Você sabe se cachorro pode comer cupuaçu? Veja!

Por Cobasi

Compartilhar:
Você sabe se cachorro pode comer cupuaçu? Veja!

Se você quer saber se cachorro pode comer cupuaçu, nós vamos te ajudar. Essa fruta é natural da região Amazônica e possui muitos benefícios, conhecidos dos povos nativos há bastante tempo.

Dentre eles podemos citar a sensação de saciedade, que ajuda quem precisa perder peso, a ação anti-inflamatória natural, a redução do colesterol, e o fortalecimento do sistema imunológico.

Mas quando a questão é o uso do cupuaçu para cachorro, o melhor a fazer é consultar um médico veterinário.

Isso porque o cupuaçu é muito utilizado na fabricação de shampoos e condicionadores para pets, além de uma espécie de manteiga que ajuda a manter as patinhas hidratadas, mas o seu consumo como alimento não é tão comum quando se trata dos peludos.

Cachorro pode comer cupuaçu com segurança?

Cachorro pode comer cupuaçu com segurança?

Ainda que não se saiba com certeza se cupuaçu faz mal para cachorro, já que não há dados suficientes que indiquem comprometimento da saúde dos peludos quando há consumo do cupuaçu como alimento, também não existem informações o bastante para garantir que é seguro.

Por isso, se você está pensando em cupuaçu para cachorro, é melhor iniciar a introdução de frutas e outros alimentos naturais na alimentação do seu pet com aquelas que são sabidamente seguras. Nessa categoria, podemos indicar a maçã, a pera, o mamão e a banana, por exemplo.

Todas as frutas devem ser orgânicas, sempre que possível. Antes de oferecer ao pet, faça uma boa higiene, remova a casca e as sementes quando for o caso e corte em pedaços pequenos. Assim você previne engasgos e outros acidentes.

Ofereça sempre pequenas quantidades. As frutas são uma ótima fonte de fibras, que ajudam o sistema digestivo a funcionar bem. Por isso, podem acabar alterando a quantidade e a consistência das fezes quando consumidas em grandes volumes.

Não podemos afirmar que cupuaçu faz mal para cachorro, então se você tem acesso abundante a essa frutinha, e quer descobrir se o seu pet pode compartilhar com você, consulte o profissional de saúde que faz o acompanhamento dele. Combinado?

A importância da alimentação adequada para os pets

A importância da alimentação adequada para os pets

A base da saúde do seu pet é composta por uma alimentação de qualidade, oferecida de acordo com sua idade, peso e fase da vida. As atividades físicas, como passeios, brincadeiras e corridas, também ajudam a gastar energia e manter o pet tranquilo.

Faça a escolha da ração correta para o seu pet em conjunto com o médico veterinário. Ele irá avaliar as condições gerais de saúde do cachorro para verificar se há necessidade de fazer alguma restrição alimentar. O mesmo vale para os petiscos.

Alguns cachorros precisam ingerir quantidades menores de proteínas, açúcares e gorduras, por exemplo. Para esses casos, existem as rações medicamentosas.

Tome cuidado e nunca substitua uma ração convencional por uma medicamentosa sem que haja orientação expressa do médico veterinário. Assim você evita que o peludo desenvolva algum tipo de deficiência nutricional, como falta de vitaminas e sais minerais, por exemplo.

Quer saber mais sobre as rações medicamentosas? Confira esse artigo selecionado especialmente para você em nosso site.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário