Sementeira: saiba como montar uma em casa

Compartilhar:


Uma opção interessante de jardim em casa é contar com a sementeira
sementeira-topo

Você já deve ter ouvido falar que “tudo o que colhemos nasce de uma semente plantada”, não é mesmo? As sementes são o início da vida de várias verduras, legumes e hortaliças. Mas como contar com sua própria plantação morando em casa? Uma alternativa que vem agradando é a montagem de uma sementeira caseira.

A sementeira é um espaço exclusivo para o plantio de sementes. É nesse local que elas acabam germinando para que, então, possam ser transferidas para vasos ou hortas. 

Antes de iniciar qualquer processo, lembre-se de, ao adquirir as sementes, guardá-las em um local seco e sem variações intensas de temperatura. Locais escuros também não são recomendados. Se elas sofrerem qualquer tipo de dano como umidade ou envelhecimento, podem acabar não germinando.

Mas como montar a própria sementeira? Neste post mostraremos cada passo para que sua casa também tenha uma. Preparado?

Onde montar a sementeira?

Para que as sementes germinem e você possa ter o resultado que espera, é importante que elas sejam armazenadas em um ambiente propício.

Esse ponto é importante então, ao iniciar a montagem da sementeira, procure hospedar as sementes em canteiros, recipientes como bandejas, garrafas pets, ou qualquer lugar no qual os fatores ambientais como chuva, vento ou iluminação possam ser administrados.

Fique tranquilo que nesse processo você não precisa contar com nenhum tipo de tecnologia. Basta deixar o recipiente com as sementes tomando sol por algumas horas e depois deixá-lo descansando em um lugar mais arejado.

Não esqueça que o objetivo da sementeira é fazer com que as sementes germinem de forma saudável. Quando isso acontecer, você pode colocá-las em um vaso.

Dicas importantes para montar sua própria sementeira

A sementeira é uma alternativa para jardim em casa
sementeira-meio

Antes de iniciar qualquer processo, é importante que você saiba onde irá plantar as sementes. Você pode utilizar caixa de ovo ou garrafas pets. Independente da escolha que tomar, é importante que seja feito um furo embaixo do recipiente. 

Agora que você já tem um recipiente devidamente escolhido e ajustado, fique atento às dicas a seguir.

Escolha o local ideal para sua sementeira

É importante que sua sementeira seja protegida de animais domésticos, ventos e fortes chuvas que possam causar inundações. As sementes são como pequenos embriões que precisam muito de cuidado.

Outra dica é criar a sua sementeira longe de outras plantações, para que não acabem sendo prejudicadas.

Prepare o substrato para plantio

Não tem outra alternativa: se você quer que suas sementes germinem de forma saudável é fundamental encontrar um solo fino, repleto de nutrientes e matéria orgânica. São esses nutrientes que vão fazer com que sua sementeira seja um grande sucesso.

O substrato pode ser o próprio composto, conhecido como húmus de minhoca. Coloque no recipiente um pouco de terra com o composto e misture bem. O indicado é que o substrato da sua sementeira tenha leveza e, para isso, o correto é acrescentar vermiculita à mistura.

Deixe o solo úmido, mas nunca encharcados, viu? O excesso de água pode “matar” suas sementes. Coloque um filme plástico em sua sementeira e deixe ela no sol por 10 dias.

Hora de plantar as sementes

As sementes precisam ser colocadas na sementeira não muito fundas mas o suficiente para que o substrato a encubra por completo. Lembre-se que a semente, ao germinar, precisa encontrar a luz natural. Se for plantada no fundo do recipiente, ela não conseguirá encontrar a saída pela terra.

Outra dica importante é evitar colocar uma semente muito próxima da outra. Elas precisam de um respiro entre elas para que não afetem seu crescimento.

Deixe-os em uma luminosidade e temperatura ideal

Você já deve ter ouvido falar que toda planta precisa ter contato com a luz do sol, não é mesmo? Pois é, com as sementes não é diferente. Elas precisam ter contato com uma temperatura média alta. 

Isso porque é o ar quente e a luz solar que fará com que o processo de maturação aconteça de forma mais intensa dentro da sementeira. Agora, se na região em que mora faz calor acima dos 32°, o recomendado é deixá-la em sombra parcial.

Irrigue sua sementeira com muita atenção

Como já citado em tópicos acima, nunca se deve encharcar a sementeira. Isso porque você acabará matando a sementes nela plantada. O correto, em caso de recipientes pequenos, é que seja utilizado um borrifador duas vezes ao dia.

Agora, se você realizou a plantação em canteiros, o correto é regar, de forma homogênea, durante a manhã de cada dia.

Curiosidade!

Existem sementes que, mesmo plantadas em uma sementeira da mais alta qualidade, terão dificuldades em germinar. Isso porque existem aquelas que são chamadas de dormentes.

Nesses casos, elas precisam ser escarificadas. Esse procedimento é utilizado justamente para eliminar a causa da dormência em sementes. O tratamento pode ser feito com ácidos (escarificação química), com água quente (escarificação térmica) ou com impactos e lixas (escarificação mecânica).

Curtiu o artigo? Que tal conferir outros textos disponíveis no nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário