Primeiro de abril: 10 mitos sobre gatos

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Primeiro de abril: 10 mitos sobre gatos

Se chega no dia primeiro de abril e você sempre cai em alguma pegadinha de mitos sobre gatos, vamos acabar com isso já!

Nesse artigo vamos falar sobre 10 mitos envolvendo os bichanos, seu comportamento, gostos e características para você tirar de letra a conversa quando o tema forem fatos sobre gatinhos. Vamos começar?

1) Gato sempre cai de pé

Esse é um dos maiores mitos sobre gatos. Não jogue um gatinho longe só pra ver se ele vai conseguir cair de pé, pois pode ser que ele não consiga! Apesar de os gatos serem naturalmente ágeis e flexíveis, a habilidade que permite que deem a volta sobre seus próprios corpos só se desenvolve completamente por volta da terceira semana de vida. Até lá, os filhotes são extremamente vulneráveis a quedas de qualquer altura.

Mesmo gatos adultos podem não conseguir girar o corpo a tempo e cair de mau jeito no chão, provocando uma lesão que pode até ser grave. Não é porque um gato cai de pé a maioria das vezes que você vai ficar derrubando o bichinho só pra ver o que acontece. Seja respeitoso.

2) Gatos têm sete vidas

Por favor, não vá jogar um gatinho pela janela para testar essa teoria! Isso é um dos mitos sobre gatos que mais oferece risco ao seu bichano. Os gatos receberam essa fama provavelmente por conta da sua grande agilidade e flexibilidade, que lhes permite escapar de situações aparentemente impossíveis.

Gatos, assim como qualquer outro bichinho, merecem todo nosso respeito, carinho e cuidado.

3) Gatos requerem menos cuidados do que cachorros

Mais um mito sobre gatos muito comum. Gatos, cachorros e todo tipo de pet precisam de cuidados específicos para sua idade, tamanho, raça e fase da vida em que se encontram, e a melhor pessoa para orientar sobre como proceder é o médico veterinário.

Os gatos podem passar a ideia errada de que não precisam de tantos cuidados quanto um cachorro porque, em sua maioria, fazem sua própria higiene, dispensando os banhos em petshop. Além disso, de maneira geral, é mais comum que os cães precisem de mais treinamento para acertar o local correto de fazer suas necessidades, mas nada disso é uma regra. Portanto, cuide bem do seu gatinho e ofereça a ele as melhores condições de vida que puder.

4) Gatos não se apegam aos seus tutores

Gatos não se apegam aos seus tutores

Mais um mito sobre gatos cai por terra. Os gatos são animais afetuosos e se apegam aos seus donos como quaisquer outros pets. A história de que o gato é interesseiro e só se aproxima dos humanos para pedir comida não é verdadeira.

Existem vários casos de gatinhos que ficaram deprimidos durante uma viagem mais prolongada de seus donos, mesmo tendo cuidadores que lhes deram atenção, alimento e afeto. Se você estava com medo de adotar um gato e ele não te dar bola, pode esquecer. Assim como em qualquer outra relação, é preciso estabelecer confiança para que haja troca de afeto.

5) Gatos não podem ser treinados

Outro mito sobre gatos. Os gatos têm instintos que indicam o caminho natural a ser seguido em muitas situações, como fazer xixi e cocô na caixinha de areia, por exemplo, o que pode passar a falsa impressão de que eles não precisam ser treinados e que, por isso, são incapazes de aprender.

Gatos não só podem ser treinados como isso é extremamente recomendado. Quando seu bichano aprende os limites e as regras da casa, e o que você espera dele, a relação fica mais tranquila e você evita sustos e aborrecimentos, como tentativas de fuga ou agressividade.

6) Gatos arranham porque estão com raiva

Nesse caso, precisamos dizer que depende. Pode acontecer sim, de o gato estar irritado e arranhar para se defender ou sair de uma determinada situação. Mas, muitas vezes, o bichano apenas se empolgou um pouco demais com uma brincadeira e canalizou a energia para as unhas.

Vale dizer, também, que os gatos podem arranhar para desestressar, ou colocar as garrinhas de fora para se prenderem a uma determinada superfície – no melhor estilo “não quero sair daqui, me deixe em paz!”.

7) Gato precisa beber leite

Vamos com calma nessa aqui. Os gatos são mamíferos e, portanto, seu organismo já nasce preparado para ingerir e fazer a digestão do leite que recebe da mãe. A questão é que, ao longo do crescimento, as características do organismo do gato vão mudando, e o leite não supre mais todas as necessidades nutricionais do felino. Além disso – e talvez seja o mais importante – o leite de vaca tem a composição diferente daquele ingerido pelos gatos e pode causar vômito, diarreia, entre outros.

Por isso, resista à tentação de dar um pratinho de leite para o seu gato. Dizer que ele vai adorar é mais um mito sobre gatos. Substitua por um alimento adequado à idade, porte e condição de saúde dele. Assim, você previne problemas gastrointestinais no seu gatinho, além de sustos e dor de cabeça para você.

8) Gatos pretos trazem azar

Esse mito sobre gatos, além de ser muito absurdo, ainda por cima coloca em risco a vida dos bichanos que nasceram com os pelos totalmente pretos. A crendice teve início na Idade Média, quando os gatos pretos eram associados à prática de bruxaria.

Na realidade, os gatinhos pretos podem ser tão companheiros e amorosos quanto quaisquer outros, e merecem um lar cheio de amor. Vamos combinar? Se tem uma coisa que os pets nos trazem é sorte!

9) Gatos odeiam tomar banho

Gatos odeiam tomar banho

Na verdade, gatos são praticamente seres “autolimpantes”, ou seja, eles fazem a higiene do próprio corpo por meio de lambidas que removem pelos, impurezas e afins. Talvez por isso sofram com esse mito sobre gatos, que é uma fama muito injusta, de que não gostam de banho.

No entanto, existem muitos gatos que adoram uma água quentinha para relaxar, enquanto outros tantos, não. Dos que não gostam, muito provavelmente uma boa parte deles foi forçada a entrar na água em algum momento da vida, o que acabou gerando um trauma. Já ouviu a expressão “gato escaldado tem medo de água fria”? Pois é, ela não surgiu à toa.

Converse com o médico veterinário para avaliar se há necessidade de dar banho no gato e como isso deve ser feito com segurança e sem qualquer tipo de violência contra o pet.

10) Gatos e cachorros são inimigos mortais

Não, não, mil vezes não. Esse é mais um dos mitos sobre gatos que não faz nenhum sentido. Gatos e cachorros podem ser amigos muito próximos, companheiros de aventuras, se forem devidamente apresentados e respeitados em suas individualidades e características.

Se você quer juntar esses dois pets sob o mesmo teto, faça uma socialização gradual, permitindo que os bichinhos se acostumem um ao outro, em vez de simplesmente largá-los juntos no mesmo cômodo para ver no que dá. Capriche na atenção, no carinho e no chamego com ambos para evitar ciúmes e tenha paciência! Com um pouco de tempo, tudo entra nos eixos e vocês serão muito felizes.

Saiba mais sobre cuidados com gatos com esses artigos em nosso blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Jocilene Cristina disse:

    Adoro está msgem. Amo estes aumiguinhos de pêlo. Cat e Dog. 🐈🐕‍🦺🐩🐈

  2. Silvana disse:

    Gatos podem ser intolerantes ao leite e ele causar reações alérgicas como vômitos, diarreias, catartis, constipação intestinal entre outros. Tenho três gatos e um deles é extremamente alérgico à lactose, os demais por virem depois deste nem me atrevi a dar leite.

Deixe o seu comentário