Peixe Telescópio: saiba como cuidar dessa espécie

Compartilhar:


No universo marítimo é possível encontrar diversas espécies de peixes. Você já deve ter ouvido falar das Tilápias, Piranhas, Lambaris e Salmão, não é mesmo? Pois é, poderia citar inúmeras espécies conhecidas de peixes neste artigo, mas uma que merece destaque por sua singularidade é o peixe telescópio

Essa espécie de peixe é muito especial principalmente pela sua característica física. É bem verdade que existem variações dentro da própria espécie, mas o mais encontrado nos mares são os pretos. Também conhecido como Kinguio Telescópio, esse peixe é muito fácil de identificar por possuir olhos grandes e esbugalhados, corpo redondo e barbatana caudal dupla.

Normalmente, esse tipo de peixe vive de 5 a 10 anos, porém para que ele atinja completamente sua expectativa de vida, é necessário tratá-lo bem, seguindo uma série de cuidados e atenções.

Neste artigo, mostraremos como cuidar do peixe telescópio da melhor forma!

Cuidados necessários

Todo tipo de animal merece um cuidado especial, com o Kinguio Telescópio não é diferente. Por ser uma espécie muito singular, se você não tem o cuidado correto pode acabar machucando o animal e até mesmo provocando danos maiores. Confira, abaixo, alguns cuidados fundamentais que esse tipo de peixe deve ter para uma vida longa e saudável.

Luz

O peixe telescópio possui uma sensibilidade grande à luz. Os olhos esbugalhados são sensíveis e tem grandes chances de contrair alguma doença por meio de fungos.  

Vale destacar que essa espécie de peixe tem pouca vitalidade e, com o passar do tempo, acaba perdendo a visão. A alta luminosidade pode antecipar essa perda de visão. Por isso, o cuidado é fundamental.

Fique atento a temperatura da água

Sabe quando passamos por aquela mudança repentina de temperatura e acabamos pegando um resfriado? Com o Kinguio Telescópio a situação é semelhante. É muito importante que fique atento ao controle da água do aquário, porque, uma vez que a água mude de temperatura de forma muito brusca, o peixe pode sofrer e até mesmo morrer.

Mas não ache que apenas temperaturas elevadas levam esses peixes à morte. Águas muito frias também são prejudiciais. O indicado é mantê-la controlada para que não afete a saúde do animal e ele possa viver dentro da normalidade.

Mantenha o filtro do aquário ajustado

A realidade é que o peixe telescópio não é muito bom em nadar. Parece brincadeira, mas eles são realmente limitados quando o assunto é natação. Para que eles não sejam arrastados e acabem machucados ou até mortos pela velocidade do filtro, é indicado que mantenha-o sempre ajustado.

Cuidado com os enfeites de aquário

O peixe telescópio tem baixa visão e isso é um problema quando o assunto é enfeites de aquário. Se for colocado algum tipo de objeto com arestas ou pouco flexível, muito provavelmente esse tipo de peixe irá trombar com eles e se machucar. 

Nesse caso, o indicado é colocar plantas naturais. Lembre-se que as plantas auxiliam no controle de nitrogênio do local, além de serem bem flexíveis e não machucarem os peixes em caso de colisão.

Alimentação do peixe telescópio

No caso de peixes telescópio, o recomendado é que comam em quantidades pequenas, uma vez que os mesmos não possuem uma grande capacidade estomacal. Mas isso não significa que eles devam ser alimentados uma vez por dia. Pelo contrário, o indicado é alimentar diversas vezes por dia em pequenas quantidades.

Confira outros textos feitos para o blog da Cobasi:

 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Rejane disse:

    Muito obrigada pela explica.
    Comprei hoje um casal do peixe telescópico, gostaria de receber maiores explicações sobre eles. Coloquei em um recipiente redondo de vidro transparente, umas pedras transparente no fundo é um arranjo pequeno.

    Obrigada

Deixe o seu comentário