Calopsita tremendo: descubra o que pode ser e como evitar

Compartilhar:


calopsita tremendo

A calopsita tremendo pode ser um sinal de alerta para o tutor. Embora muita gente acredite que esse comportamento é normal, os tremores em excesso não são nada comuns e merecem atenção. 

Essas aves estão sempre em estado de alerta, e por isso podem tremer quando se sentem assustadas. No entanto, uma calopsita encorujada e tremendo pode ser sinal de que algo está errado. 

Tiago Calil Ambiel, da Educação Corporativa da Cobasi, irá nos ajudar a entender essa condição das aves. Portanto, continue lendo para saber se é normal a calopsita tremer e como tratar essa situação.

Calopsita tremendo de medo

As calopsitas costumam ser um pouco assustadas e medrosas, o que faz com que elas se assustem com mais facilidade do que outras aves. Além disso, é comum que elas se sintam um pouco amedrontadas logo após a adoção.

Isso acontece porque, mesmo sendo bem tratadas, elas ainda não se familiarizaram com o ambiente, portanto, ainda podem se sentir ameaçadas. Nesses casos, é comum notar que a calopsita fica tremendo e tentando fugir. No entanto, quando ela se acostumar com o novo lar, os tremores vão passar. 

Uma das formas de ajudar a calopsita a superar o receio da casa nova é estando sempre presente e mostrando ao pet que você só quer oferecer amor e um lar aconchegante para ela. 

Uma das formas de fazer isso é oferecendo à ave uma gaiola equipada com brinquedos para ela se distrair e brincar. Além, é claro, de oferecer uma alimentação específica para as calopsitas. Os carinhos também são bem-vindos, mas se você notar que ela está assustada, não force!

Além desses fatores, a calopsita tremendo pode indicar medo de outro pet, especialmente para os tutores que têm, além da ave, cães ou gatos. Isso porque os latidos podem assustar a ave. Além disso, os gatinhos às vezes fazem movimentos bruscos, causando medo na calopsita.

Calopsita tremendo pode ser problema metabólico?

Por serem pequenas, as aves tendem a ter o metabolismo bastante rápido, por isso é fundamental que esses animais tenham uma dieta balanceada. No entanto, caso haja algum descuido, é muito fácil essa ave apresentar algum problema metabólico, como a hipoglicemia. 

E essa pode ser uma das condições que fazem com que a calopsita fique tremendo, como explica Tiago Calil. “Este é um dos sinais clínicos quando as aves estão com baixos níveis de açúcar no sangue. Nesse caso, leve o animal assim que possível a um veterinário de silvestre.”

A hipoglicemia das aves é uma condição de saúde muito semelhante à dos mamíferos, e ocorre quando a taxa de glicose do sangue fica menor que o normal. 

No caso das aves, a hipoglicemia pode ser sinal de falta de nutrição adequada, jejum prolongado, doença hepática, problemas endócrinos ou septicemia. Nesses casos, é importante levar o animal ao veterinário.  

Além disso, se você notar a calopsita tremendo na cabeça com muita frequência, é essencial levá-la ao veterinário o mais rápido possível. 

Os tremores podem indicar que o pet está com frio

calopsita tremendo

Afinal de contas, as aves podem sentir frio? Assim como os humanos e outros animais, as aves podem sentir as mudanças de temperatura, especialmente se a gaiola estiver em alguma região de correnteza de vento. 

Nesse caso, a calopsita encorujada e sonolenta pode ser um indicativo de que ela não está suportando muito bem a baixa temperatura. 

De acordo com Ambiel, ”o ato da calopsita tremer pode estar relacionado com diferentes situações. Nesse caso, o tutor precisa analisar e levar em conta fatores ambientais e comportamentais.”

Para isso, o ideal é ficar atento se o viveiro ou gaiola não está em um local muito aberto ou úmido para a ave. Caso esteja, o ideal é colocar a gaiola dentro de casa e evitar que o animal fique exposto ao vento.

O biólogo indica alguns cuidados com a ave: “Observe a temperatura do ambiente, pois pode ser frio. Nesse caso, vale tentar acomodá-la em um ambiente com temperatura estável, colocar um cobertor em cima do viveiro. Touquinhas também são bem-vindas, até o comportamento cessar”.

Caso não seja possível deixar a gaiola dentro de casa, o tutor pode colocar um pano grosso em parte do viveiro para evitar muita entrada de ar gelado, além disso, é importante se atentar para a alimentação da ave nesse período.

Assim ela consegue receber energia suficiente para se manter mais protegida e aguentar o frio. Em casos de dúvidas, procure um veterinário para entender melhor o funcionamento do organismo das aves. 

Gostou das dicas? Saiba mais sobre os cuidados com calopsitas no inverno no CobasiCast, o podcast da Cobasi:

Tiago Calil Ambiel

| Atualizada em

Colaboração de Tiago Calil Ambiel

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

4 Comentários

  1. Gaby Leite disse:

    Olá tudo bem? Preciso de uma ajudinha.
    Deixei a gaiola dela na parte externa da minha casa pra ela tomar um solzinho, e acabou ventando e a gaiola caiu, agr estou super preocupada pq não tenho nocaoydos riscos, ela se machucou um pouquinho, uma pena dela foi arrancada pela gaiola e ela está tremendo. O que eu faço???

  2. Gaby Leite disse:

    Minha calopsita está quietinha, até parece que quer dormir, será que a tremedeira pode ser do susto? Eu tô super preocupada com ela.

Deixe o seu comentário