Dicas para realizar o adestramento de cães

Franciclaudio Soares Silva

| Atualizada em

Colaboração de Franciclaudio Soares Silva

Compartilhar:
adestramento de cães sendo realizado com um border collie

Sempre que se fala em adestramento de cães, já imaginamos o cãozinho realizando diversos truques. Porém, o adestramento vai muito além disso e envolve o bem-estar do pet e da família.

Conversamos com o biólogo Claudio Soares para entender mais sobre o comportamento do animal e como realizar o adestramento do cachorro.

Além de truques, com o treinamento adequado, seu pet aprenderá a fazer a necessidades no lugar certo, não rasgar o sofá ou o chinelo, e muito mais.

O adestramento pode ser entendido como uma forma de estabelecer canais de comunicação entre o cão e seu tutor.

A seguir vamos dar algumas dicas essenciais para o adestramento de cães. Coisas simples e fáceis de fazer, basta paciência, persistência e dedicação para deixar seu cãozinho mais educado.

Quando começar o adestramento de cães?

“O ideal é desde filhote, pois o poder de associação dos comandos é melhor nessa fase. Lembrando que nada impede que cães já adultos possam ser adestrados. O que muda é justamente esse tempo de assimilação do comando”, explica o biólogo Claudio Soares.

Devemos destacar também que esse processo de aprendizagem depende de inúmeros fatores, como, a personalidade de cada animal. Por exemplo, algumas raças possuem uma facilidade maior de assimilar comandos, já outras não. Mas independente disso, sabemos que o tutor tem um grande papel nesse período de educação do bichinho de estimação. Sendo assim, o mais importante no processo de adestramento de cães é fazer com que o pet consiga compreender o que seu tutor deseja. E para cada tipo de comportamento desejado existe uma técnica e, também produtos que podem auxiliar nesse processo.

Como ensinar o cãozinho fazer as necessidades no local certo?

filhote faz xixi no tapete higiênico

É aconselhável ensinar o cãozinho a fazer as necessidades no local correto desde os primeiros dias no novo lar. Isso vale para os cães filhotes e também para os adultos ou idosos. A ideia é aproveitar o momento de adaptação na nova casa.

Uma das primeiras coisas que devemos fazer para educar o cachorrinho a fazer suas necessidades no local correto é: determinar um local especifico, um cantinho no qual ele se sinta seguro, confiante e confortável.

Além disso, a superfície desse local tem que ser absorvente – cachorro não gosta de molhar a patinha – e sim, isso é algo importante nesse período de aprendizagem. Por isso, o tapete higiênico e os banheiros inteligentes são tão úteis e importantes. Eles absorvem a urina deixando a superfície sempre seca e atraindo o cãozinho.

Após de escolher o local e colocar o tapete higiênico, é fundamental o acompanhamento do tutor.

Nesta fase do adestramento para cães, é importante direcionar o cãozinho a fazer as necessidades no lugar certo. A melhor forma de fazer isso é usando o reforço positivo. Evite broncas, pois elas inibem o comportamento desejado, e sempre que o pet fizer xixi no local correto faça carinho e dê o seu petisco favorito.

Ainda existe mais uma forma de auxiliar nessa educação sanitária. Aposte nos atrativos sanitários, que tem como função atrair o cão a fazer suas necessidades no local certo.

Como ensinar seu cão a passear?

Sempre que os cães saem para passear na rua, são estimulados de diversas formas: cheiros, barulhos, passagem de pessoas, carros… sendo assim, eles acabam ficando bem eufóricos – dificultando a condução do tutor, ou em alguns casos inviabilizando passeio.

O adestramento de cães é muito importante nesse momento e ajuda a manter o pet calmo e não deixar essa euforia atrapalhar. Afinal de contas, o passeio é uma forma de aumentar essa relação entre cão e seu tutor. Além disso, um cão com um bom comportamento social facilita na hora de leva-lo ao banho e tosa, veterinário e viagens.

O treino começa dentro de casa, familiarizando o cachorro com a coleira e a guia, os equipamentos necessários para uma passeio seguro. Coloque os acessórios no animal e deixe-o por alguns minutos com os equipamentos de passeio, apenas para ele não estranhar na hora de sair de casa. Hora de ir para a rua! Comece com passeios curtos e, conforme a adaptação do cachorro, amplie o tempo de caminhada.

Um ponto importante nesse tipo de ensinamento é impedir que o cachorro puxe a guia desesperadamente. Quando isso acontece, o cachorro nem consegue aproveitar o passeio. Para que isso não ocorra, uma dica é não ceder a vontade do animal passando uma postura liderança para o cãozinho. Para ajudar nessa tarefa, conheça os acessórios para passeios disponíveis no nosso site.

Ensine comandos básicos de adestramento de cães

Um dos primeiros comandos, senão o primeiro a ser ensinado ao seu cão, após ou durante os adestramentos sanitário e comportamental no passeio é o truque de sentar. Uma técnica muito aplicada pelos adestradores, é utilizar uma recompensa e reforçar o comportamento positivo.

Segure o petisco favorito acima da cabeça do animal e mova o braço lentamente para as costas do pet até que ele sente. Em cada acerto do comando o cãozinho deve ser recompensado.

Só lembrando que cada animalzinho possui um tempo de assimilação do comando diferente do outro. Quando ele evoluir na aprendizagem e assimilação, ensine novos truques. “É importante que ensinemos esses truques aos poucos, assim é mais fácil para o animal assimilar”, explica o biólogo Claudio Soares.

O mais importante é que esse animalzinho receba bastante amor e carinho. Isso com certeza fará com que ele aprenda mais rápido e que o adestramento de cães seja eficaz. Além disso, o tutor precisa ter muita paciência e disciplina. Não basta ensinar uma vez e achar que já fez o papel de educador. É uma tarefa que exigirá muita atenção e tempo.

Você tem alguma dúvida sobre adestramento de cães? Escreva para nós nos comentários!

Veja mais posts sobre adestramento de cães:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

3 Comentários

  1. Gustavo Prata de Oliveira disse:

    Cobasi, gostei das dicas. Aposto que irá ajudar muitas pessoas e seus cãozinhos. Eu tive problemas de socialização com “Julie” minha shitzu de 11 anos. Harmonia em família com seu cão é tudo de bom. Esse ebook me ajudou bastante para educação dela – https://bit.ly/comoeducarseucaopanheiro

  2. Akemi disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de saber se a feira de adoção é somente de cachorro ou tb é de gato?

Deixe o seu comentário