Briga de Pitbull: 1 mentira e 3 verdades

Compartilhar:


Pitbull branco sorrindo

Você sabia que a briga de Pitbull não é nada comum? Cães da raça são considerados agressivos e perigosos, mas, na verdade, esses pets são dóceis e muito inteligentes.

A má fama do cão precisa ser desconstruída! Por isso, a Cobasi listou uma mentira e três verdades sobre os Pitbulls, cachorros que merecem muito amor e acolhimento.

1) A briga de Pitbull é comum, porque os cães são agressivos

É mentira! Nenhum animal é agressivo por si só. Como qualquer outra raça, cães podem ficar agressivos por causa de maus tratos ou genética.

Infelizmente, muitos tutores cruzam animais bravos para garantir uma linhagem violenta. O modo de tratar o animal também está relacionado a como o pet irá se comportar enquanto cresce.

Já a briga de Pitbull costuma acontecer em rinhas clandestinas (proibidas no Brasil), que também contribuem para que o cão seja reconhecido por sua ferocidade. Os animais são tratados com violência e agressividade, para agirem da mesma forma durante a luta.

Notícias esporádicas sobre tragédias envolvendo Pitbulls também fortalecem a imagem errada do pet. 

Contudo, a realidade é outra. Quando bem cuidado, a raça torna-se extremamente amigável e companheira.

2) O Pitbull era considerado um cachorro babá

Briga de Pitbull? Que nada! É verdade: por mais de 150 anos, o cão foi considerado um cachorro babá. Era comum que inúmeras famílias tivessem um Pitbull em casa, para cuidar do bebê com carinho e muita paciência.

Por mais que a designação tenha sido deixada para trás por causa das rinhas, eles se dão muito bem com os pequenos e adoram brincar com crianças.

Os Pitbulls adoram se divertir! Contudo, é importante haver a supervisão de um adulto durante a interação. Como os cães da raça são fortes e pesados, podem machucar crianças sem querer.

3) O Pitbull precisa de uma rotina ativa

Muitas pessoas associam o porte físico musculoso e atlético do animal à agressividade. Mas, essa relação está errada. O porte do animal não tem nada a ver com a sua personalidade.

No entanto, é verdade que o Pitbull precisa de uma rotina ativa. Eles têm muita energia, adoram fazer exercícios físicos e se divertir. Portanto, é importante garantir brinquedos para o animal.

Tão fundamental quanto os exercícios frequentes, é a alimentação. Eles precisam de um cardápio especial, para manter a saúde em dia. 

Vá ao veterinário para identificar as rações que suprem todas as necessidades do pet e crie uma rotina de passeios regulares. 

4) O cão faz de tudo para agradar seus tutores

Briga de Pitbull é mentira! Pitbull feliz, mostrando a língua

Verdade! Principalmente quando ainda estão pequenos, eles adoram cuidar e fazer companhia ao tutor, com muitas brincadeiras.

O Pitbull é brincalhão, leal, equilibrado e muito inteligente, por isso é fácil ensinar truques ao animal de estimação. Mas, ao mesmo tempo, o tutor precisa de muita paciência para lidar com a personalidade sapeca e teimosa do bichinho.

A briga de Pitbull é rara entre animais bem cuidados socialmente, psicologicamente e fisicamente desde pequenos.

Com muito amor e carinho, seu pet será o cão mais doce!

Gostou? Garanta o bem-estar do seu pet com as dicas da Cobasi:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário