Suculentas orelha de elefante: exótica Kalanchoe tetraphylla

Por Cobasi

Compartilhar:
suculentas orelha de elefante no vaso

As suculentas orelha de elefante são populares entre as variedades dessa categoria que faz sucesso por ser de fácil cultivo. É por isso que, se você adora paisagismo e jardinagem, vale a pena aprender sobre a espécie e como cultivá-la em sua casa.

Descubra as principais características físicas dessa plantinha que faz bonito tanto em vasos como em jardins!

Quais são as suculentas orelha de elefante?

Cientificamente, a espécie se chama Kalanchoe luciae e a planta orelha de elefante se destaca por ser de grande porte. Ela é nativa da África do Sul e seu nome popular vem da semelhança com as orelhas do animal.

Uma característica singular da espécie são as cores das suas folhas, que mudam de acordo com o tempo. Durante o inverno, se ela recebe sol forte, as extremidades ganham um tom avermelhado. Aliás, é por isso que ela ganha tantos holofotes entre as plantas ornamentais.

Como cuidar dessa espécie de suculenta?

suculentas orelha de elefante cultivo

A folhagem orelha de elefante não é diferente dos outros tipos de suculenta no quesito cuidados. Isto significa que sua manutenção é tranquila, e uma jardineiro de primeira viagem vai se dar bem com a espécie.

Contudo, se você quer obter a beleza da planta por completo, saiba que ela precisa de bastante sol para passar por alterações na cor e também florescer. Sendo assim, ambientes internos não são o espaço ideal para ela, até porque suas folhas podem sofrer deformações à procura do sol.

Qual é o tamanho da suculenta orelha de elefante?

Acredite se quiser, mas a suculenta orelha de elefante chega a atingir até dois metros de altura se estiver em um ambiente propício para isso. Isto é, com sol direto durante a maior parte do tempo e espaço para crescimento.

Suculentas orelha de elefante: como cultivar na sua casa

suculentas orelha de elefante em casa

A verdade é que não existem segredos no cultivo da planta orelha de elefante em vaso ou direto no solo. Contudo, se ela ficar em um espaço menor, a terra deve receber algumas atenções, assim como o preparo do vaso.

Um substrato arenoso é o ideal para as suculentas orelha de elefante, isto é, uma mistura de terra com areia, por exemplo. Além disso, a drenagem deve ser feita com carinho, para que o escoamento do excesso de água funcione. Para isso, escolha um vaso com furinhos no fundo e aposte em argila expandida para drenar a água.

A rega deve ser feita apenas quando o solo está seco para evitar que a terra encharque. Se quiser aumentar as chances da floração das plantas orelha de elefante, utilize um adubo específico para suculentas.

Se pulgões e cochonilhas atacarem seu vaso, aposte em produtos contra pragas, os inseticidas, para acabar com esses parasitas indesejados.

Gostou de aprender sobre suculentas orelha de elefante? Na Cobasi você encontra uma variedade de plantas para a sua casa, tanto no site como nas lojas físicas. Aproveite que está aqui para continuar sua leitura sobre paisagismo e jardinagem no blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário