Singônio: a planta ideal para o seu jardim

Por Cobasi

Compartilhar:

Para quem gosta da natureza, nada melhor do que ter um espaço bem verde em casa, não é? E para isso não é necessário ter um grande jardim.

Existem algumas plantas que se dão super bem em ambientes internos, até para quem mora em apartamento! Por isso, confira uma das plantas mais queridinhas para a decoração, vamos falar sobre o singônio!

Principais características do Singônio

Primeiramente, é importante dizer que essa planta de folhagem esverdeada e com nervuras brancas é uma das mais populares do país, sendo encontrada em praças e parques.

Ela é muito resistente e oferece um crescimento rápido, além de não precisar de manutenção frequente e raramente ficar doente.

O singônio é uma das folhagens mais resilientes à iluminação, pois consegue aguentar tanto o sol forte quanto ambientes de luz artificial ou de muita sombra.

Saiba que ela é uma planta que pode ser cultivada como uma forração ou ainda ser uma trepadeira e escalar colunas e muros.

Essa planta é usada nos jardins para forragem, como um tapete de folhas normalmente posicionado sob as árvores, cobrindo a terra adubada.

Além disso, uma grande vantagem dessa planta é que suas raízes se apegam com força ao tronco das espécies maiores, sem sugar os nutrientes delas. Isso significa que ela não é uma folhagem parasita.

Saiba como cultivar a planta dentro de casa

O Singônio gosta de claridade. Quanto mais luz, mais suas folhas irão se desenvolver, porém mesmo suportando bem o sol, é importante não exagerar ao deixá-lo exposto à luz direta.

Sobretudo, é importante saber que essa planta também cresce perfeitamente em ambientes de luz artificial, como banheiros e escritórios. 

Como devo regar o meu Singônio?

Quando cultivado em vasos, a rega será bastante importante. Ele precisa ser regado de forma que a terra esteja sempre úmida. Sendo assim, é melhor analisar com o dedo, se estiver seca, é preciso molhar.

O intervalo irá depender do tamanho do vaso. Quanto menor o vaso, menor a frequência das regas. Lembrando que excesso de água pode prejudicar seu desenvolvimento.

Porém, é importante não deixá-la em lugares muito frios, pois a baixa temperatura pode matá-la. Em ambientes internos, é preferível que ela seja cultivada em cômodos que não possuam ar condicionado.

Como utilizar o Singônio na decoração?

em relação à decoração, o Singônio pode ter seu crescimento para cima ou para baixo. É possível plantá-lo em um vaso ou no chão, e, assim, o crescimento será para cima.

Caso você decida plantar perto de colunas ou muros, ele irá crescer como uma trepadeira. E, como falamos anteriormente, existe a opção de pendurá-lo em um lugar alto, assim as folhagens irão crescer em direção ao chão.

Lembre-se que a planta pode ser colocada em qualquer cômodos: quem prefere investir em um estilo clássico, é possível plantar o Singônio em vasos de cerâmica ou barro.

Entretanto, se a ideia é deixar a casa moderna, cultive a planta em outros vasos, como de madeira, vidro, aço ou cachepôs coloridos. 

Porém, é importante tomar algumas precauções! A seiva leitosa do Singônio contém cristais de oxalato de cálcio e é tóxica para animais de estimação.

Por fim, caso você tenha algum bichinho em casa, coloque a planta em um lugar mais alto, onde o pet não pegue. Já que, como falamos anteriormente, essa mudança de local não é um problema para o Singônio, pois a planta é versátil e ficará linda em qualquer lugar.

Gostou do conteúdo? Confira mais posts sobre paisagismo residencial:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário