Abscesso em cachorro: causas e tratamentos

Compartilhar:


Abscesso em cachorro

Sabe aquela bolinha ou inchaço que apareceu no seu pet? Pode ser um abscesso em cachorro. Formado por pus, ele pode ter vários tamanhos, mas sempre indica que existe uma infecção no corpo do animal.

O abscesso em si é algo fácil de tratar, mas ele pode indicar doenças mais graves ou até gerar complicações para a saúde do pet.

Continue a leitura e conheça as principais causas do abscesso em cães e como tratar o seu pet.

O que fazer com abscesso no cachorro?

O abscesso em cães é uma inflamação gerada pelo organismo em reação a algum processo infeccioso. Ele pode aparecer na gengiva, nas patas e em todo o corpo do animal.

O primeiro passo para tratar um abscesso em cachorro é levar o pet ao médico veterinário. Apenas após a avaliação clínica e até a realização de exames, o profissional poderá dar um diagnóstico adequado.

Após observar a temperatura do animal, analisar o inchaço e avaliar a dor, o veterinário poderá realizar a drenagem do local. Ao remover o líquido por meio da punção com uma seringa, será possível avaliar se o conteúdo é purulento, ou seja pus, ou contém sangue e pus, sendo chamado de piosanguinolento. Além disso, outros exames podem ser realizados para verificar qual antibiótico para abscesso em cães será mais efetivo.

Dependendo da causa, o profissional indicará um tratamento paralelo. Vamos conhecer as principais causas de abscesso em cachorro?

Causas de abscesso em cachorro

Prevenir é melhor do que remediar

O abscesso em cachorro é sempre causado por uma infecção. As causas podem ser várias, mas sempre relacionadas com isso.

Entre os motivos mais comuns estão:

  • Mordidas de cachorro
  • Impactos fortes
  • Acúmulo de tártaro

O abscesso na pata do cachorro e o abscesso na orelha do cachorro costumam acontecer por mordidas e impactos fortes. Podem ser resultados de brigas de cães, atropelamento, queda e até maus-tratos com agressões físicas.

Já o abscesso na boca do cachorro é comum em animais com acúmulo de tártaro nos dentes. A doença periodontal em cachorro pode causar graves consequências e as bactérias do ferimento podem até chegar à corrente sanguínea.

Sintomas de abscesso em cães

Os abscessos em cachorro podem ser notados por meio de nódulos que aparecem sob a pele ou nela. A região fica avermelhada e quente, como indício de inflamação.

Além da aparência, esse nódulo é bastante doloroso para o animal. Então é provável que o cachorro tenha lambedura excessiva na região. Esse comportamento pode resultar na abertura do ferimento, quando será expelido pus e até sangue.

Prevenção de abscesso em cachorro

Causas de abscesso em cachorro
Escovar os dentes do seu cachorro periodicamente é a melhor forma de evitar o tártaro

É possível prevenir abscessos em cães. No caso daqueles na boca, realize a higiene bucal periódica do pet. Caso seja necessário, visite um veterinário dentista. No caso dos abscessos pelo corpo, o ideal é manter o pet longe de brigas e risco de maus-tratos.

Nunca deixe o animal andar sozinho na rua e só permita a interação com outros cães na guia ou em ambientes seguros. Porém, imprevistos acontecem e, caso seu pet se machuque, faça a correta higienização do local.

Você deve usar água corrente e shampoo para cachorro nos primeiros socorros. Mas é importante fazer uma visita ao veterinário para dar continuidade ao tratamento.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Luciana disse:

    Gostaria de saber se quando forma abcesso pode ficar mole o local?

    • Cobasi disse:

      Oi Luciana, como vai? Indicamos uma visita no medico-veterinário para realizar uma analise no animal. Por ser muito doloroso para o cão indicamos uma visita com urgência

Deixe o seu comentário