Tudo sobre como aumentar o pH da piscina

Compartilhar:


Um dos conhecimentos básicos de todo piscineiro é saber como aumentar o pH da piscina. Esse é um fator crucial por diversos motivos, que vão desde a saúde dos banhistas até a manutenção dos equipamentos.

O que é ph?

Primeiramente, é preciso entender o que é pH. Esta é uma sigla que indica o “potencial hidrogeniônico” da água, ou, em outras palavras, a quantidade de íons de hidrogênio que estão na solução.

Funciona assim: quanto mais íons de hidrogênio soltos na água, mais ácida ela fica e menor o seu pH e vice-versa. A medida do pH parte de um ponto neutro de valor 7. Valores abaixo de 7 são ácidos e acima de 7 são alcalinos.

Por que é importante controlar o ph da piscina?

A água de uma piscina deve ser levemente alcalina, sendo o valor ideal um pH de 7,2, valor idêntico ao das lágrimas humanas. Ainda assim, valores de até 7,6 também estão num intervalo ótimo de acidez.

Essa é uma faixa considerada saudável para banho, que não provoca irritação na pele, olhos e mucosas. Mas além dos riscos à saúde, pH’s muito ácidos ou muito básicos acabam prejudicando até os equipamentos da piscina.

Por exemplo, águas muito ácidas podem deteriorar as partes metálicas dos equipamentos, dado o seu potencial corrosivo. Já as águas muito alcalinas levarão à formação de sais de calcário nas tubulações e fundo da piscina, além de comprometer a desinfecção da água e sua cristalinidade.

Como aumentar o ph da piscina?

Agora que você já sabe o que é o pH, qual a faixa ideal em uma piscina e quais os riscos de uma água muito ácida ou muito alcalina, vamos descobrir como corrigir esse fator. O mais comum é que a água da piscina acabe ficando ácida com o tempo. Isso porque os produtos de limpeza da piscina liberam muitos íons de hidrogênio na água, a fim de destruir os patógenos.

Por isso, é importante saber como aumentar o pH da piscina para mantê-la no nível correto. O primeiro passo é ter um medidor de ph em mãos. Se você testou a água da piscina e ela está ácida, então será necessário adicionar um elevador de pH.  

Esses produtos elevam o pH da piscina, mas você deve seguir as recomendações do fabricante para não errar na dose. Se for utilizar um elevador de pH como o carbonato de sódio, a dose recomendada é de 16 gramas a cada mil litros d’água. Ou seja, para corrigir o pH de uma piscina de 10 mil litros, por exemplo, será necessário dissolver 160 gramas do produto na água.

Última checagem antes do mergulho

Depois da aplicação, deixe a água circular por 12 horas e refaça o teste de pH. Se a água estiver na faixa correta, é só curtir a piscina. Se ainda estiver ácida, adicione um pouco mais de barrilha para elevar o pH. Agora, se você errou na mão e o pH ficou muito alto, será preciso aplicar produtos específicos, como o ácido muriático. Mas isso é assunto para outro post.

Viu como aumentar o pH da piscina não tem muito segredo? Só é preciso um pouco de estudo, testes e correções.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário