Cuidados pós-castração de cães e gatos

22 de março de 2021

Cachorros, Saúde e Cuidados
sintomas sangue na urina do cachorro

Seu pet realizou a cirurgia e você não sabe quais são os cuidados pós-castração? Preparamos um manual completo com tudo o que você precisa saber para o seu pet se recuperar rapidamente.

Por que devo castrar meu pet?

Hoje, encontramos diferentes mitos sobre a castração dos animais. Há quem diga que as fêmeas devem ser castradas após a sua primeira ninhada. Outros dizem que os machos se tornam desanimados e tristes ao serem castrados. Há ainda quem diga que é importante manter os animais inteiros.

Entretanto, todas essas afirmações não passam de mitos que acabam prejudicando a saúde do pet.

Para resumir, os pets não são obrigados a cruzar antes da castração, isso vale tanto para os cachorros quanto para os gatos. 

A castração traz uma série de benefícios à saúde física e psicológica dos animais, além de evitar as ninhadas de filhotes indesejados que, por muitas vezes, acabam nas ruas. 

Você tutor ainda não sabe quais são esses benefícios? Listamos os principais:

  • Castrar fêmeas reduz em o risco de desenvolver câncer de mama em cães e gatos;
  • Nos machos, a castração reduz a frustração sexual, consequentemente, as possibilidades de fugas e atropelamentos na busca de parceiras;
  • Ainda nos machos, a castração também diminui as chances de desenvolvimento do câncer de próstata;
  • No ambiente doméstico, acredita-se que o animal pode ficar mais dócil e fácil de conviver com crianças, por exemplo. Além de reduzirem a marcação de território com urina pela casa;
  • Melhora o comportamento de machos e fêmeas;
  • Evita ninhadas indesejadas;
  • Evita a gravidez psicológica.

Como é feita a cirurgia e os cuidados pós-castração?

castracao-de-animais-ultrassom-blog-cobasi

O procedimento cirúrgico de castração é realizado de formas diferentes nos dois sexos e também varia de um veterinário para o outro. Nos machos, pode ser realizado através da retirada dos testículos ou de outra forma, mantendo-os. Já nas fêmeas, a cirurgia pode retirar ou não os ovários e útero por uma incisão próxima ao umbigo. 

Em ambos procedimentos, o animal recebe pontos no local de corte que devem ser retirados posteriormente por um profissional veterinário. A cirurgia exige anestesia geral e o animal deve realizar exames pré-operatórios.

Os cuidados pós-castração começam logo ao término da cirurgia, como a correta higienização para evitar infecção dos pontos e manter o pet com pouca atividade física.

Quais são os cuidados pós-castração?

Após o procedimento cirúrgico, são necessários cuidados pós-castração.

É importante que o animal fique em observação até acordar da anestesia, onde será prescrito o seu repouso para recuperação total. 

Não se preocupe caso o pet apresente um comportamento diferente do habitual no retorno para casa. Acontece que, como ele foi anestesiado, requer um tempo para que o medicamento pare de agir totalmente sob o corpo. 

Em casa, o animal deverá descansar em seu cantinho confortavelmente. Coloque o comedouro e o bebedouro próximo para evitar muito esforço nas primeiras horas.

Como ele estará em recuperação, não é necessário que o tutor force o animal a se alimentar ou hidratar, esse processo deve ser natural e de acordo com o desejo do bichinho. 

Um detalhe importante é que como foi realizada uma incisão, é provável que o animal sinta dor. Para diminuir o incômodo, o veterinário prescreverá remédios que devem ser administrados no horários corretamente

A presença do tutor durante esse período é indispensável, pois também será necessário fazer a limpeza do curativo diariamente com o auxílio de um produto próprio para isso. 

Há também recomendações para o uso do colar elizabetano ou roupa pós-cirúrgica para evitar o contato da boca do animal diretamente no curativo. O uso do colar ou roupas evita possíveis infecções no local de incisão. 

Por último, será necessário marcar um retorno ao veterinário para verificar se a recuperação ocorreu da forma desejada. Entretanto, não se preocupe! Quando os cuidados pós-castração são feitos corretamente pelo tutor, dificilmente seu bichinho terá complicações e precisará de mais atenção médica.

Ao castrar o animal, lembre-se de verificar com o veterinário a quantidade de ração recomendada para o seu pet. Os animais castrados tendem a consumir menos calorias, diminuindo assim, a quantidade de alimento diário.

Garanta o conforto do animal

Durante o período de recuperação é importante que o animal se sinta confortável, do mesmo jeito que nós desejamos um conforto quando estamos com algum mal-estar.

Por isso, providencie um local com menos movimento na casa para instalar sua caminha e bebedouro. O animal precisa descansar, por isso, até o carinho deve ser moderado e respeitando as necessidades de sono do pet. 

O seu repouso deve ser absoluto, para evitar o desenvolvimento de possíveis hérnias. Logo, nada de passeios, mesmo que sejam próximos à residência. 

Alimentação na pós castração

Tanto a hidratação e alimentação devem respeitar o momento do animal e também as recomendações do veterinário. 

O pet não deve ser forçado a comer, até porque, a anestesia pode deixar o animal enjoado e com a alimentação forçada, pode causar vômitos indesejados. Além da falta de apetite, o animal pode apresentar um pouco de fraqueza, dores no local, sonolência e incontinência urinária.

Geralmente esses sintomas somem com o passar dos dias, entretanto fique sempre atento e se persistir por um período maior do que indicado pelo veterinário, retorne ao consultório com o pet.  

Outros cuidados pós-castração

Os animais tendem a se recuperar da castração rapidamente, estando na ativa com brincadeiras e passeios após alguns dias, que deve ser informado pelo veterinário.

Respeite o momento do animal e as necessidades de descanso e paz nesse momento. 

O transtorno de passeios, viagens e brincadeiras durante esse processo, pode causar complicações no pet.

Por isso, proporcione o máximo de conforto e descanso ao pet, assim a sua recuperação será ainda mais rápida e completa.

Não se esqueça que os remédios prescritos pelo veterinário devem ser consumidos no tempo certo e também nos horários corretos. E não se esqueça, embora seja um período de chateação ao animal, a castração evita o desenvolvimento de doenças, além de ajudar na saúde psicológica do pet.

Quer saber mais sobre outros cuidados importantes com a saúde dos pets? Leia os nossos posts: