Dicas de consumo consciente: 15 maneiras de praticar

Compartilhar:


Dicas de consumo consciente são importantes e sempre bem-vindas no mundo em que vivemos. Mas você realmente sabe o que é o consumo consciente e como colocá-lo em prática na sua vida, dentro da sua casa e no seu trabalho?

O consumo consciente não é algo a ser exercido apenas durante os períodos do mês ou do ano em que você precisa economizar dinheiro, por exemplo. Ele deve ser incluído de maneira definitiva nas nossas vidas, para que possamos preservar nosso planeta.

Então fique com a gente até o final deste artigo para conhecer formas eficazes de praticar o consumo responsável e comece hoje mesmo a transformar a sua vida.

Dicas de consumo consciente: 15 passos para começar a praticar

Separamos orientações práticas para você que deseja consumir consciente mas não sabe por onde começar. É possível iniciar com pequenas mudanças que trarão transformações a médio e longo prazo para você e para o mundo. Apenas comece!

1. Compre apenas o necessário e faça isso de maneira planejada

1. Compre apenas o necessário e faça isso de maneira planejada

As compras feitas por impulso, seja de roupas, calçados ou alimentos, estão entre as grandes vilãs do consumismo. Portanto, para evitar que isso aconteça e não cair em tentação, uma boa estratégia é o planejamento.

Nas compras de alimentos, por exemplo, procure comprar aquilo que será consumido na semana ou nos próximos 10 dias. Assim você evita jogar comida fora por ter estragado antes que desse tempo de cozinhar.

Além disso, para roupas e calçados, vale procurar comprar de empresas que trabalham com uma cadeia produtiva responsável, desde a maneira como a matéria-prima é produzida até o tratamento da mão de obra.

2. Não jogue fora, doe para quem precisa

Todos nós temos itens em casa que poderiam ser aproveitados por outras pessoas. Afinal, seja uma roupa que não cabe mais, um sapato que não faz mais sentido para você ou brinquedos pelos quais seu filho não tem mais interesse, todos podem ser destinados a outras pessoas.

Ao doar, além de contribuir para a redução de lixo, você também ajuda outras pessoas! Então que tal procurar na sua cidade instituições que organizam esse tipo de ação e contribuir?!

3. Apague as lâmpadas e feche a torneira

3. Apague as lâmpadas e feche a torneira

O consumo consciente de energia e de água são determinantes para o futuro do planeta. Para as pessoas mais velhas, que não foram criadas com essa noção, pode até ser mais difícil, mas todos podemos mudar para melhor.

Feche a torneira enquanto estiver escovando os dentes ou se ensaboando. Apague as luzes quando o cômodo estiver vazio e evite deixar equipamentos em stand-by na tomada. Além disso, quando for comprar eletrodomésticos, sempre que possível escolha aqueles que indicam um menor consumo de energia.

4. Separe o lixo para reciclagem

4. Separe o lixo para reciclagem

Todo lixo pode ser, prioritariamente, separado entre lixo seco e lixo orgânico. O lixo seco é formado por latas, garrafas, vidros, pedaços de papel, embalagens etc. Já o lixo orgânico contém restos de comida e alimentos estragados.

Para facilitar a organização e até mesmo a formação do hábito na sua casa, você pode investir em uma lixeira própria para reciclagem ou em lixeiras diferentes para cada tipo de lixo.

5. Cultive uma horta

5. Cultive uma horta

Quer você more em casa ou apartamento, existem vários tipos de plantas que podem ser cultivadas em uma pequena horta. Fazendo isso, além de contribuir para uma alimentação de qualidade, colher suas próprias verduras e legumes também pode ajudar a compra consciente desses alimentos. Isso é muito importante porque, infelizmente, eles costumam estar na liderança do desperdício.

Ademais, caso você tenha uma produção que exceda o consumo da sua família, pode doar para amigos, vizinhos e pessoas em situação de rua na sua cidade.

6. Cuidados com pets também são necessários

6. Cuidados com pets também são necessários

Os tutores de pet também podem tomar medidas que vão economizar tempo, espaço e recursos ao cuidar dos seus pets. Investir em desinfetantes de uso veterinário é uma excelente medida, já que os produtos duram muitos meses por serem diluídos em água antes da aplicação.

