Será que cachorro castrado fica mais calmo?

Compartilhar:


cachorro castrado fica mais calmo

A cirurgia de castração no cachorro muito recomendada por veterinários. Esse procedimento está diretamente ligado ao sistema reprodutor do animal, e, quando feito, causa algumas mudanças no comportamento do pet. No geral, sim, cachorro castrado fica mais calmo. Mas essas alterações no comportamento costumam ser diferentes para o macho e para a fêmea. 

Por causa disso, alguns tutores ficam um tanto relutantes em relação à castração, pois têm medo de como o animal vai se adaptar após a cirurgia. Por isso, trouxemos algumas informações sobre a castração de cachorros que podem ser úteis na hora de você decidir o que vai ser melhor para o seu bichinho. 

O que é a castração e quais são os benefícios?

A castração é uma cirurgia que se concentra nos órgãos reprodutivos das fêmeas e dos machos. Além de impedir a reprodução de filhotes – e, consequentemente, impede o aumento no número de animais abandonados –, ela também previne diversas doenças. 

No caso das fêmeas, todo o aparelho reprodutivo é removido durante a cirurgia, já que é nesse lugar que existem as maiores chances delas desenvolverem doenças. Já no caso dos machos, apenas os testículos são retirados, pois é lá que eles podem desenvolver tumores. 

Com a cirurgia de castração, as fêmeas ficam menos suscetíveis a desenvolverem a Piometra, uma das doenças mais graves causadas por bactérias no útero. Além disso, o procedimento pode retardar o avanço do quadro de câncer de mama. Para os machos, apesar de não possuírem tantos riscos de doenças graves quanto no caso das fêmeas, a remoção dos testículos previne que eles tenham um aumento da próstata quando idosos. Assim, evita que eles tenham que passar por uma cirurgia de castração em uma idade mais avançada. 

E o cachorro castrado fica mais calmo?

A cirurgia de castração reduz a produção de hormônios nos cachorros – no caso das fêmeas, o estrogênio; no caso dos machos, a testosterona. Portanto, é bastante provável que o cachorro fique mais calmo e você repare uma redução da energia dele no dia a dia, fazendo com que ele pareça até um pouco mais preguiçoso. Entretanto, isso não acontece de forma instantânea após a cirurgia.

A castração não tira a personalidade do cachorro e nem resolve problemas comportamentais prévios. Questões como a tendência de pular nas pessoas, de comer ou morder objetos, entre outras manias, são resolvidas apenas com o adestramento do seu pet. Nesse caso, a castração serve até como um complemento, pois com o cachorro mais tranquilo, adestrá-lo se torna mais fácil.  

Existem ainda outras alterações pontuais que dependem do sexo do cachorro. Por isso, separamos as mudanças mais comuns nos machos e nas fêmeas para que você fique por dentro. Vamos lá?!

O que muda na fêmea após a castração

Quando a fêmea é castrada, ela passa a não produzir mais o estrogênio, que é o hormônio feminino. Entretanto, todo animal, independente do sexo, produz testosterona. No caso da fêmea castrada, esse hormônio passa a manifestar-se mais em sua personalidade. Portanto, ela pode começar a fazer xixi com a patinha do pé levantada e se tornar mais agressiva na presença de outras fêmeas por conta do instinto territorialista. 

O que muda no macho após a castração

cachorro castrado fica mais calmo

Quando o macho é castrado, a produção de testosterona no seu organismo é cortada. Portanto, diferente da fêmea, ele perde o interesse no ambiente e fica menos territorialista e, consequentemente, menos agressivo perto de outros cachorros. 

Normalmente, o cachorro castrado fica mais calmo e carinhoso, apegado à família ou às pessoas que cuidam dele. Mas como já dissemos aqui, essas mudanças no comportamento do cachorro não são instantâneas e não resolvem questões comportamentais que eles já tinham antes da castração. Portanto, se o seu cachorro adquiriu um comportamento agressivo ao longo da vida, além da castração, será necessário que ele seja treinado. 

Outras formas de acalmar o seu cachorro

Além da castração, existem outras formas de deixar o seu pet mais calmo. Fazer passeios e corridas durante o dia para que ele gaste energia pode ser uma ótima opção. Além dos passeios, ainda existem os brinquedos próprios para cachorros que permitem que eles brinquem bastante, deixando-os mais relaxados e cansados também.

Em caso de cachorros muito estressados, medrosos ou até mesmo agitados de forma excessiva, os florais podem ser uma boa opção. Existem diversos tipos de florais que vão ajudar o seu cachorro em questões mais pontuais, além de deixá-lo mais tranquilo. 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário