Ganhe 10% OFF* na primeira compra. Use o cupom 10BLOG
*Limitado a um uso por CPF

Abril Laranja 2024: mês de prevenção contra a crueldade animal

| Atualizada em

Por Cobasi   Tempo de leitura: 5 minutos

Compartilhar:
Compartilhar:
abril laranja

O Abril Laranja é o mês de prevenção contra a violência animal. Trata-se de uma iniciativa mundial idealizada pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade a Animais (ASPCA), que visa conscientizar sobre os maus-tratos que cães, gatos e outros bichos são vítimas diariamente. Saiba mais!

Abril Laranja 2024: a Cobasi no combate aos maus-tratos contra os animais 

Para lidar com um dos principais desafios da causa animal, a Cobasi – por meio do Cobasi Cuida – reforça sua participação social com objetivo de despertar a atenção das pessoas para um tema muito importante: formas de maus-tratos que não são tão evidentes.

Sabemos que há um longo caminho para o fim dessa triste realidade. Mas, o Abril Laranja 2024 na Cobasi, dedica os seus esforços em conscientizar a população sobre o combate aos maus-tratos na prática. 

Vamos tornar evidentes as situações que parecem corriqueiras, mas que configuram o crime de maus-tratos.

Abandonar ou maltratar animais é crime previsto pela Lei Federal nº 9.605/98. Em 1998, uma nova legislação, a Lei Federal nº 14.064/20, aumentou a pena de detenção para até cinco anos para quem cometer esse crime.

O que são maus-tratos aos animais? 

De modo geral, os maus-tratos aos animais consistem em quaisquer atos que levem a sofrimento, prejuízo físico ou psicológico.

Isso quer dizer que vai muito além de bater no animal. Listamos algumas das situações consideradas maus-tratos, mas que nem todo mundo sabe:

Privar o animal de comida ou água

A primeira é privar o animal de acesso à comida e água fresca em quantidade suficiente. Por exemplo, deixar o animal sozinho em casa por um dia inteiro para uma viagem curta pode levar a privação de água e comida e, consequentemente, aos maus-tratos.

Falta de abrigo

Não fornecer um local seguro e protegido para o animal se abrigar do sol, da chuva e do frio,  sem ventilação ou exposição a outras intempéries. Sabe aquela casinha em que entra água da chuva dentro ou que fica insuportavelmente quente em dias de sol? Pode se enquadrar em maus-tratos. 

Causar dor ou ferir animais

Uma ação de maus-tratos que as pessoas não notam que estão fazendo é passear na rua com sol quente.  A temperatura do chão pode queimar as patinhas do cachorro ferindo e provocando dor.

Não prestar socorro ou assistência veterinária

Se seu cachorro ou gato está doente, é seu dever como tutor responsável levar o pet para atendimento veterinário. Mais que isso, é sua obrigação, pois o contrário configura maus-tratos aos animais.

Não proporcionar um ambiente saudável

Os animais precisam expressar seu comportamento e, nos moldes em que vivemos hoje, oferecer um ambiente saudável com enriquecimento ambiental é importante.

Animais que sofrem sem atividades, brinquedos e outras distrações podem latir o dia todo, destruir a casa e dão vários sinais de que não estão bem. Fique atento porque essa também é uma situação que configura maus-tratos.

Deixar cães e gatos darem voltinhas sem supervisão na rua

Ao deixar seu pet dar voltinhas na rua sem supervisão, você o expõe a acidentes, brigas com outros animais, atropelamento, doenças, entre outros riscos. E isso configura maus-tratos.

Para ter um gato na sua casa ou apartamento é importante instalar tela de proteção e não deixá-lo ter livre acesso à rua. O mesmo vale para quem tem cães, que só devem sair na rua de coleira e guia acompanhados do tutor.

Manter o animal preso em correntes curtas ou ambientes pequenos

mês da prevenção contra a crueldade animal
O Abril Laranja é o mês de prevenção contra a violência animal, uma iniciativa mundial que visa combater os maus-tratos aos animais.

Correntes curtas são soluções inadequadas para evitar fugas, pois limitam o movimento e machucam o animal. Seus riscos são muitos e vão desde problemas ortopédicos e até depressão.

Além de seu uso configurar crime de maus-tratos, existem soluções mais adequadas, como preparar um espaço saudável e seguro para o pet.

Veja as formas de maus-tratos: 

• Privar o animal de comida ou água 

• Falta de higiene 

• Falta de abrigo 

• Não prestar socorro ou assistência veterinária 

• Agredir 

• Abandonar animais em locais públicos ou privados 

• Manter o animal preso em correntes curtas ou espaço pequeno 

• Promover rodeios, rinhas de animais ou trabalhos exaustivos

Cobasi Cuida em prol da causa animal

A Cobasi, por meio do Cobasi Cuida, além do Abril Laranja, promove ações durante o ano todo com objetivo de garantir o bem-estar dos animais. 

Temas como guarda responsável, cuidados e dicas para promover a saúde do animal são abordados durante todos os meses do ano.

De acordo com a gerente de marketing da Cobasi, Daniela Bochi: “Um dos objetivos do Cobasi Cuida é engajar a população com a causa animal e, neste ano, dedicaremos o mês de abril para esclarecer o que são maus-tratos e como denunciar”. 

Quem ama os animais não pratica nenhuma forma de maus-tratos. Pelo contrário, promove tudo o que é essencial para gatos, cães e outros pets. Que vai desde alimentação e cuidados rotineiros até muita dedicação e amor.

Presenciou maus-tratos? Denuncie!

Maus-tratos aos animais é crime e devem ser denunciados. Caso presencie, o recomendado é chamar a autoridade competente.

Cada estado e município brasileiro pode possuir meios específicos para denúncia, mas maus-tratos configuram crime e devem ser denunciados para a Polícia Militar em todo o território nacional.

As 5 liberdades do animal

A definição de maus-tratos está ligada às 5 liberdades do animal. Trata-se de um conjunto de conceitos que visa entender as necessidades básicas dos bichos para buscar soluções que ajudem a  promover o seu bem-estar. 

Esses pilares fazem parte do que podemos chamar de senciência, ou seja, a capacidade de sentir empatia por quem está ao nosso redor.

Conheça as 5 liberdades:

  • 1º liberdade: livre de fome, sede e má nutrição
  • 2º liberdade: livre de dor, doenças e injúria
  • 3º liberdade: livre de desconforto
  • 4 º liberdade: viver sem medo ou estresse
  • 5º liberdade: respeito aos instintos do animal
abril laranja 2024

Agora que você já conhece a importância do Abril Laranja, participe da campanha contra a crueldade animal e denuncie sempre que presenciar maus-tratos.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário