Cachorra menstrua? Saiba a resposta

Compartilhar:


Como boa parte dos mamíferos, as fêmeas caninas possuem períodos especiais nos quais se tornam mais férteis e receptivas à fecundação. Durante esse período, conhecido popularmente como cio, esses pets podem apresentar sangramento pela genitália. Mas será que isso significa que cachorra menstrua?

De acordo com a literatura da medicina veterinária, a resposta é negativa.

Para ficar caracterizada, a menstruação se configura pela eliminação de uma camada formada no útero, preparando-o para a gestação. Algo que acontece com poucos mamíferos além das humanas – casos de chimpanzés e algumas espécies de morcegos.

No mundo canino, essa camada de revestimento do útero também se forma, mas é reabsorvida pelo organismo tão logo não ocorre a fecundação.

Depois dessa explicação técnica, é possível que alguns de vocês tenham ficado confusos e se perguntando:

“Eu sempre achei que minha cachorra menstrua, afinal, ela sangra perto do cio. Se não é menstruação, o que é?”.

Este artigo irá explicar com detalhes as razões do sangramento do seu pet e os cuidados convenientes a serem adotados nesse período.

Se a resposta para a pergunta “cachorra menstrua?” é não, em que consiste o sangramento durante o cio?

Agora que você já sabe que a resposta para a pergunta “cachorra menstrua?” é negativa, chegou a hora de explicar em que consiste o sangramento canino nas proximidades do período do cio.

Conhecido como estro, o período fértil das cadelas provoca uma série de alterações hormonais em seu organismo. Um dos efeitos dessa mudança é o aumento do fluxo sanguíneo.

Em algumas ocasiões, esse maior volume de sangue pode romper alguns vasos sanguíneos vaginais, tendo como resultado a liberação de sangue pelo órgão.

“Mas então a cachorra menstrua, o que muda é aquilo que ocasiona o sangramento”, argumentariam alguns leitores.

Na verdade, segundo a comunidade científica, a resposta para essa argumentação segue sendo negativa. Afinal, a questão vai muito além da causa do sangue.

Enquanto a menstruação humana marca o fim do período fértil, o sangramento canino indica seu início.

Durante esse período, conhecido como proestro, a cadela ainda não está receptiva aos machos. Isso porque o sangramento tende a vir acompanhado do aumento da vulva e de uma vermelhidão discreta na região, questões que tornam a monta desconfortável para a fêmea.

Só em um segundo momento do ciclo estral, como é conhecido o período fértil das cachorras, é que a pet passa a se tornar permissiva ao contato com os machos.

Duração do sangramento no cio e atitudes convenientes para lidar com a situação

Você já sabe que a ideia de que a cachorra menstrua é um mito. Isso, porém, não minimiza as preocupações geradas com a duração desse período de sangramento e os possíveis incômodos gerados por ele.

Segundo médicos veterinários, o sangramento durante o proestro possui uma duração média de 5 a 15 dias. Caso a situação permaneça para além da estimativa média, esses mesmos profissionais recomendam que o tutor leve sua amiguinha para uma consulta com urgência.

Sobre como lidar com os incômodos provenientes do período, os especialistas recomendam paciência, carinho e cuidado para que machos não se aproximem dela durante esse momento delicado para a cadela.

Além disso, é possível recorrer a fraldas caninas apropriadas para evitar que o sangue pingue pela casa. Caso opte por esse recurso, no entanto, é fundamental que o tutor faça sua troca periódica, a fim de evitar possíveis infecções.

Quer saber mais sobre cuidados com os cachorros? Veja no blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário