Gato sem pelo: saiba tudo sobre o Sphynx

1 de abril de 2021

Gatos
Gato sem pelo: saiba tudo sobre o Sphynx

Talvez você nunca tenha tido a oportunidade de ver um gato sem pelo de perto, mas provavelmente já os viu em algum filme ou programa de TV. O que chama atenção no sphynx, logo de cara, é a falta de pelos no corpo do bichano, mas há muito mais a se saber sobre esses animais!

Vem com a gente nesse artigo descobrir outras características do sphynx e, quem sabe, se encantar por um deles!

Origem e características do sphynx, o gato sem pelo 

Curiosamente, o gato sem pelo surgiu pela primeira vez em um lugar muito frio: o Canadá. Em 1966, uma gata da província de Ontário teve uma ninhada e, entre os filhotes, estava um sphynx. Foi descoberto que essa característica se dá por uma mutação genética, ou seja, é algo natural. Anos depois o nascimento de gatinhos pelados voltou a se repetir em outras partes do mundo e, a partir daí, os entusiastas de felinos começaram a se dedicar e investir bastante na criação e desenvolvimento da nova raça. 

A palavra sphinx, em inglês, significa esfinge, e por isso muita gente acredita que a origem desse gatinho é o Egito. Na verdade, o nome da raça foi escolhido por conta das semelhanças do bichano com a Esfinge de Gizé. Se você não conhece, vale a pena fazer uma busca por imagens dessa esfinge para entender melhor o que estamos dizendo.

Gato sem pelo: enrugadinho, careca e fofo

Gato sem pelo: enrugadinho, careca e fofo

É bem verdade que o sphynx não tem o corpo coberto por pelos como um gato tradicional, mas ele não é totalmente careca. Na verdade, a textura da pele do sphynx se assemelha muito a um tecido de camurça, ou a um pêssego. Essa penugem, bem fininha, macia e quase invisível, torna o sphynx uma delícia de acariciar.

O gato sem pelo também é reconhecido por ser bastante enrugadinho: o corpo é todo coberto por dobrinhas na pele, o que requer alguns cuidados extras de higiene para manter o animal saudável. Assim como outros gatos, o sphynx é capaz de fazer sua própria limpeza, mas precisa de uma forcinha para remover o excesso de oleosidade da pele.

Por isso, são recomendados ciclos semanais de higiene completa, que incluem banhos, limpeza das orelhas, dos olhos e das patas (incluindo os dedinhos). Quem tem um sphynx em casa precisa garantir que o bichano seja acompanhado por um médico veterinário com regularidade para receber orientações precisas sobre os cuidados necessários com o pet, especialmente no que diz respeito à sua pele, que se torna mais vulnerável por estar exposta.

Fome de afeto (e de comida também)

Fome de afeto (e de comida também)

Apesar da aparência séria e aristocrática, o gato sem pelo é muito carinhoso, e se apega facilmente aos seus tutores. É bem provável que fique bem “grudadinho” aos seus humanos quando estiverem todos em casa, convidando para sessões intermináveis de brincadeiras, carinho e muito aconchego. 

E por falar em aconchego, a temperatura corporal de um gato sem pelo pode ser de até 4 graus mais alta do que de outros gatos!  Para manter-se aquecido, o sphynx precisa ingerir alimentos que ofereçam uma quantidade maior de proteínas e calorias. Existem alimentos específicos para eles, então não deixe de conversar com o médico veterinário sobre a quantidade e o número de refeições diárias que seu gatinho precisa para se manter bem e saudável.

Confira mais alguns artigos que selecionamos para você: