Tipos de areia para gato: o banheiro dos felinos

17 de fevereiro de 2021

Gatos
Filhote saindo da caixa de caria para gato

Gatos têm suas peculiaridades, mas em se tratando de higiene eles dão um baile na maioria dos outros bichos. Naturalmente, essa mania por limpeza se estende para a hora de ir ao banheiro –mais precisamente, na caixinha de areia para gato.

Por isso, a escolha da areia higiênica é tão importante quanto a definição de que tipo de ração o gato deve consumir. E, assim como as comidas, o felino pode torcer o nariz (no caso, o bumbum) para a areia que não lhe agrade.

Tipos de areia para gato

Tutores que nunca tiveram gatos podem pensar que há apenas um tipo de areia, ou que a diferença entre os produtos à venda é meramente de marca ou de preço.

Para a surpresa deles, há no mercado grande variedade de areias higiênicas, produzidas com diferentes materiais, com grãos que podem ser finos, médios ou mais grossos, com ou sem perfume, com aditivos de combate ao mau cheiro, entre outras características.

Reunimos neste texto os tipos e as características das principais areias sanitárias para gatos:

Areia de argila

É o tipo mais comum de areia sanitária para gatos. Ela é composta por granulados à base de argila, que se transformam em torrões firmes quando o felino faz xixi. Ela neutraliza os cheiros ruins, mas exige do tutor atenção, pois precisa ser retirada da caixa higiênica diariamente. 

O tamanho do grão varia de acordo com cada marca, assim como os preços e a qualidade. Se o tutor estiver em dúvida se seu amigo vai se adaptar bem a ela, o ideal é que ele faça o teste com outros tipos de areia higiênica.

Areia de madeira

Composta por grãos de madeira de reflorestamento, essa areia costuma ter uma boa absorção, além de controlar bem o odor de urina e de fezes. Uma característica interessante do produto é que ele se dissolve ao entrar em contato com a urina, transformando-se em um pó que pode ser facilmente peneirado durante a limpeza da caixa de areia.

Outra vantagem é o preço: ela sai bem mais em conta do que a maioria das outras areias higiênicas. Além disso, sua matéria-prima é natural, podendo ser descartada no vaso sanitário sem prejuízo à natureza. E ela não causa alergias nos bichanos..

Areia para gato biodegradável

Outra opção que não agride o meio ambiente é a areia biodegradável. Esse tipo de produto também é produzido com fontes renováveis, como milho e mandioca, e pode ser facilmente descartado no vaso sanitário ou no lixo comum.

Os grãos são macios, têm boa absorção e ótimo poder de neutralização de odores. Quando o gato urina nela, a areia se transforma em torrões firmes que são facilmente identificáveis na hora da limpeza.

As desvantagens são poucas, mas existem: por serem de origem vegetal, precisam ser substituídas com mais frequência que as suas concorrentes. Além disso, o gato (ou um cachorro comilão) pode querer fazer um lanchinho e se alimentar dos grãos.

Areia para gato de sílica

Na forma de bolinhas ou microcristais constituídos por um gel com alto poder de absorção de líquidos, esse tipo de areia para gato pode ser usado por mais tempo. Essa característica compensa seu preço mais caro, já que o custo-benefício é maior. Mas, se seu bichano for exigente, essa troca poderá ter que ser feita em menos tempo.

Outra vantagem é que os grãos mudam de cor quando estão sujos, o que facilita (e muito) na hora de limpar a caixa. Ela também neutraliza bem o odor da urina, e, por isso, é indicada para uso em ambientes com pouca ventilação ou com grande circulação de pessoas.

O ponto fraco é que a areia de sílica pode fazer mal à saúde se ingerida acidentalmente pelo gato ou por um cachorro curioso, causando diarreia no bicho.

Areia para gato de bentonita

Composta por uma mistura de argilas de grãos muito finos, feita a partir de cinzas vulcânicas, essa areia tem alto poder absorvente e, consequentemente, forma torrões ainda mais firmes do que os demais produtos concorrentes.

Ela torna a limpeza da caixa uma tarefa de fácil execução e tem alto rendimento. Assim como as outras, ela ajuda a controlar os cheiros ruins, mas precisa ser retirada diariamente da caixa.

Eliminação de odores

Mulher agachada limpando a caixa de areia para gato

Uma coisa que os tutores devem prestar atenção é se a areia que ele pretende comprar para seu amigo elimina bem os odores ou só os ameniza.

Quem mora em casa ou quem tem uma ampla e ventilada área de serviço não precisa se preocupar tanto com a eliminação dos odores de urina. Mas se sua realidade é diferente, a escolha do produto terá que levar em conta seu poder em reter o mau cheiro.

Uma dica é ver se a areia tem carvão ativado ou outros compostos químicos para aumentar essa capacidade de neutralizar o cheiro de urina. Um veterinário poderá ajudá-lo nessa escolha.

Caixa de areia para gato

Outro produto que deve ser levado em conta é a própria caixa que irá armazenar a areia. Pense na caixa como o banheiro do gato: se ele não se sentir à vontade nela, nem a melhor areia fará com que ele se alivie lá.

O ideal é que a caixa de areia tenha, no mínimo, uma vez e meia o tamanho do gato. Dessa forma, o animal consegue dar voltas ao redor do próprio corpo antes de se agachar para fazer o número um ou o número dois.

Além disso, há diversos modelos de caixas, com alturas e tamanhos próprios, para todos os gostos exigentes dos felinos.

E lembre-se: gatos não gostam de compartilhar o banheiro com ninguém. Por isso, se você tiver mais de um bichano, o ideal é que cada um tenha sua caixinha própria (se possível, com uma caixinha extra para o caso de um deles “enjoar” do banheiro antigo). Afinal, são gatos!

Gostou deste texto? Leia mais em nosso blog: