O que o peixe betta pode comer além de ração? Descubra!

Por Cobasi

Compartilhar:
o que o peixe betta pode comer alem da ração

Com beleza estonteante, os bettas estão entre os peixes preferidos dos iniciantes no aquarismo. São pequenos, mas resistentes. Por isso, fazem sucesso como animal de estimação. Mas a alimentação desses peixinhos ainda gera muitas dúvidas. Afinal, o que o peixe betta pode comer além da ração?

Neste texto explicamos tudo o que você precisa saber sobre a alimentação desse peixe carnívoro, originário do Sudeste Asiático!  

Características do peixe betta

O betta também é conhecido pelo apelido de “peixe de briga siamês”, por causa da agressividade e brigas com outros da mesma espécie. Assim, deve ser criado sozinho no aquário.

Por falar em aquário, o ideal para a criação desta espécie é um tanque com no mínimo quatro litros. Além disso, filtro, aquecedor, teste de pH e anti-cloro são essenciais. Apesar da capacidade deste peixe de respirar o ar da atmosfera, manter a qualidade da água é dar maior qualidade de vida ao seu animal de estimação.

Como é a alimentação do peixe betta?

Os peixes dessa espécie são carnívoros. Assim, em habitat natural, comem diferentes tipos de larvas, insetos e ovos de insetos. Por isso, é importante que a proteína faça parte alimentação do peixe betta. De uma maneira geral, existem duas opções para oferecer o alimento adequado à espécie: alimentos vivos ou rações especiais.

Mas os peixes bettas podem comer qualquer ração? Em relação às rações, as mais indicadas são as específicas para a espécie. Dessa forma, você vai ter a certeza de que seu peixe está consumindo todos os nutrientes necessários.

o que o peixe betta pode comer alem da ração

Tipos de ração

A indicação dos especialistas é procurar usar as rações especiais para bettas. Existem diversos tipos, porém, as mais comuns são em formato de bolinhas (pellets) ou em flocos. As rações em flocos são as mais indicadas, pois são melhor digeridas pela espécie.

Alimentos vivos

Apesar de a ração ser suficiente em termos nutricionais, oferecer alimento vivo para o peixe betta é uma forma de amor. Definitivamente, introduzir esse tipo de comida irá deixar seu peixinho mais feliz no aquário. Inclusive, ele costuma nadar mais, pois seu instinto predador é ativado! O indicado é dar algum tipo de alimento vivo de uma a duas vezes por semana – mais do que isso poderá fazer o betta recusar a ração.

Entre os alimentos vivos mais usados, estão as artêmias: pequenos camarões de água salgada. Elas são ótima fonte de proteína e melhoram as cores do peixe. Larvas e minhocas também são boas opções.

Quantas vezes o peixe betta deve comer por dia?

A alimentação em excesso pode ser um dos grandes problemas para o peixe betta. Ele pode ter problemas de constipação e até vir a óbito. Outro ponto de atenção é que a sobra de alimentos pode deixar a água do aquário tóxica. Por isso, acertar na dosagem é muito importante.

Você pode alimentar o seu peixe duas vezes por dia, de manhã e no início da noite, com pouca quantidade de ração. O ideal é que ele coma a quantidade rapidamente, em dois minutos no máximo. Observe o animal. Você pode aumentar a quantidade de ração se notar que ele está emagrecendo muito ou com fome excessiva.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário