Será que cachorro pode comer fígado? Descubra!

Compartilhar:


cachorro pode comer figado

É muito comum donos de pet sentirem vontade de mudar o cardápio do seu bichinho, seja trocando a marca da ração ou a substituindo por comida. Mas temos sempre que tomar cuidado quanto aos alimentos humanos, afinal, o organismo do nosso cãozinho não funciona da mesma maneira que o nosso. Sendo assim, será que cachorro pode comer fígado?

O fígado, como muitos estudos comprovam, é uma excelente fonte natural de vitaminas A, B, D e K, e ainda é rico em ferro (muito mesmo!) e em minerais como zinco, selênio, manganês etc. Além disso, oferece biotina, colina e inositol, ácidos graxos e ômegas 3 e 6.

Lembrando que a ingestão de fígado pode ser benéfica justamente porque a falta de ferro tem um efeito direto no sistema imunológico, diminuindo a produção de anticorpos. E a deficiência de vitamina D está relacionada à fraqueza muscular, a doenças autoimunes e doenças infecciosas, cânceres comuns etc. 

Ou seja, o fígado tem muito mais nutrientes do que muitos cortes bovinos. Então, sim! Cachorro pode comer fígado! Mas, como qualquer outro alimento, é de extrema importância que você saiba oferecer com moderação. Porém, se aplicado na rotina do seu pet de uma a duas vezes por semana, com certeza irá trazer diversas vantagens para ele.

Então, fígado não faz mal para cachorro?

Essa é uma pergunta muito comum, isto porque o fígado tem como uma de suas principais funções garantir a limpeza e eliminação das substâncias tóxicas do organismo. Sendo assim, é normal que antes de oferecer esse alimento para o nosso pet a gente se pergunte se as toxinas que poderiam ter existido no boi ou no frango podem ter ficado ali, no fígado, e se podem trazer complicações para a saúde do nosso cachorro. 

Mas calma, não é assim que acontece! O fígado não funciona como um “filtro de toxinas” e não fica com elas armazenadas. Ele, ao invés de acumular essas substâncias tóxicas, as manda para fora. Então não, o seu pet não será contaminado.

Mas, como já foi dito, é importante, sim, que você não exagere na quantidade oferecida ao seu cachorro. De uma a duas vezes por semana está ótimo! E, apesar de o consumo poder ser diário, não é recomendado dar mais de um grama por quilo do peso corporal do seu pet.

Cachorro pode comer fígado de qual tipo?

cachorro pode comer fígado

Agora vamos a mais duas perguntas muito importantes: Cachorro pode comer fígado de boi? E cachorro pode comer fígado de galinha? Afinal, como pudemos notar, esse órgão é um importante nutriente para o pet. Mas qual deve ser oferecido?

Embora os cachorros possam comer fígado de boi, porco, cordeiro e de peru, é fato que a melhor opção é o fígado de frango ou galinha, justamente por conter uma porcentagem menor de colesterol do que os demais.

E quanto à forma de preparo? Bem, não há problema nenhum em servir o fígado cru para cachorro. Mas devido à consistência, o pet pode não achar tão atraente logo de cara. Se esse for o caso, você pode servi-lo ferventado (com cuidado para não cozinhar muito e perder os nutrientes da peça).

Caso o seu cachorro não se incomode em comer cru, basta cortar um pouco e misturar com a ração. É interessante começar a aplicar o fígado no cardápio do pet aos poucos, com uma ou duas colheres de sopa. Mas atenção! Nunca tempere o fígado antes de dar para o seu cachorro! Não coloque sal, ervas, alho, nem nada do tipo! 

O meu cãozinho passou mal, e agora?

Vale lembrar que cachorros adultos que comem fígado pela primeira vez podem vir a apresentar fezes amolecidas ou uma leve diarreia. Mas é normal! Isso não é motivo para você retirar o órgão da alimentação dele! O que acontece é que, caso o seu cachorro esteja acostumado a comer apenas ração, o sistema digestivo dele vai levar um tempinho para processar algo tão novo e nutritivo como o fígado.

Mas caso o seu cãozinho fique realmente muito mal, com diarreias muito frequentes ou começar a vomitar, atenção! Neste caso é essencial retirar o fígado da alimentação dele e consultar um veterinário para mais detalhes sobre o diagnóstico. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Denize disse:

    obrigada, foi muito esclarecedora, pois eu queria justamente saber quantas vezes na semana e a quantidade para dá.

  2. Denize disse:

    Obrigada, foi muito esclarecedor, tirou minhas dúvidas, em relação também a quantidade. Meu pet e filhote podlle toy

Deixe o seu comentário