Cachorro europeu: conheça suas diversas raças

Compartilhar:


Você sabia que existem mais de 200 raças de cachorro com origem na Europa? Pois é, a informação é da Federação Cinológica Internacional (FCI). O número fica ainda mais impressionante ao entender que ele corresponde a mais da metade de raças de cães espalhadas pelo mundo. Assim, conheça o cachorro europeu!

Seja em raças de companhia, seja em cães especializados na caça, no pastoreio e na guarda de seus tutores, o Velho Continente é, sem dúvidas, uma fonte de mistura de raças.

Cachorro europeu: no topo das raças mais inteligentes

De acordo com o livro “A inteligência dos cães”, do escritor estadunidense Stanley Coren, professor de psicologia na Universidade de British Columbia, 10 das 133 raças de cães mais inteligentes mapeadas no estudo são de origem europeia.

Já na primeira colocação, o border collie é natural da Grã-Bretanha, assim como o golden retriever (4º), o pastor shetland (6º) e o labrador (7º).

Da França, são dois representantes: poodle (2º) e papillon (8º). A Alemanha conta com dois cães na lista, o pastor alemão (3º), o dobermann (5º) e o rottweiler (9º). Além disso, no Top 10 da lista, apenas o australiano australian cattle dog não tem origem no Velho Continente.

Cães gigantes: os maiores cachorros são europeus

Além da inteligência, o cachorro europeu também se destaca pelo porte físico. Isso porque os dois últimos cães considerados gigantes registrados no Guinness Book são de origem inglesa. Os dois cães são da raça great dane, também conhecido no Brasil como dogue alemão.

O primeiro deles, Zeus, alcançava 2,24 metros em pé – ou  1,11 m – da pata até a cernelha. Já o seu sucessor, Freddy, ultrapassou a sua medida em pé, chegando a 2,26 m, em pé. No entanto, media 103,5 cm da pata até a cernelha, medida padrão utilizada para definir a altura dos cães, com o animal apoiado nas quatro patas.

Exemplos de cachorro europeu

Além dos já citados cachorros de origem europeia, selecionamos uma lista com outros exemplares muito conhecidos aqui no Brasil.

A começar pelo São Bernardo, cachorro imortalizado nas telinhas do cinema pelo personagem principal de Beethoven. De grande porte, o cão com fama de desajeitado, como na película, é um ótimo companheiro para seus tutores.

Outro cão nascido na Europa e também famoso nos cinemas, o dálmata (do filme 101 Dálmatas), tem origem na Croácia. Com temperamento amigável, a raça é conhecida por ser leal, animada e de fácil treinamento.

Natural da Inglaterra, o beagle é um cão farejador e que também é conhecido pela sétima arte e pelos quadrinhos. Cão que serviu de referência para a criação do clássico Snoopy, o beagle é alegre, corajoso e inteligente.

Natural da Alemanha, o boxer é um ótimo cão de guarda e de fácil aprendizado para o trabalho. Com relação ao temperamento, a raça apresenta segurança, equilíbrio e fidelidade com seus tutores.

Para fechar a lista, outro cão de origem alemã: o rottweiler. Embora com aparência imponente, é um cão extremamente dócil, fácil de se conduzir e ávido para aprender comandos. É apegado aos tutores e adora crianças!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário