Conheça a flor mais rara no mundo e no Brasil

Compartilhar:


Flores coloridas de diferentes espécies

Já parou para pensar qual a flor mais rara do mundo? Estima-se que existam mais de 369 mil espécies de plantas com flores no planeta – isso, pensando apenas nas que são conhecidas e catalogadas.

No entanto, apesar do número, segundo um estudo publicado em 2019 na revista NewScientist, quase 600 espécies foram extintas em menos de três séculos; de 1753 a 2018. Entre os locais mais afetados estão Havaí, Brasil, Austrália e Madagascar.

A estimativa é um alerta claro à preservação da flora mundial.

As flores são capazes de transformar qualquer ambiente! Coloridas e belas, elas são muito importantes, porque atraem polinizadores, o que auxilia na reprodução e dispersão das espécies.

Conheça a flor mais rara do mundo e do Brasil.

Qual a flor mais rara do mundo?

A flor mais rara no mundo é a Middlemist Vermelha, da espécie Middlemist camelia. Como o nome sugere, esta planta possui tons vermelhos exuberantes.

A espécie é originária da China, mas foi levada à Grã-Bretanha em 1804. No entanto, desde aquele ano, a planta foi completamente dizimada no seu país de origem.

Já em terras britânicas, o viveirista inglês, John Middlemist, doou a espécie para o Kew Gardens, um jardim botânico de Richmond, e vendeu a flor para o público geral.

Contudo, a Middlemist desapareceu e só foi reconhecida outra vez 16 anos depois, entre a coleção de camélias do sexto duque de Devonshire – considerada hoje, uma das maiores coleções de camélias do mundo.

Hoje em dia, a Middlemist Vermelha é encontrada em dois locais: em um jardim, na Nova Zelândia, e em uma estufa, no Reino Unido.

Outras espécies consideradas raras são a Bico de Papagaio, uma flor rasteira vermelha e brilhante originária das Ilhas Canárias e a Rosa Juliet, considerada a rosa mais rara do mundo. A flor possui coloração em tons de pêssego e levou 15 anos para ser cultivada.

Desenvolvida pelo criador de rosas inglês, David Austin, sua produção custou cerca de U$3 milhões.

Qual é a flor mais rara do Brasil?

Petúnias coloridas

No Brasil, a flor mais rara é a Petúnia Vermelha, da espécie Petunia exserta.

Suas flores são vermelhas ou púrpuras e alcançam até um metro de altura. Sua estrutura é fragmentada, para auxiliar a polinização feita por beija-flores.

Para se ter uma noção, a espécie só foi descoberta em 2007. Ela é encontrada em uma pequena região do Rio Grande do Sul, com pouco mais de 500 km². Entretanto, de lá para cá, a Petúnia Vermelha sofre com a redução da qualidade do seu habitat.

A introdução da cultura agrícola desenfreada é uma das principais causas para a degradação quase completa da vegetação original, por isso seu habitat é tão reduzido hoje em dia.

Além disso, geadas e temperaturas abaixo de 0 graus, também afetam as Petúnias Vermelhas.

Somado a esses fatores, a propagação pela natureza é difícil, porque a espécie se reproduz melhor com outras variações de petúnias.

Por isso a espécie é reconhecida como uma das flores mais raras no Brasil e no mundo, atualmente.

Gostou do conteúdo? Então, confira mais curiosidades sobre jardinagem e plantas no blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário