Ganhe 10% OFF* na primeira compra. Use o cupom 10BLOG
*Limitado a um uso por CPF

Focinho de cachorro: tudo o que você precisa saber sobre o nariz dos pets

| Atualizada em

Por Cobasi   Tempo de leitura: 5 minutos

Compartilhar:
Compartilhar:
Focinho: tudo o que você precisa saber sobre o nariz dos cachorros

Certamente você já reparou que os animais têm diferentes tipos de focinho de cachorro, certo? E o mais impressionante é que além de fofinhos, o nariz canino tem uma anatomia complexo e que pode dizer muito sobre as características dos nossos amigos.

Existem cães de pequeno porte com focinho longo, e cães de porte médio, grande e até gigante com focinhos curtinhos. Tem muito mais informações sobre a influência na sua saúde do que você pode imaginar. Então, fique com a gente nesse artigo, vamos falar sobre nariz de cachorro e tudo o que você precisa saber sobre eles.

Tipos de focinho: qual é o do seu cachorro?

Tipos de focinho: qual é o do seu cachorro

Vamos começar esclarecendo que, no que diz respeito ao focinho de cão, os pets podem ser classificados em três categorias:

Braquicefálicos

O cachorro braquicefálico são aqueles de focinho achatado. Nessa categoria estão os Pugs, os Bulldogs, os Boxers, os Shih-tzus e vários outros. Nessa espécie, o sistema respiratório é sempre um ponto de atenção, pois com focinho curto tendem a não tolerar bem as temperaturas extremas – tanto o frio quanto o calor – e precisam de pausas durante as atividades físicas para descansar e beber água.

Mesocefálicos

Os mesocefálicos tem focinho de tamanho médio, bem proporcional ao tamanho da cabeça de maneira geral. Cachorros sem raça definida geralmente são mesocefálicos, além do Labrador e do Golden Retriever, Beagle, Cocker Spaniel, entre outros.

Dolicocéfalos

Cachorro do focinho comprido é categorizado como dolicocefálicos. Inclusive, uma das suas características que mais chamam a atenção. Um dos cuidados que esses cães requerem é com a sua predisposição para desenvolver câncer nasal, além de uma doença chamada aspergilose, provocada por um fungo muito comum em áreas de mata. Entre as raças mais conhecidas, podemos citar o Borzoi e o Airedale Terrier.

Continue lendo e veja 11 curiosidades super relevantes sobre focinho de cachorro!

11 curiosidades sobre focinho de cachorro

As funções do focinho que vão além de farejar

1. As funções do focinho que vão além de farejar

A parte do cérebro dos cachorros que armazena informações relacionadas aos odores que captam ao longo da vida é 40% maior do que a dos seres humanos. Isso explica porque cães são tão usados em serviços como localização de pessoas desaparecidas, esquadrão antibombas, antidrogas, etc.

2. Olfato canino de milhões

O focinho de um cão tem mais de 300 milhões de células, você sabia? O olfato é o sentido mais desenvolvido nos cães, e por isso mesmo os especialistas e adestradores dizem que os cães aprendem primeiro pelo nariz, depois pela visão e só depois pela audição.

Para tal afirmação, os estudiosos destacaram o fato dele ser especialmente projetado para reconhecer odores a partir de células olfativas inteligentes, bem como de cheirar com cada uma de suas narinas de forma independente e pela capacidade de captar partículas pequenas presentes no ar a partir de sua umidade.

Todos esses elementos, reunidos, permitem que o cachorro capte amostras de odores até 100 milhões de vezes menores do que as captadas pelos humanos. Impressionante, não?

3. Com o olfato, eles podem a temperatura

O nariz de um cachorro costuma estar gelado e molhadinho porque é por ali que ele faz a regulação da sua temperatura corporal. Abrir a boca e colocar a língua para fora, ofegante e babando, também ajuda o cachorro a equilibrar a temperatura do organismo.

4. O focinho de cachorro pode dizer muito

Existe uma crença de nariz do cachorro seco e quente significa que está com febre. Isso não é uma verdade absoluta, então tome cuidado. É importante estar sempre atento ao comportamento do animal como um todo para identificar outros sinais de que algo não vai bem: prostração, desinteresse por alimentos e brincadeiras, fezes anormais, tudo isso é motivo para uma consulta com o médico veterinário.

5. Focinho de cachorro é considerado pelos cientistas um órgão perfeito

Pode parecer conversa de tutor apaixonado que enxerga a perfeição em cada pedacinho do seu pet. Mas a capacidade deste órgão é tamanha, que o permite transcender a parcialidade dos laços afetivos.

De acordo com a comunidade científica, a complexidade e precisão do focinho de cachorro faz dele um órgão perfeito.

6. Cada focinho canino é único

Como você viu no início deste texto, o focinho de cachorro vai muito além da incrível capacidade de cheirar.

Uma de suas funções mais incríveis é a de tornar cada pet único, já que carregam ranhuras particulares para cada animal, de uma maneira semelhante às nossas impressões digitais.

Essa característica tem incentivado o desenvolvimento de softwares projetados para reconhecer cachorros através do focinho. Com isso, o trabalho de encontrar cãezinhos perdidos está se tornando cada vez mais fácil!

7. Umidade permite aguçar ainda mais a capacidade do focinho de cachorro

Se você flagrar seu amiguinho lambendo o próprio focinho enquanto você prepara sua comida preferida não se assuste. Essa prática o auxiliará a aguçar os sentidos de sua máquina de cheirar, o permitindo se deliciar com os odores do alimento antes de comer.

8. Focinho de cachorro quente 

Cachorro com focinho quente pode significar que o animal está com febre. Nesse caso, é necessário verificar o comportamento e se o pet está apresentando outro outros sintomas, como desânimo, apatia e falta de apetite. Na dúvida, procure um veterinário.

9. Cão braquicefálico

O braquiocefálico não tem uma respiração tão eficiente quando o cachorro com focinho grande, então no calor, esses animais submetidos a temperaturas altas podem ficar hipotérmicos. Por exemplo, os cachorros com nariz grande conseguem passar a língua pelo focinho que já resfria um pouco ajudando a reduzir a temperatura corporal, ação que pela anatomia os cães com nariz achatado não conseguem.

10. Cachorro com focinho inchado

Antecipadamente, todos os possíveis motivos de inchaço no focinho de cachorro requerem tratamento, então não hesite em levar seu animal ao médico-veterinário para buscar a melhor solução e medicamentos. Alguns casos são mais complexos e outros mais comuns, como mordida de outro animal ou alergias.

11. Cachorro com nariz escorrendo

A razão mais frequente para o focinho escorrendo é a gripe em cachorro. Dentre as possibilidade para o surgimento da coriza, estão: reação alérgica, neoplasias, tumores benignos na mucosa nasal. Fique atento, pele vermelha, queda de pelos e coceira também são sinais de alerta. Procure o auxílio de um profissional nesses casos.

Curiosidades sobre os nossos cachorros sempre são bem-vindas, não é mesmo? Conhecemos mais sobre nossos amigos e sabemos como ajudá-los sempre que preciso. As características dos focinhos são especiais e os tutores precisam sempre ficar atentos. E você, tem alguma curiosidade sobre o focinho do seu cachorro que queira compartilhar? Comente no blog da Cobasi! 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Darlene disse:

    Amei as dicas pra pet gripado

  2. GISLAINE disse:

    Nossa foi muito útil as explicação pois achei que meu pet tava doente mas pela explicação é normal gratidão sempre 🙏🙏🙏

Deixe o seu comentário