Gato cansado pode indicar problemas de saúde!

Compartilhar:


gato cansado

Notar o gato cansado pode ser sinal de que algo não vai bem com a sua saúde, afinal, além do calor, existem algumas doenças que podem deixar o animal com a respiração ofegante ou o gato com a língua de fora.

Nestes casos, é importante que o tutor esteja atento e leve o animal ao veterinário o mais rápido possível. Por isso, separamos algumas dicas do que fazer ao notar seu gato ofegante e fraco. 

O que deixa o gato cansado?

Ao notar o gato cansado e com a boca aberta, não hesite em levá-lo ao veterinário, especialmente se o dia não estiver tão quente. Afinal, neste caso provavelmente o gato não está inalando ar o suficiente. 

Na maioria dos casos, o gato cansado pode ser relacionado a problemas de saúde, como dificuldade de levar uma certa quantidade de ar aos seus pulmões, sendo assim, ele passa a respirar mais rapidamente, tentando suprir a necessidade de oxigênio. 

Um gato cansado não é necessariamente uma doença, mas pode estar atrelada a uma série de fatores que podem indicar que algo não vai bem com ele, desde um estresse até o desenvolvimento de algumas condições de saúde.

Os gatos são extremamente sensíveis à mudanças, uma simples mudança de um móvel ou decoração, pode deixá-los ansiosos, causando problemas respiratórios, no entanto, algumas doenças também podem causar sintomas semelhantes:

  •     Rinotraqueíte viral felina;
  •     Pneumonia;
  •     Cardiopatias;
  •     Tumor;
  •     Processos alérgicos;
  •     Anemias graves;
  •     Lesões ou hemorragias pulmonares,
  •     Cetoacidose diabética.

Outros sinais clínicos como perda de peso, apatia e cansaço demasiado podem estar relacionados a peritonite infecciosa felina (PIF), a leucemia felina (FeLV), e a imunodeficiência felina (FIV).

Além disso, é fundamental observar outros sintomas que podem deixar o gato cansado, como a coriza, tosse, perda de peso, letargia, falta de apetite, vômitos, diarréias ou febre.

Ao notar o gato com o pescoço estendido e os cotovelos recolhidos, também é importante correr com o gato para o veterinário mais próximo, afinal, isso significa que ele está com falta de ar. 

Gato cansado: diagnóstico e tratamento

gato respiração ofegante

O diagnóstico para um gato cansado ou com problema respiratório deverá ser feito a partir de uma análise clínica, além disso, é comum o veterinário também indicar uma série de exames capazes de identificar possíveis doenças. 

Afinal, há situações onde um gato respirando rapidamente pode indicar a ocorrência de parada cardiorespiratória, colocando a vida do pet em risco, por isso, a ajuda médica é essencial. 

Para avaliar o quadro do felino, o veterinário também pode solicitar informações sobre o gato, como peso, idade ou se há quadros semelhantes com outros animais da mesma família, caso o tutor tenha mais de um gato.

Em alguns casos, a inalação pode ser indicada como tratamento para auxiliar o gato com a congestão nasal, além da aplicação de antitussígeno caso o gato apresente tosses, o antitérmico pode ser recomendado quando há febres. 

São raros os casos onde o gato acaba ficando internado, mas em situações graves, pode acontecer, assim, ele será acompanhado por mais tempo pelos veterinários. 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário