5 curiosidades sobre o Corgi

Por Cobasi

Compartilhar:
5 curiosidades sobre o Corgi

Nesse artigo vamos te contar 5 curiosidades sobre o corgi, também conhecidos como raposinhas, cachorro anão e até cachorro da rainha. A raça de cachorro corgi vem ganhando cada vez mais fãs ao redor do mundo graças à sua fofura, alegria e inteligência!

É verdade que a Rainha Elizabeth II ajudou a popularizar o encanto dessa raça ao redor do mundo ao aparecer quase sempre acompanhada por alguns dos seus 30 corgis, mas existem vários outros motivos para se apaixonar por essa raça além da sua elegância e traços de realeza!

Nesse artigo vamos te contar 5 curiosidades sobre o corgi. Será que você já sabe de alguma? Venha descobrir!

1) Existe mais de um tipo de corgi

Existe mais de um tipo de Corgi

A primeira das curiosidades sobre a raça corgi é que, na verdade, existem dois tipos, que se diferenciam basicamente pelo rabo e pela cor dos pelos: o pembroke welsh corgi costuma ter o rabo curtinho, quase uma “bolinha”, e seus pelos são brancos com combinações de caramelo e castanho. Já o cardigan welsh corgi tem o rabo longo e os pelos são mais escuros, variando em tons de cinza e preto.

Vale a pena lembrar que cortar o rabo e as orelhas de cachorros com fins estéticos, além de ser um absurdo, é crime! Os corgis que tem rabo curtinho já nascem assim.

Com relação aos pelos, o corgi tem pelagem densa e curta, mas existe um gene recessivo que pode gerar cãezinhos com pelos mais longos e bem macios. Nesse caso, os corgis são chamados de fluffy, que significa fofo e macio em inglês. Simplesmente perfeito!

2) O cachorro corgi está entre os cachorros mais inteligentes do mundo

Na sequência das 5 curiosidades sobre o corgi, está o temperamento da raça. Os cachorros corgi são naturalmente predispostos a agradar seus tutores e, por isso, são fáceis de adestrar, aprendem rapidamente as regras da casa e não costumam apresentar problemas de comportamento quando socializados desde cedo, enquanto ainda é um corgi filhote.

Tudo isso junto faz com que o corgi esteja entre as raças de cachorro mais inteligentes do mundo. Se você quiser ensinar, o corgi estará disposto a aprender e colaborar com você, mais rápido do que você imagina.

3) Um corgi pode ser um bom cão de alerta e guarda

É verdade! Apesar das perninhas curtas, um cão welsh corgi pembroke é um cachorro que não se deixa intimidar nem distrair por qualquer coisa. São apegados aos seus tutores e por isso estão dispostos a dar o sinal sempre que alguma coisa parecer diferente do normal em casa.

Cachorros corgi não latem com frequência, e você pode ensiná-los desde que são filhotes quando é ou não apropriado latir. Assim, fica fácil saber que algo não vai bem quando derem o sinal.

4) O corgi é um grande atleta

Essa é uma das mais divertidas das 5 curiosidades sobre o corgi: não se deixe enganar pelas patas curtinhas e pelo corpinho roliço, cachorros corgi são muito ativos e cheios de energia! Por isso, se o seu sonho é ter uma dessas fofuras como seu companheiro, é preciso se organizar para oferecer estímulos físicos e intelectuais diários para o cão.

Passeios ao redor do quarteirão não serão o bastante para manter o corgi em forma. Ele precisa de caminhadas longas em passo acelerado e brincadeiras intensas, como corridas e pegar bolinhas. Evite atividades que façam o corgi pular, pois isso vai sobrecarregar sua coluna e suas articulações.

5) Filhotes de corgi podem precisar de ajuda para manter as orelhas em pé

Filhotes de Corgi podem precisar de ajuda para manter as orelhas em pé

Assim como várias outras raças de cachorro que tem como característica marcante as orelhas sempre apontando para cima, os filhotinhos de corgi podem precisar de uma forcinha dos tutores humanos na hora de fortalecer a cartilagem que mantém as orelhinhas para o alto.

Além de alimentação adequada, é comum colocar talas para ajudar a posicionar as orelhas dos filhotes de corgi para o alto, como é característico da raça. Mas atenção: isso só deve ser feito por um médico veterinário, usando uma técnica específica e que é indolor para o animal, sem utilizar esparadrapos que possam arrancar os pelos ou provocar alergias na pele.

Gostou do artigo? Selecionamos mais alguns para você! Confira:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário