Entenda o que é agricultura de jardinagem

Compartilhar:


Você sabe o que é a agricultura de jardinagem? Não, não é nenhuma moda nova entre paisagistas e jardineiros. Na verdade, trata-se de uma das técnicas de plantio mais antigas que existem!

Agricultura em jardins ou jardins de agricultura?

Primeiro vamos descomplicar. A agricultura de jardinagem tem a ver com agricultura em jardins ou jardins de agricultura? Na verdade, os jardins na agricultura de jardinagem têm mais a ver com o efeito visual das terras cultivadas com essa técnica.

Esse é um método de agricultura milenar, especialmente comum no sudeste asiático. A agricultura de jardinagem foi uma forma de aproveitar o regime de chuvas típico daquela região, conhecido como monções.

Monções são ventos que mudam de direção a cada período do ano. No verão, os ventos sopram do mar para o continente e com isso deslocam grandes massas de ar úmido para a terra. Já no inverno é o contrário, o vento sopra a umidade em direção ao mar e provoca secas.

Como funciona a agricultura de jardinagem

Assim, para aproveitar melhor esse regime de chuvas intermitente, os agricultores locais constroem terraços e platôs nas encostas dos morros. Dessa forma fica muito mais fácil capturar o máximo de água possível.

Assim, ao invés de um vasto campo de cultivo, na agricultura de jardinagem a plantação é espalhada por pequenos pedaços de terra destacados. O desenho lembra um imenso jardim!

De modo geral, esses jardins são cuidados por mãos humanas. Os terraços e curvas de nível impedem o uso de maquinário pesado. Não por acaso, essa técnica é indicada como agricultura de subsistência, utilizada para abastecer famílias e comunidades rurais.

Com as chuvas de monções, os terraços da agricultura de jardinagem ficam cheios d’água, o ambiente ideal para o desenvolvimento do arroz. Não por acaso o arroz se tornou o principal ingrediente na dieta de muitos povos asiáticos.

No entanto, não pense que essa técnica serve somente para plantar arroz, ela é ótima para outros cultivares como feijão, hortaliças, batata e milho. De fato, essas são as plantações mais comuns na agricultura de jardinagem no Brasil.

Vantagens da agricultura de jardinagem

A construção de terraços e curvas de nível ajudam não só a reter água, mas também a diminuir a erosão do solo. Isso acontece porque os jardins em diferentes níveis permitem que a água não absorvida escoe lentamente. 

Além dos terraços, também é comum o uso de diques. Eles garantem uma melhor distribuição das águas da chuva, reduzem os alagamentos e ajudam na irrigação nos períodos de seca.

Por fim, essa técnica milenar ajuda não só na segurança e nos reservatórios de água. Na verdade, outra de suas vantagens é o enriquecimento do solo. Afinal, além da ausência das máquinas, é muito incomum o uso de agrotóxicos na agricultura de jardinagem.

Pelo contrário, geralmente essa técnica é feita com as melhores práticas dos pequenos agricultores. Ou seja: sementes selecionadas, adubação feita com biofertilizantes, controle biológico das pragas e ciclagem de nutrientes.

Em resumo, com um pequeno pedaço de terra, mãos solidárias, um bom regime de chuva e ferramentas básicas, é possível fazer e viver da agricultura de jardinagem.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário