tem uma pelagem dupla, a escovação precisa ter uma atenção especial. O ideal é escová-lo uma vez por semana, assim garante que ele fique com uma pelagem macia e brilhante.

Quando houver a troca de pelos, normalmente na primavera e outono, a escovação deve ser diária. Dessa forma, impede o aparecimento de eczemas, doença que afeta a pele do Akita Americano. 

Estimule o seu amigo a realizar exercícios desde cedo. Não somente para gastar energia, mas também contribui na socialização com a família e outros pets. O uso de brincadeiras é uma atividade bacana que ajuda no bem-estar do animal. 

Por causa de seu tamanho, o Akita Americano pode vir a ter certos problemas de saúde, como a displasia coxofemoral, uma doença que causa uma má formação na articulação do quadril. Fique atento e cuide de seu animal de estimação com o carinho que ele merece! 

Quer saber sobre os cuidados com o seu cão? Acesse os posts de nosso blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário