Cachorro estressado: sinais de estresse, causas e tratamento

Compartilhar:


cachorro estressado sentado

Um cachorro estressado, além de ser ruim para quem está ao seu redor, também traz consequências para a saúde e bem-estar do pet. Aliás, assim como nós, humanos, gostamos de nos divertir para manter a saúde mental em dia, é necessário ter o mesmo cuidado com os animais.

É por isso que todo dono de pet precisa aprender sobre o bem-estar psicológico dos cães e como funciona a prevenção contra o estresse canino.

Neste post, você vai descobrir como garantir um cachorro tranquilo em casa, além de como relaxar o bichinho se ele estiver passando por uma situação desconfortável.

O que deixa um cachorro estressado?

Os cães adoram uma boa rotina, e isso significa ter horários certos para se alimentar, comer, brincar e dormir. Um pet que não sabe em qual momento do dia cada ação vai acontecer, tende a se tornar um cachorro ansioso. Com isso, os problemas emocionais se tornam uma possibilidade.

Outro grande problema ainda na área psicológica é o tédio. É por isso que fala-se tanto sobre brincadeiras para um cachorro sozinho em casa e dicas para os donos aproveitarem o tempo com o animal. Entretanto, na lista de situações que deixam um cão irritado ainda estão:

  • ficar muito tempo sozinho em casa;
  • novos membros na família;
  • mudança de casa ou pouco espaço à sua disposição;
  • fome ou sede;
  • fogos de artifício ou entrar em contato com algo que não gosta, por exemplo, banho;
  • espaços barulhentos e com muitas informações;
  • problemas de saúde, como incômodos intestinais.

Quais os sintomas de um cachorro estressado?

Se o seu amigo parece inquieto e de mau humor, é hora de observar melhor o comportamento dele para identificar os sinais de um cachorro estressado:

  • Falta de apetite;
  • Lambeduras constantes;
  • Mutilação, como morder a patinha com frequência;
  • Latidos em excesso;
  • Queda de pelos;
  • Suor na região das patas;
  • Tremedeira;
  • Hiperatividade e destruição de móveis ou objetos;
  • Coceiras;
  • Rabo abaixado, apático;
  • Orelhas achatadas para trás;
  • Rosnados e choros.

Como tratar emocional de cachorro?

A primeira atitude do tutor deve ser levar o pet ao veterinário para um check-up, assim é possível se tranquilizar e começar as mudanças na rotina do bichinho para melhorar sua qualidade de vida. Isto é, primeiro descarte problemas físicos para, depois, tratar os psicológicos.

Há diversas recomendações para ajudar cachorro muito estressado, mas resumindo, é importante que você dê atenção ao bichinho, ofereça brinquedos interativos e considere passeios e atividades físicas diárias. Os cães não gostam de ficar parados o dia inteiro, pois dessa forma não conseguem gastar sua energia.

No mercado também existem florais para cachorro, extratos de plantas que auxiliam no combate ao estresse. No entanto, o produto deve ser recomendado por um veterinário que entende do assunto.

O que dar para cachorro se acalmar?

Neste ponto, entendemos que não é uma questão de dar remédios, e sim de oferecer amor, atenção e cuidados, afinal, queremos o melhor para o nosso amigo.

Os cães são seres carinhosos e carentes, que gostam de companhia, principalmente a do dono. Portanto, se organize para dedicar mais tempo do seu dia ao pet e ajude a melhorar o estresse de cachorro. Às vezes, tudo o que ele está pedindo é uma mudança na rotina para passar mais tempo ao lado da família e brincando com quem ele ama.

Brinquedos para cachorro estressado

cachorro estressado deitado

Temos duas situações que um brinquedo pode auxiliar nas mudanças. No caso dos filhotes, um cachorro estressado mordendo pode ser sinônimo de crescimento dos dentinhos. Sendo assim, ofereça um brinquedo resistente para ele não sair roendo o que encontra pela frente. 

Agora, se ele já for adulto, além dos brinquedos para roer, vale investir em itens interativos, seja um dispenser de comida para cães ou outros no estilo cabo de guerra. Entretanto, lembre-se que são complementos para o dia a dia dele. Os passeios ainda são necessários. Veja algumas categorias que temos na Cobasi:

  • Bolinha
  • Mordedor
  • Brinquedos de corda
  • Brinquedos de pelúcia
  • Frisbee
  • Brinquedos interativos

5 dicas de ouro para um cachorro estressado voltar a ser feliz

A primeira dica para garantir o bem-estar do seu amigo é fazer caminhadas diárias, se possível, ao menos duas, de manhã e no período da noite.

São as saídas da casa ou do apartamento que vão estimular o olfato e o instinto de caçador do pet, e dessa forma, trabalhar o lado lúdico, relaxando-o mentalmente. Vale lembrar que determinadas raças são ativas por natureza e, caso não se exercitem diariamente, vão acabar desenvolvendo um péssimo comportamento.

Parques e cachorródromos

Será que não tem um pet park perto de você? As praças para cachorro estão cada vez mais populares e são ótimas para o bichinho socializar. E tem mais! Por serem fechadas com muros e grades, ele não escapa e pode correr à vontade por lá. Uma atividade e tanto para gastar energia, passar um tempo de qualidade com você e ainda fazer amigos de quatro patas.

Aproveite para investir no enriquecimento ambiental

Uma dica é aproveitar a hora da alimentação para estimular o cérebro do seu amigo, isto é, oferecer desafios para que ele conquiste sua comida. Há inúmeros formatos de dispensers de ração para testar! Apenas lembre-se de escolher um que seja ideal para o porte do seu cão.

Atenção na hora de deixar o pet em casa

Se for deixar o cachorro sozinho, se programe! O ideal é fazer um passeio de pelo menos meia hora com o pet, para gastar sua energia, e também deixar à disposição brinquedos para que possa passar o tempo.

Por último, sua companhia é fundamental no dia a dia do animal, como jogar bolinha e brincar de cabo de guerra. É dessa forma que você recompensa o pet por todo o amor incondicional que ele te oferece diariamente.

Se você gostou da leitura sobre cão estressado e quer aprender mais sobre cachorros, continue por aqui e veja outros conteúdos que temos no blog da Cobasi. Aproveite para selecionar o próximo tema que você tem interesse em ler a respeito:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Edleusa Alves disse:

    Minha cachorra bela é muito estressada, late a todo barulho q ouve. Morde muito quando contraria. A raça? Spitz alemão. Mas é um estresse só. Ñ sabemos o q fazer.

    • Cobasi disse:

      Edleusa, como vai? Esse comportamento pode ser motivado por diversos fatores. Recomendamos que procure um adestrador para avaliar o caso e realizar um treinamento efetivo. =)

Deixe o seu comentário