Por falar em água, a utilização de mops ajuda a manter a casa limpa sem que seja necessário despejar baldes de água para fazer a higiene dos locais onde os pets fazem xixi e cocô.

Os pacotes de ração e de petiscos maiores também são um exemplo de consumo consciente. Isso porque você paga menos por uma quantidade maior de alimento, contribui para redução no descarte de lixo das embalagens e pode armazenar em potes que conservam a crocância e o sabor da comida.

7. Faça brinquedos ao invés de comprar

7. Faça brinquedos em vez de comprar

Dar um presente especial para a criança no aniversário dela ou no Natal faz sentido. Mas esse presente não precisa ser caro, cheio de plástico e várias embalagens que vão direto para o lixo.

Ou seja, vocês podem construir juntos os brinquedos favoritos do seu pequeno, utilizando materiais que já possuem em casa. Garrafas, latinhas, tampinhas e papel colorido podem se transformar em pistas de carrinho, foguetes e submarinos, de acordo com a imaginação de vocês.

8. Ande menos de carro

8. Ande menos de carro

Sempre que for possível, prefira se deslocar a pé, de bicicleta, patinete, skate ou outro meio que não utilize combustíveis fósseis, como a gasolina e o diesel. Além de contribuir para a preservação do ambiente, você ganha uma excelente oportunidade para se exercitar e cuidar da saúde. Mas quando não tiver outro jeito, opte pelo transporte compartilhado, como ônibus, trens e metrôs, ou pela carona.

9. Preste atenção no lixo

9. Preste atenção no lixo

Produtos que têm uma embalagem plástica e outra de papel por cima são grandes exemplos de geração de lixo desnecessário. Por isso, sempre que puder, escolha itens com embalagens reduzidas e feitas de material reciclado.

Ao fazer compras no mercado, utilize sacolas retornáveis. Caso utilize sacolas plásticas para carregar suas compras, utilize-as depois no correto armazenamento e descarte de lixo. Não deixe de optar por materiais biodegradáveis.

10. Não compre produtos de origem duvidosa

Comprar itens pirateados ou contrabandeados incentiva uma indústria que não faz parte do comércio legal. Além de ser criminosa, esse tipo de mercadoria envolve fabricação, distribuição e venda sem qualquer tipo de fiscalização, fortalecendo a violência e o crime organizado.

11. Compre à vista sempre que puder

O pagamento no crédito parcelado é a única possibilidade de consumo de alguns bens para grande parte dos brasileiros. No entanto, se você puder, evite o parcelamento de compras no cartão, pois essa é uma maneira de consumir sem consciência e controle.

Dividir o valor de um produto em pequenas parcelas a perder de vista no cartão nos dá a falsa impressão de que é possível consumir mais e mais, e com isso acabamos comprando além do necessário. Por isso, não caia nessa armadilha!

12. Escolha produtos que têm refil

Sempre que possível, escolha produtos cuja embalagem possa ser reutilizada, como aqueles que têm refil. Verifique também se as embalagens podem ser recicladas, pois um refil cheio de plástico e papelão perde o sentido.

13. Valorize as empresas socialmente responsáveis

Sabemos que preço e qualidade dizem muito sobre um produto. Muitas vezes, para a maior parte das pessoas, o preço é um fator determinante nas escolhas de consumo.

Contudo, se você tem a possibilidade de escolher, invista seu consumo consciente nos produtos e serviços de empresas que verdadeiramente cuidam do meio ambiente e dos seus funcionários. Uma das principais dicas de consumo consciente é investigar para ter certeza de que são companhias responsáveis e não uma daquelas que parece boazinha mas na verdade comete atrocidades com a natureza por baixo dos panos.

14. Seja ativo

Cobre dos políticos, das empresas e de entidades em geral sua parcela de responsabilidade para um consumo responsável. Reclame e faça acontecer e seja você também um multiplicador dessa prática.

15. Compartilhe o significado de consumo consciente

15. Compartilhe o significado de consumo consciente

Agora que você conhece o significado e algumas dicas de consumo consciente que podem transformar o dia a dia na sua casa, no seu trabalho e na sua comunidade, compartilhe com as pessoas do seu convívio a sua descoberta.

Para isso, vale envolver adultos e crianças, para ver resultados e ter ainda mais vontade de transformar. Conte com a Cobasi para cuidar do seu pet e da sua casa sempre com as melhores escolhas de consumo!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário